Brasília busca protagonismo no turismo náutico brasileiro

Lago Paranoá desponta como o grande destino náutico do país ao oferecer segurança, condição de navegabilidade o ano todo e infraestrutura

Edição DIÁRIO com agências

Os números sobre Brasília e o Lago Paranoá surpreenderam os participantes na abertura da 6ª edição do Congresso Internacional Náutica, nesta quarta-feira, 3 de novembro, em São Paulo.

O evento contou com a presença de prefeitos, secretários e agentes de todas as regiões do Brasil para discutir temas como a despoluição, estratégias e tendências do turismo nacional das águas e o cenário de retomada econômica pós-pandemia.

Na ocasião, o Lago Paranoá despontou como um dos principais destinos do segmento no Brasil.

A secretária de Turismo do Distrito Federal, Vanessa Mendonça, marcou presença no primeiro dia de debates e projetou a capital federal como uma das principais tendências para o turismo náutico do país.

“Temos o maior lago artificial urbano da América Latina com 80 km de perímetro e 38 metros de profundidade máxima e com boas condições de navegabilidade durante os 12 meses do ano”, diz ela.

A infraestrutura às margens do Lago Paranoá reúne 38 clubes, 18 marinas, 28 bares e restaurantes e 9 hotéis.

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT