ABEOC faz nota de repúdio e exige de governos data de retorno dos eventos

A presidente da Associação Brasileira de Empresas de Eventos – ABEOC – Fátima Thereza Facuri Leirinha, acaba de divulgar uma nota de repúdio à falta de comprometimento de governos municipais e estaduais ao setor de eventos e feiras. A carta exige que os governantes definam datas de retorno, de forma mais objetiva. “Nos causa espanto, principalmente, que cidades naturalmente turísticas, aliás, dependentes do turismo, não estejam dando a devida atenção a um setor que impulsiona hospedagem, comércio, restaurantes, agências e transportes”, diz em sua carta. O DIÁRIO publica o documento abaixo, na íntegra:

NOTA DE REPÚDIO, DATA JÁ! 

Há 150 dias a indústria de eventos brasileira fechava suas portas por conta da Covid-19.

Nesse ínterim, o setor buscou soluções para manter funcionários, pagar fornecedores e negociar contratos, ou seja, a sobrevivência. O cancelamento ou adiamento de eventos interrompeu uma cadeia de, ao menos, 52 segmentos, impactando vidas e a economia com a suspensão da arrecadação de R$ 305 bilhões de reais (2019) injetados nas finanças do país.

O apoio do Governo Federal foi condição imprescindível para manter abertas muitas dessas
empresas de eventos, assim como o será para a recuperação de suas atividades. Mas, não queremos apenas sobreviver, queremos VIVER! A Associação Brasileira de Empresas de Eventos – ABEOC Brasil – repudia a falta de comprometimento dos Governos Estaduais e Municipais em relação ao setor. Todas as medidas protocolares para cuidados preventivos, que garantirão a saúde de equipes, expositores e público já foram tomadas. Aliás, protocolos não faltam. Todos se esmerando em cobrir cada detalhe de cada etapa envolvendo todos os tipos de eventos.

Nos causa espanto, principalmente, que cidades naturalmente turísticas, aliás, dependentes do turismo, não estejam dando a devida atenção a um setor que impulsiona hospedagem, comércio, restaurantes, agências e transportes. A atual crise gerada pela Covid-19 traz a triste marca de mais de 12 milhões de desempregados. Não seria hora desses governantes nos enquadrarem em uma das diversas faixas de retomada? Queremos e precisamos de um prognóstico, de datas.

Um grande evento não é organizado da noite para o dia. Uma data em 2020 possibilitará um planejamento para 2021. Sem isso, são apenas incertezas. 

Literalmente fomos do tudo ao nada. É chegada a hora de recebermos a merecida atenção.

Fátima Thereza Facuri Leirinha – Presidente da ABEOC

Paulo Atzingen
Paulo Atzingenhttps://www.diariodoturismo.com.br
Paulo Atzingen é paulista e jornalista profissional (DRT-185 PA) desde o ano 2000; cursou Letras e Artes e Comunicação Social na Universidade Federal do Pará (UFPA), É poeta, contista e cronista. Estuda gaita (harmônica).

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

U.S. Travel anuncia IPW 2021 de 18 a 22 de setembro em Las Vegas

WASHINGTON, 30 de setembro de 2020 - A U.S. Travel Association anunciou nesta quarta-feira (30) que a IPW, sua feira internacional anual de viagens...

Voos para Congonhas e Confins retornam em outubro no aeroporto de Florianópolis

A malha aérea prevista para outubro, no Aeroporto Internacional de Florianópolis, contará com o retorno de dois destinos importantes: o aeroporto de Congonhas, em...

Veja o que rolou de mais importante no encontro de líderes do NEB

  Com mediação de Mami Fumioka, da Quickly Travel, o evento híbrido promovido na última terça-feira (29), pelo NEB (Nikkey Empreendedores do Brasil), contou com a...

Lençóis e a Chapada Diamantina reabrem para o turismo

por Reginaldo Marinho -   RM@reginaldomarinho.com.br Foi amor à primeira vista. Vim conhecer Lençóis há três anos e daqui não quis mais sair. Vim por um chamado...

Confirmado: Festival das Cataratas terá feira presencial em dezembro

Festival das Cataratas deste ano foi dividido ao longo do ano, com ações on-line. EDIÇÃO DO DIÁRIO com agências Seguindo rigorosos protocolos sanitários, os organizadores do...

Brasileiros deportados dos EUA desembarcam no Brasil. Leia opinião de especialista

O 20º voo com deportados brasileiros dos Estados Unidos pousou no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, na região metropolitana, na última sexta-feira (25), com 52 pessoas, de acordo...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias

Open chat