Biossegurança no planeta requer bom senso de todos

por Luiz Henrique Miranda*

Fazer o melhor pelo próximo resulta da compreensão pragmática de que todos precisamos inverter o sentido da existência beligerante contemporânea. Como? Por meio de experiências saudáveis de bem-estar. Não há turismo em ambiente de guerra.

O desafio da paz mundial supera os atuais modelos econômicos, sociais e políticos de estímulo à polarização demagógica e que alimenta o status quo. A democracia tem raízes em valores inalienáveis, como ter direito a oportunidades de escolha.

A internet das coisas (IoT), aliada à Inteligência Artificial (AI), automatiza linhas de produção. Mas demandam repensar modelos de governança e gestão de recursos naturais e culturais (pessoas) com sentido direcionado ao bem-comum.

Foco, atitude de engajamento e mudança de sinal é o que conta para superar #JuntosAgora profecias apocalípticas. Ninguém vende aquilo que não compra.

- Advertisement -

Acredito no processo evolutivo da civilização. Aposto no Turismo, na hospitalidade; em bem-receber, acolher, servir, respeitar, incluir e proporcionar os melhores resultados de interesse comum. Eis aí o evento matricial, impregnado de clareza e esperança!

Sonho com milhões de CPFs já acostumados a realizarem uma ou mais viagens internacionais por ano, às portas dos canais de distribuição, bem informados e profissionalmente assistidos, diante da escolha de sua próxima viagem para destinos que demandam elevar o IDH; seja a negócios, como investidores; seja a lazer, ou mesmo para intercambiar experiências enriquecedoras de vida.

Sonho com a quebra da sazonalidade, que só faz acomodar perdas e lucros, com adoção das férias escolares fracionadas por polos turísticos emissivos. Medida alinhada às férias trabalhistas fracionadas, em vigor desde novembro de 2017.

Fracionar férias escolares contribui com a manutenção e ampliação da oferta de empregos; gera renda com ganhos de escala, definida de acordo o perfil e as preferências da demanda.

Sonho, também acordado, com o despertar de políticas de ensino público e de iniciativa privada que proporcionem aos alunos conhecer o potencial turístico de suas aldeias; garantam acesso a outras aldeias e de acordo com um calendário unificado de eventos. Que prevaleça a prosperidade do ambiente competitivo olímpico. O que não faltam são modalidades e categorias capazes de atender a diversidade da demanda turística one to one, em busca constante pela excelência.


*Luiz Henrique Miranda é diretor da Agência Amigo – Comunicação Integrada, diretor de Relações Públicas do Skål Internacional de São Paulo e membro do comitê executivo voluntário do Movimento Supera Turismo Brasil.

Compartilhe com um amigo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Redação
Redaçãohttps://diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


    Mais lidas

    Site do Editor

    O jornal dos melhores leitores

    Mais recentes

    Japão: Mangás, animes e videogames inspiram viagens

    A cultura pop japonesa é uma importante vitrine para o Japão. Os mangás, animes e os videogames japoneses são muito populares e conquistam fãs...

    FecomércioSP realiza debate sobre futuro dos cruzeiros e agências de viagem

    A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) promove nesta terça-feira (18) mais um webinário da série...

    O que define o preço do vinho?

    A pergunta de Cláudio Nepobusceno - O que define o preço do vinho? - para a série Pergunte ao Werner é mais complexa, o...

    Liguia do Rio de Janeiro protesta com auxílio proposto: “Governo deveria ter a decência!”

    Os guias de turismo do Rio de Janeiro, representados pela Liga Independente dos Guias de Turismo – Liguia, fizeram um ato pacífico na frente...

    Búzios Convention lança campanha Marca Visit Búzios

    A campanha dá as caras nas mídias sociais e nos meios de comunicação nacionais nesta segunda-feira (17) com um tempo bem corrido para a...

    Itália reabre para viajantes de lazer que embarcam nos voos da Delta

    Desde 16 de maio, as frequências sem quarentena para as cidades italianas Roma e Milão estão abertas aos clientes com resultado negativo em testes para...

    Relacionadas

    Compartilhe com um amigo:
    Pautas e Marketing