Associados da Resorts Brasil devem contratar até 5 mil empregados temporários para festas de fim de ano

Das agências com edição do DT

Com as festas de fim de ano chegando, o mercado turístico começa a se movimentar e fazer estimativas para o período. No caso dos resorts, em específico, a época é a mais movimentada durante todo o ano e, como consequência, um maior número de contratações temporárias ocorrem.

Nos últimos anos, o Brasil tem passado uma grande crise, com cerca de 13 milhões de pessoas sem um posto fixo de trabalho, portanto, os empregos temporários podem representar uma saída a muitos brasileiros. Nos resorts associados à Resorts Brasil, áreas como a de recreação, serviços de quarto, shows artísticos e outras que constituem as operações da hotelaria são as que mais demandam funcionários entre o Natal e o Réveillon.

Segundo a ASSERTTEM (Associação Brasileira do Trabalho Temporário), o número de empregos temporários deve crescer 10% neste ano se comparados com 2017. Se levarmos em conta os números de 2016, a alta chega em 22%, o que representa um aumento gradual do tipo da categoria no país.

O trabalhador temporário tem, em grande parte, os mesmos direitos do funcionário efetivo. Segundo a legislação trabalhista, ele tem salário equivalente ao da categoria, hora extra, jornada de oito horas, repouso semanal remunerado, adicional por trabalho noturno e seguro acidente de trabalho. Dependendo período acordado no contrato, o funcionário temporário pode ter direito à férias e 13º salário proporcionais, além de Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT

Atendimento Comercial