Bondinho Pão de Açúcar comemora 106 anos 

O Bondinho Pão de Açúcar completa 106 anos no próximo dia 27 de outubro.

EDIÇÃO DO DIÁRIO com agências

Mais de 47 milhões de pessoas já passaram pelo cartão postal, que foi o primeiro teleférico do Brasil e terceiro do Mundo. Em mês de festa, o ponto turístico acaba de renovar o Selo Verde da ABNT e se mantém como única atração turística da América Latina que possui o Rótulo Ecológico.

A certificação é um importante mecanismo de implementação de políticas ambientais, uma garantia de que o serviço prestado pela empresa tem menor impacto ambiental. Para receber o Selo Verde, os serviços do ponto turístico foram avaliados por uma metodologia de certificação que vem sendo praticada ao redor do mundo.

Através de práticas sustentáveis, o Bondinho Pão de Açúcar transforma seus resíduos sólidos em matéria prima e adubo e utiliza sistema regenerativo de energia no seu transporte, além de energia renovável no complexo turístico.

 “Estamos baseados em uma área de conservação e entendemos a importância de cuidar e devolver à natureza todo o bem que ela nos traz. Tocamos diversos projetos ambientais, como Educa Bondinho, programa de educação ambiental que recebe por ano mais de 10 mil alunos e professores todos os anos. Dar visibilidade a esse tema é papel de todos nós.” afirma Roberta Pena, engenheira ambiental do Bondinho.

Comemorações

Como tradicional palco de grandes shows, a comemoração será a altura da trajetória do Bondinho e acontecerá em dois fins de semana, com atrações durante todo o dia e shows como Natiruts, Blitz e Casuarina.

A programação terá atrações para todos os gostos e estilos musicais. No sábado, 20 o samba da banda Casuarina dá início às comemorações, com show aberto ao público do Bondinho, a partir de 17h. A grande atração da noite de sábado, 20, é a banda Natiruts, que se apresenta no Morro da Urca cantando os maiores sucesso da carreira, com venda de ingressos à parte.

Já no domingo, 21, é a vez do grupo Batuque na Cozinha e a DJ Carol Legally animarem o fim de tarde do Morro da Urca, em apresentações abertas ao público do complexo turístico. O público poderá curtir também o batuque da escola de percussão de Ivo Meireles.

No sábado, 27, além do tradicional parabéns, a vista inconfundível do cartão-postal ficará ainda melhor com a apresentação do concerto Amores do Rio, com interpretações de músicas de Tom Jobim e Vinicius de Moraes em Coro e Orquestra. Com regência de Jonas Hammar, o concerto contará com cem vozes e uma orquestra de 25 músicos.

 A comemoração continua à noite com show da banda Blitz, que fez história no Morro da Urca. Evandro Mesquita e companhia agitam a noite de sábado, 27, no tradicional Anfiteatro do Morro da Urca. O show tem venda de ingressos à parte. Toda a programação do aniversário de 106 anos do Bondinho está disponível no site www.bondinho.com.br.

História

Durante todo o mês de outubro, os visitantes podem conferir a exposição ‘Um Bondinho de Memórias’, no Morro da Urca, com fotografias que contam a história do teleférico e retratam as transformações pelas quais o Rio de Janeiro passou nesses 106 anos.

Inaugurado em 27 de outubro de 1912, o bondinho inseriu o Brasil no roteiro das grandes atrações turísticas mundiais e até hoje tem ares de visionário, dada a grandeza de sua construção. Hoje, a charmosa travessia já faz parte da paisagem da cidade. Albert Einstein, um dos visitantes ilustres do cartão-postal, descreveu o passeio como uma “viagem vertiginosa sobre floresta selvagem em cabo de aço. Em cima, um magnífico jogo de alternância de neblina e sol”.

Além de história, o complexo turístico representa a irreverência do carioca. De cenário de filme Hollywoodiano, como o 007, a palco para memoráveis viradas de ano e bailes de carnaval, o bondinho do Rio coleciona histórias divertidas e curiosas.  Desde a década de 40, o Morro da Urca era um ponto de encontro e de muita música. Foi no tradicional palco do Morro da Urca que Cazuza fez seu primeiro show. Tim Maia também subiu de Bondinho para se apresentar. Com medo de altura, o síndico pediu – e recebeu – o cachê em moedas.

Paulo Atzingen
Paulo Atzingenhttps://www.diariodoturismo.com.br
Paulo Atzingen é paulista e jornalista profissional (DRT-185 PA) desde o ano 2000; cursou Letras e Artes e Comunicação Social na Universidade Federal do Pará (UFPA), É poeta, contista e cronista. Estuda gaita (harmônica).

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Live solidária arrecada R$ 84 mil para profissionais de turismo de Foz do Iguaçu

Cerca de 600 pessoas, entre guias de turismo, taxistas, motoristas e camareiras, de Foz do Iguaçu, foram beneficiadas pela live solidária na usina de...

Pousada Casa de Maria, em Prado-BA, reabre seguindo protocolos de saúde e segurança

Estabelecimento recebe Selo Turismo Responsável do Ministério do Turismo  No último dia 1º de julho (quarta-feira) a Pousada Casa de Maria (www.pousadacasademaria.com.br), localizada em Prado...

SWISS faz primeiro voo após a retomada da rota São Paulo-Zurique 

Com os três voos por semana da SWISS, somados aos cinco de Lufthansa, o Lufthansa Group passa a conectar o Brasil com a Europa...

Carambeí: memória, fé e trabalho marcam viagem aos Campos Geraiss

15 ANOS DIÁRIOS - 10 de setembro de 2017 São casas, ferramentas, tratores, comidas, vestimentas, modo de se vestir e falar e uma infinidade de...

Denilson Althmann, do Park Inn By Radisson Santos: “hospitalidade continuará, sem ou com máscara”

Precursor das perguntas diretas aos seus interlocutores em busca de respostas objetivas e  francas, o DIÁRIO retoma seu quadro "TRÊS, QUATRO OU CINCO PERGUNTAS...

Los Cabos leva operadores e jornalistas a experiência sensorial inédita 

15 ANOS DIÁRIOS - 26 de setembro de 2017 por Paulo Atzingen* O que aparentava ser uma óbvia apresentação de um destino com  números de desembarques...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias