ACI e IATA cobram governos para reinício “unificado” do setor de aviação

Atualmente, não existe uma medida única que possa mitigar todos os riscos de reiniciar as viagens aéreas

O Airports Council International (ACI) World e a International Air Transport Association (IATA) cobraram dos governos a garantir que quaisquer novas medidas introduzidas para aeroportos e companhias aéreas na sequência do COVID-19 sejam apoiadas por pesquisas científicas evidência e são consistentes em todo o mundo.

REDAÇÃO DO DIÁRIO (Tradução do original em inglês)

O setor de aviação parou e um reinício e recuperação equilibrados e eficazes dependem da colaboração entre os principais participantes do ecossistema global da aviação.
A ACI e a IATA publicaram em conjunto um documento estabelecendo um caminho para reiniciar o setor: “Reiniciando com segurança a aviação – Abordagem conjunta ACI e IATA”.

As companhias aéreas e os aeroportos cooperaram para criar um roteiro para a retomada das operações, que assegura ao público que a saúde e a segurança continuam sendo as prioridades gerais.

A abordagem conjunta propõe uma sequência de medidas em toda a viagem de passageiros para minimizar o risco de transmissão do COVID-19 nos aeroportos e aeronaves a bordo e para evitar que a aviação se torne uma fonte significativa de reinfecção internacional. Tais medidas devem ser globalmente consistentes e sujeitas a revisão, aprimoramento e remoção contínuos quando não forem mais necessárias, para garantir uma recuperação uniforme.

“Aeroportos e companhias aéreas se uniram à ICAO e à indústria aeronáutica em geral para enfrentar o maior desafio já enfrentado pela aviação comercial em reiniciar uma indústria global, continuando a interromper a expansão do COVID-19”, disse a diretora geral da ACI, Angela Gittens.

“Atualmente, não existe uma medida única que possa mitigar todos os riscos de reiniciar as viagens aéreas, mas acreditamos que uma abordagem globalmente consistente e baseada em resultados representa a maneira mais eficaz de equilibrar a mitigação de riscos com a necessidade de desbloquear economias e permitir viagens”.

“A segurança é sempre a nossa principal prioridade e isso inclui a saúde pública. Restaurar a conectividade aérea é vital para reiniciar a economia global e reconectar as pessoas. Nossa abordagem em camadas das medidas recomendadas pelos aeroportos e companhias aéreas protege a saúde pública, oferecendo uma abordagem prática para um reinício gradual das operações”, disse o diretor Geral e CEO da IATA, Alexandre de Juniac.

Segundo Juniac, é importante lembrar que o risco de transmissão a bordo é muito baixo. “Estamos determinados que a aviação não será uma fonte significativa de reinfecção. Estamos trabalhando continuamente com os governos para garantir que quaisquer medidas implementadas sejam tomadas de maneira consistente e com apoio científico. Essa é a chave para restaurar a confiança do público, para que os benefícios de reiniciar com segurança a aviação possam ser alcançados,” ponderou.

Paulo Atzingen
Paulo Atzingenhttps://www.diariodoturismo.com.br
Paulo Atzingen é paulista e jornalista profissional (DRT-185 PA) desde o ano 2000; cursou Letras e Artes e Comunicação Social na Universidade Federal do Pará (UFPA), É poeta, contista e cronista. Estuda gaita (harmônica).

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

As 100 melhores crônicas de João Saldanha são reunidas em livro

As crônicas foram selecionadas pelo historiador Alexandre Mesquita após a leitura de todo o acervo disponível sobre João Saldanha entre 1960 e 1990 EDIÇÃO DO...

Grupo Iberostar inicia reabertura de hotéis e reforça segurança sanitária

De forma escalonada, a reabertura de uma seleção de hotéis do Grupo Iberostar acontece a partir da segunda quinzena de junho garantindo protocolos de...

Portugal recebe o Selo ‘Safe Travels’ do World Travel & Tourism Council

Este selo visa reconhecer destinos que cumprem protocolos de saúde e higiene alinhados com os Protocolos de Viagens Seguras emanados pelo WTTC, ajudando, sobretudo,...

Três perguntas para Sanfo Boubakar, diretor da ClassTraining, sobre treinamento na retomada

Engenheiro químico com mais de 23 anos de experiência profissional e acadêmica, Sanfo Boubakar é marfinense naturalizado brasileiro. REDAÇÃO DO DIÁRIO Há quase 35 anos no...

Bolsa qualificação beneficia turismo de Foz do Iguaçu e preserva 4,5 mil empregos

Foz do Iguaçu vem adotando diversas medidas para preservar empregos e amenizar o impacto social provocado pela pandemia no novo coronavírus (Covid-19). Uma delas...

Os  Embaixadores do Rio e a retomada do turismo fluminense

Bayard Do Coutto Boiteux*O Rio  de Janeiro com a pandemia causada pelo Covid-19 passa o pior momento de sua história turística nas últimas décadas....

Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias