Dona do Sem Parar é vendida por R$ 4 bilhões à DBTrans

VALOR ECONÔMICO

Os acionistas da Serviços e Tecnologia de Pagamentos (STP), dona do Sem Parar, confirmaram nesta terça-feira a assinatura de um contrato para vender 100% do capital social da empresa para a DBTrans Administradora de Meios de Pagamento, por R$ 4,086 bilhões.

O Sem Parar é um serviço de pagamento eletrônico de pedágios em rodovias e estacionamentos. A compra pela DBTrans será garantida pela americana FleetCor Technologies.

Segundo fato relevante divulgado ao mercado, com a operação, a CCR venderá todas as ações que detém na STP, correspondente a 34,2% do capital da companhia, por R$ 1,4 bilhão. A conclusão da transação depende da aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

A distribuidora de combustíveis Raízen, joint venture formada entre a Cosan e a Shell, também participará da operação, com a venda da sua fatia na STP, equivalente a 10%, por R$ 408,6 milhões. Em comunicado, a Raízen ressalta que não haverá mudança na sua estratégia com relação ao sistema de cobrança eletrônica nas redes de postos com a marca Shell.

Outro acionista da STP, a Arteris também informou que o conselho de administração aprovou a venda de sua participação, de aproximadamente 4,68%, para a DBTrans, por R$ 191,2 milhões.

No comunicado, a CCR afirma que está “sempre atenta” às oportunidades em infraestrutura, dentro da sua estratégia de “crescimento qualificado e disciplina de capital”, orientada pelas normas em vigor e pelas “boas práticas de governança corporativa”. “A conclusão da operação ora anunciada representará a concretização de mais uma etapa da estratégia do Grupo CCR”, diz a companhia. Em 18 de janeiro, a CCR havia confirmado que estava analisando a oportunidade de vender sua participação na STP. Na época, a proposta foi apresentada à concessionária em caráter não vinculativo e os valores envolvendo a operação não foram revelados.

Em 6 de março, o Valor antecipou que os acionistas da STP deveriam anunciar em breve a venda da empresa para o grupo americano FleetCor, por cerca de R$ 4 bilhões. (VALOR ECONÔMICO)

Paulo Atzingen
Paulo Atzingenhttps://www.diariodoturismo.com.br
Paulo Atzingen é paulista e jornalista profissional (DRT-185 PA) desde o ano 2000; cursou Letras e Artes e Comunicação Social na Universidade Federal do Pará (UFPA), É poeta, contista e cronista. Estuda gaita (harmônica).

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Suíça restringe entrada de visitantes de 29 países, entre eles os do Brasil

 A partir de 6 de julho, viajantes de 29 países que quiserem ir à Suíça terão que se registrar com as autoridades e se...

Vinícola Santa Rita premiada pela oitava vez consecutiva em ranking global

Santa Rita foi reconhecida como uma das Marcas de Vinho Mais Admiradas do Mundo, posicionando-se entre as top 50 de forma constante nos últimos...

Pesquisa revela: 38% dos brasileiros vai esperar 9 meses para entrar em avião

Pandemia cria novas formas de consumo a longo prazo para 67% dos brasileiros EDIÇÃO DO DIÁRIO com agências O isolamento social ditou uma nova forma de...

Dreams Park Show, em Foz do Iguaçu, suspende atividades por 15 dias

Seguindo a determinação dos Governos Estadual e Municipal, o Complexo Dreams Park Show, em Foz do Iguaçu, informa que acaba de suspender as atividades...

HotelCare fará gestão profissional de hotéis da Tempus Hotelaria

Durante uma coletiva de imprensa virtual nessa quinta-feira (2) em São Paulo, os diretores da HotelCare anunciaram o início da gestão profissional de algumas...

Delta reintroduz cervejas e vinhos nos voos dentro dos Estados Unidos

A partir de hoje, 2 de julho, os clientes da First Class e da Delta Comfort+ que voarem dentro dos Estados Unidos começarão a encontrar cerveja e vinho de cortesia...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias