Como a tecnologia pode ajudar a melhorar a hospitalidade

Especialistas em tecnologia apontam as tendências para o setor da hospitalidade

Por Karina Pio

Na 58° Equipotel, maior feira de hospitalidade da América Latina, que aconteceu de 22 a 25 de novembro no São Paulo Expo, em São Paulo, as empresas exibiram produtos e serviços que representam as principais tendências do mercado hoteleiro.

O Diário conversou com algumas empresas de tecnologia, com foco em atendimento, para conhecer algumas das principais novidades.

Após a pandemia, o setor econômico está retomando suas atividades e a tecnologia traz muitas possibilidades e facilidades aos consumidores. A coordenadora de marketing da Veja.it, Fernanda Vieira, aponta algumas dessas tendências para os hotéis com o objetivo de melhorar a hospitalidade.

“O hospede quer autonomia para consumir aquilo que deseja dentro do hotel”, afirma Fernanda Vieira (Foto: Karina Pio)

“A tv vem super forte como uma provedora de serviço do hotel. É uma maneira de transformar a Tv da acomodação não só como exibição de canais abertos e fechados, mas também para divulgar serviços internos, pacotes, parcerias, dicas de turismo e cardápio digital para agilizar o consumo do hóspede. Ele não precisa mais ligar para a recepção, ele pode pedir o que quiser da Tv”, afirma ela.

Check-out e pagamentos online, sejam por aplicativo ou via link web, são uma boa jogada para facilitar a vida do cliente. “O hospede quer autonomia para consumir aquilo que deseja dentro do hotel. A gente já faz isso no dia a dia. Então, por que o hotel não vai oferecer esse tipo de serviço?”, observa a especialista.

Asksuit apresenta as soluções em tecnologia para melhorar a hospitalidade e agilizar a vida do hóspede (Foto: Karina Pio)

Fernanda explica que a tecnologia, não somente para melhorar as experiências dos hóspedes, se faz mais importante do que o usual para que as empresas aumentem o ticket médio do hotel, reduzam custos operacionais e proporcionem maior segurança ao usuário.

Já Rodrigo Teixeira, sócio-fundador e CEO da Asksuit, falou sobre a digitalização do atendimento ao cliente. “O viajante está totalmente digital. Ele interage pelas mensagens do Instagram, Facebook, Google e WhatsApp. Então, toda a experiência de atendimento está cada vez mais conversacional. O viajante está cada vez mais querendo uma resposta instantânea”, disse ele, destacando que os hotéis precisam centralizar isso em uma única plataforma para conseguir gerir todos esses atendimentos de forma eficiente.

“O viajante está cada vez mais querendo uma resposta instantânea”, diz Rodrigo Teixeira (Foto: Karina Pio)

Segundo o CEO, promoções e pacotes mais completos também são uma boa aposta: “Cada vez mais, os hotéis focam em construir uma estratégia para se diferenciar de uma oferta de OTA’s, para trazer a reserva direta e passar a oferecer experiências mais completas, pacotes que envolvam mais serviços além do quarto”.

Rodrigo acredita que o contato mais direto com os hotéis é uma nova realidade, uma vez que as pessoas estão mais preocupadas com os protocolos de atendimento e desejam mais informações sobre o hotel e o destino escolhido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT