Bourbon Curitiba Convention Hotel: para executivos de terno e gravata e turistas despojados

Durante a Expo Turismo Paraná, que aconteceu de 9 a 10 de Junho em Curitiba, o DIÁRIO hospedou-se no Bourbon Curitiba Convention Hotel, um dos mais emblemáticos e modernos hotéis da capital paranaense. Sua característica híbrida – palavra que se tornou comum para classificar eventos virtuais e presenciais – pode ser usada também para descrever esse hotel. 

REDAÇÃO DO DIÁRIO (por Paulo Atzingen)*

O Bourbon Curitiba Convention Hotel acolhe tanto o executivo de terno e gravata que vem à cidade para fazer negócios, participar de feiras e eventos, como o turista de camisa polo e bermuda, que vem à capital paranaense conhecer seus parques, museus, ordenamento urbano e se admirar. O hotel tem como gerente geral Henrique Pena que gentilmente atendeu à reportagem. 

Há exatos 50 dias à frente do hotel,  Henrique Pena tem planos muito claros em sua gestão: fazer com que o hotel seja reconhecido como o melhor prestador de serviços ao cliente e com a melhor gastronomia oferecida por um hotel na capital paranaense. 

Bourbon Curitiba Convention Hotel: lobby com classe (Crédito das fotos: Paulo Atzingen)

“Já temos como essência o bom serviço, o bom atendimento, a conservação das áreas, a higiene e segurança sanitária que são marcas conquistadas da rede Bourbon. O hotel já é um ícone, mas queremos reforçar toda a parte de serviços (ao hóspede). O meu foco aqui é que esse hotel seja reconhecido como o melhor hotel de serviços de Curitiba e o melhor hotel em termos gastronômicos”, afirma Pena ao DIÁRIO .

Pena lembra que o hotel já carrega uma história bem consolidada com os seus dois restaurantes, o Tom (em referência ao maestro Tom Jobim) e o Kibô de comida oriental – ambos espetaculares – e que reabrirá em breve um terceiro, o Le Bourbon.

“Já temos o Tom, como sua premiadíssima feijoada, e considerada a melhor feijoada de Curitiba, e também temos o Kibô, que é um restaurante de comida oriental japonesa, que também é espetacular. Temos planos em reabrir o Le Bourbon, um bistrô francês”, revela o gerente geral, sem especificar a data. 

Confira fotos do hotel:

Hotel pós pandêmico

Com um panorama de pós-pandemia quase configurado, Henrique garante que todos os flancos dos negócios do hotel já dão mostras de recuperação.

“A gente viu que desde o começo do ano (de 2022), principalmente o lazer já estava com uma retomada bem interessante. Percebemos que a parte de eventos o mice (Meetings, Incentives, Conferences and Exhibitions) também teve uma boa retomada. A gente previa que ficaria em torno de 30% a menos que 2019, no entanto, agora acredito que chegaremos no final do ano no mesmo nível de 2019”, comemora, sem revelar os números totais. Ele pondera, no entanto, e aponta que o setor corporativo só deve se equiparar a 2019 no ano que vem. “Mas na parte de lazer, inclusive, já temos índices maiores do que se via antes da pandemia”, compara.

Confira o vídeo na Suíte Presidencial, de 300 metros quadrados

 

Flexibilização

“As pessoas têm viajado para ficarem mais tempo hospedadas. Muitas empresas têm flexibilizado a questão do escritório. Tem sido comum viajar numa quinta, sexta-feira, e aproveitar o final de semana, e trabalhar online, o que  tem ajudado muito nas viagens de lazer”, identifica o executivo reforçando a estrutura completa do hotel que atende os perfis bleisure.

“Estamos investindo muito forte em wi-fi, e na parte de convenções, conseguindo atender todos esses nichos aqui no Bourbon. Em maio, conseguimos passar de 50% de ocupação do hotel. Tivemos também um crescimento na diária média. Crescemos bastante no faturamento em todas as áreas do hotel e a gente acredita que no segundo semestre chegaremos a nível (médio) de 60% de ocupação”, prognostica o gerente.

Henrique descreve os tipos de apartamentos do Bourbon Curitiba Convention Hotel que se adequam a qualquer perfil, de executivo formal ou despojado a presidente ou popstar. 

“Temos 170 apartamentos, dentre os quais 26 suítes e uma suíte presidencial. Os apartamentos em classe superior possuem 26 metros quadrados e são configurados com cama de casal, duas de solteiro, ou  superior plus. As suítes, temos as diplomata, a nobre e a premier e, por fim, temos a suite presidencial com 305 metros quadrados (veja o vídeo abaixo)

Eventos

Fazendo jus ao nome, o Bourbon Curitiba Convention Hotel tem um Centro de Convenções que oferece até nove salas de eventos moduláveis e três foyers (área externa dos auditórios próprias para coquetéis). 

O Centro de Eventos tem uma sala que pode receber até 400 pessoas

Com o gás e o entusiasmo característicos de quem inicia (ou reinicia) uma nova etapa profissional, Henrique Pena finaliza a entrevista falando da sua expectativa para os próximos meses: 

Percebemos que desde depois do Carnaval a demanda para eventos corporativos tem aumentado bastante. Entre os meses de abril e maio, recebemos dois congressos grandes. Temos capacidade para receber até mil pessoas simultaneamente, sendo que na nossa maior sala recebemos até 400 pessoas”, quantifica.

“A gente vê que as empresas estão voltando a se encontrar, estão querendo unir os colaboradores, compartilhar informações, fazer negócios. Voltamos ao normal”, finaliza o executivo. Já estava mais do que na hora dessa volta. 


HENRIQUE PENA é mineiro de BH. Iniciou sua carreira como estagiário de recepção em um resort na Bahia. Trabalhou no grupo Posadas, em Belo Horizonte, leia-se bandeira Ceasar Business, lá ficando oito anos. Convidado para ser o gerente de operações noturnas de dois hotéis em São Paulo, o Ceasar Park Faria Lima e o Ceasar Business Faria Lima, não pensou duas vezes. Foi. Ali ficou mais três anos. Fez um período sabático – de dois anos – fora da hotelaria no setor de shopping-center, cuidando da área de relacionamento com os lojistas, com os clientes, implantando a parte de serviços dentro de shopping. Depois voltou para a hotelaria, desta vez na rede Meliá. Foi para a Accor assumindo como assistente de gerente e em onze meses foi para a gerência geral do antigo Mercure Saint Germain (depois Mercure Alameda Santos), em São Paulo. Fez a implantação de alguns hotéis como o Adagio Berrini, na época de lançamento da marca Adagio; do Mercure JK, que era o antigo Mercure Funchal e do Mercure Batel, em Curitiba. No início deste ano (para ser exato em abril) foi convidado para gerenciar Bourbon Curitiba Convention Hotel. E aqui está. 

Serviço:

BOURBON CURITIBA CONVENTION HOTEL

COMO CHEGAR:


*O jornalista Paulo Atzingen ficou hospedado a convite do grupo Bourbon

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT

Atendimento Comercial