Air France-KLM realiza 1° voo em combustível de aviação sustentável francês

Air France-KLM, Total, Grupo ADP e Airbus uniram forças para realizar o primeiro voo de longo curso movido a Combustível Sustentável de Aviação (SAF) 1 produzido na França.

EDIÇÃO DO DIÁRIO com agências


Às 10h40 desta terça-feira (18) (horário de Brasília), o voo AF342 da Air France decolou do Terminal 2E do aeroporto Paris-Charles de Gaulle para Montreal pela primeira vez com seus tanques cheios com combustível sustentável de aviação produzido nas fábricas francesas da Total.

Em nota a empresa informa que este voo é um resultado tangível da ambição compartilhada dos quatro grupos de descarbonizar o transporte aéreo e desenvolver uma cadeia de suprimentos de SAF na França, pré-requisito para a generalização de seu uso nos aeroportos franceses.

Nenhuma modificação na infraestrutura de armazenamento e distribuição, aeronaves ou motores é necessária para incorporar biocombustíveis. Sua introdução gradual em todo o mundo deve reduzir significativamente as emissões de CO2 do transporte aéreo, em linha com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas.

O biocombustível utilizado para este voo foi feito a partir de lixo e resíduos provenientes da economia circular. A Total produziu o SAF a partir de óleo de cozinha usado em sua biorrefinaria La Mède, no sul da França, e em sua fábrica de Oudalle, perto de Le Havre, sem usar nenhum óleo vegetal virgem.

Este primeiro SAF 100% francês recebeu a certificação ISCC-EU do International Sustainability & Carbon Certification System, uma organização independente que garante a sustentabilidade da ação. A mistura de 16% neste voo evitou a emissão de 20 toneladas de CO2.

Ao desenvolver e apoiar a primeira produção industrial SAF da França, a Air France-KLM, Total, Grupo ADP e Airbus estão abrindo caminho para a França impulsionar a inovação na transição energética e ambiental. A legislação francesa exige que as aeronaves usem pelo menos 1% de SAF até 2022 para todos os voos com origem na França, à frente da ambição europeia programada para aumentar gradualmente até 2% até 2025 e 5% até 2030, como parte do “Acordo Verde Europeu”.

Para atender a esses requisitos, a Total também produzirá SAF em sua plataforma Grandpuits, perto de Paris, a partir de 2024.

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT

Atendimento Comercial