Bruno Wendling, presidente da FundTur-MS, fala ao DIÁRIO

O novo diretor-presidente da Fundação de Turismo do Mato Grosso do Sul (FundTur-MS), Bruno Wendling, concedeu uma entrevista exclusiva ao DIÁRIO.

Marcos J. T. Oliveira, repórter freelancer do DIÁRIO

Bruno Wendling, concedeu uma entrevista exclusiva ao DIÁRIO e afirmou que “quanto maior o fluxo turístico no município, maior é o entendimento da população​ em geral em relação à atividade turística, porém em municípios onde não existe esse fluxo, este segmento é pouco conhecido. Desta forma iremos realizar ações de sensibilização, por meio de nivelamento de informações sobre o Turismo e seus possíveis impactos na economia local.

Bruno Wendling tem 38 anos e é Especialista em Ecoturismo/Planejamento e Interpretação em Áreas Naturais pela Universidade Federal de Lavras (UFLA) e possui curso de Extensão em Gestão Pública de Turismo pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Já trabalhou como técnico na Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul e Ministério do Turismo, além de ter ocupado a Secretaria de Turismo de Cairu/ Morro de São Paulo (BA) nos últimos quatro anos.

Acompanhe: 

DIÁRIO- Como está o turismo para o Mato Grosso do Sul atualmente? Quais as novidades em equipamentos ou oferta em 2017?

Bruno Wendling: Estamos passando por um processo de reestruturação, haja vista as recentes adequações feitas pelo governo do Estado. Mas isso não impediu de implementarmos algumas ações. Dentre elas a atualização do Programa de Classificação Turística dos Municípios, único sistema on-line deste tipo no Brasil, para elencar o “estágio” de desenvolvimento dos municípios e seus produtos turísticos. Após este levantamento teremos um “raio -x” detalhado de nossa oferta turística, bem como dos produtos turísticos disponíveis para comercialização, mas já é esperado que Campo Grande, ​Bonito-Serra da Bodoquena e Pantanal se destaquem como destinos já estruturados e prontos para operação.

DIÁRIO- Quais as principais feiras e eventos que a Fundtur participará este ano?

Bruno Wendling: A Fundtur já participou este ano da FIT Bolívia, inclusive com uma caravana de 44 pessoas, da WTM Latin America, em São Paulo, divulgando o turismo rural na Expogrande – maior feira agropecuária do Centro-Oeste, e na Coopavel Show Rural lá em Cascavel e participará agora da FIT Pantanal, em Cuiabá. Na última semana de abril apresentaremos e validaremos, junto ao trade turístico do Estado, a programação de eventos para este ano. Nosso calendário incluirá eventos voltados para o trade em geral e também para segmentos importantes para o ​estado, como aventura, pesca e birdwatching.

DIÁRIO- Qual é a relação da secretaria/fundação com o Ministério do Turismo? Existe algum projeto conjunto?

Bruno Wendling: A FundturMS mantem uma relação de parceria contínua com o MTur, valendo ressaltar que o estado de Mato Grosso do Sul é o estado do Brasil com a maior quantidade de convênios celebrados com o Governo Federal, dentre eles o Ministério do Turismo. Neste momento estamos atualizando o “Mapa do Turismo Brasileiro”, demanda oriunda do  MTur, para identificar os municípios que desenvolvem a atividade turística efetivamente.

DIÁRIO- Quais os números do turismo no MS? O perfil de visitantes? Origem?

Bruno Wendling: Ainda encontra-se em construção o número total do fluxo de visitantes em Mato Grosso do Sul, visto que esta ação depende da parceria com diversos outros órgãos que são controladores do tráfego de pessoas no Estado. Entretanto, o número de turistas de lazer monitorado pelos Observatórios de Turismo de Bonito e de Corumbá, dois municípios pertencentes à Rota Pantanal-Bonito que é principal Rota Turística do Estado atualmente, é de  aproximadamente 430 mil turistas de lazer em 2016.​ No dia 12 de abril tivemos o lançamento do Observatório de Campo Grande, que irá incrementar e integrar as pesquisas feitas pela Fundação de Turismo do estado.​

Estes turistas, na análise da demanda internacional, são provenientes de diversos países como Bolívia, Paraguai e Argentina, na América do Sul, e Alemanha e Estados Unidos da América, proveniente de outros continentes. Na demanda nacional, os principais emissores para estados são: São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná. (Fonte: Observatórios de Turístico de Corumbá e de Bonito). De acordo com o Plano de Marketing do Polo Bonito-Serra da Bodoquena, elaborado em 2014, o Perfil dos Turistas que visitam os atrativos desta Rota é em sua maioria homem, brasileiro, com idade entre 31 e 50 anos e renda familiar superior a seis salários mínimos.

DIÁRIO- Que novos destinos o Estado tem promovido nos programas turísticos?

Bruno Wendling: A Fundação de Turismo de MS tem trabalhado no sentido de apoiar a inovação e a diversificação da oferta turística, atuando junto aos municípios que tenham potencial e se mobilizem para tal. Alguns municípios se destacam neste processo, como Costa Rica, que faz parte do Parque Nacional das Emas e já vem sendo trabalhado pelo estado de Goiás, além dos municípios de Rio Verde de MT e Ponta Porã, com seu turismo de compra e com potencial para o turismo histórico.

 

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Latam entra em recuperação judicial no Brasil, com solicitação a tribunal de Nova York

O Grupo Latam Airlines decidiu incluir a operação brasileira no processo de recuperação judicial, solicitado em um tribunal de Nova York, em 26 de...

Parques Walt Disney World Resort reabrem neste sábado (11)

Os parques temáticos Magic Kingdom e Disney’s Animal Kingdom reabrem no dia 11 de julho, seguidos do EPCOT e Disney’s Hollywood Studios, no dia...

Com demissões, CVC estima perdas de R$ 756 milhões com a pandemia

A CVC Corp, maior grupo de turismo do país, anunciou uma previsão de perdas de R$ 756 milhões durante o primeiro semestre do ano,...

Jornal DIÁRIO DO TURISMO tem novo slogan e anuncia novos colaboradores

Novidade que reforça o protagonismo do leitor integra a nova etapa do projeto de renovação editorial, explica o diretor de redação Paulo Atzingen  POR ZAQUEU...

7 dicas para se profissionalizar na comunicação virtual

De repente, veio a pandemia, a quarentena e, com elas, mudanças na rotina profissional e na forma de comunicação. Reuniões virtuais, lives, webinars e...

Blue Tree Hotels entra na era room office e lança lança My Space

A rede Blue Tree Hotels anuncia nesta sexta-feira (10) o lançamento do serviço My Space. EDIÇÃO DO DIÁRIO com agências Trata-se da ambientação dos apartamentos em...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias