Aeroporto de Confins registra 2,8 milhões de passageiros no 1º semestre de 2021

O Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins (MG), apresentou o resumo de suas operações durante o primeiro semestre de 2021.

Edição do DIÁRIO com agências


Segundo a concessionária BH Airport, o terminal mineiro registou movimentação de 2,8 milhões de passageiros nos primeiros seis meses deste ano, o que representa um aumento de 5% na comparação com igual período do ano passado.

No caso do número de voos, ocorreram 25.700 mil operações, alta de 7,5% em relação a 2020. O balanço demostra uma aceleração no ritmo da retomada do setor de aviação.

“Seguimos otimistas com o mercado e o retorno das nossas operações. Mesmo com a segunda onda e avanço dos casos de Covid-19, nos meses de março e abril, conseguimos recuperar as operações e registrar crescimento na movimentação de passageiros e aeronaves ao longo do primeiro semestre”, avalia Clayton Begido, gestor de Conectividade e Aviação da BH Airport.

“O avanço da vacinação pelo país contribuiu para os nossos resultados e a expectativa é de melhoria dos índices relacionados à Covid, com retomada das operações aos níveis pré-pandemia”, complementa Clayton.

O número de destinos atendidos pelo aeroporto também cresceu ao longo do semestre. Antes da pandemia, o terminal se conectava a 45 destinos. Em janeiro, o volume foi para 37, depois chegou a 33 no momento mais crítico da pandemia este ano (entre março e abril) e, em julho, retornou para 37 destinos atendidos. Em agosto, serão 38.

“Tivemos um mês de julho muito favorável, sobretudo pela demanda de férias de inverno, e fecharemos o mês com a movimentação de 600 mil passageiros. Para agosto, a previsão é chegarmos a 660 mil pessoas circulando pelo terminal. No ano passado, em agosto, tivemos o fluxo de 215 mil passageiros, o que demonstra a confiança das pessoas em voar. O número de passageiros esperado para agosto representa cerca de 70% de retomada em relação ao tráfego do mesmo período antes da pandemia”, revela Clayton.

Para completar, ele ressalta que, em agosto, o aeroporto tem novidades em relação aos destinos. “Teremos um retorno e uma estreia, que são ligações com o interior de São Paulo: Ribeirão Preto retorna após cinco meses de paralisação, e São José do Rio Preto é uma conexão inédita. Dois fortes destinos do agronegócio, o que pode demonstrar um sinal de otimismo com o reaquecimento da economia”, conclui.

Terminal de Cargas também é destaque  

Ao longo do primeiro semestre de 2021, o Aeroporto Internacional de BH atuou para se consolidar como um hub logístico reconhecido em âmbito nacional e internacional. Nesse sentido, investiu na interconectividade dos modais aéreo, marítimo e rodoviário.

O desenvolvimento de novas rotas de conexão ao hub, aliado às parcerias estratégias, resultou em um crescimento de 130% no peso recebido no terminal, bem como em um crescimento de 19% em relação ao primeiro semestre de 2020.

“O hub logístico multimodal do aeroporto fechou o primeiro semestre com excelentes resultados. O setor Ciências da Vida foi um dos principais responsáveis pelo crescimento do modal aéreo no terminal. Foram 35 novos clientes do segmento. O terminal se especializou na categoria, sendo o único de Belo Horizonte e Região Metropolitana com certificação de Boas Práticas de Armazenagem emitida pela Anvisa, além de contar com farmacêutico dedicado”, ressalta Caroline Reis, coordenadora de Novos Negócios da BH Airport.

“A Rota Marítima, em parceria com os principais players do modal, também se destacou neste semestre com o aumento superior a 400% no volume de cargas recebidas do modal no terminal”, finaliza a coordenadora.

Informações da BH Airport

PC

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT

Atendimento Comercial