Concessionária assumirá operações de carga no Aeroporto de Joinville

Das agências com edição do DT

No dia 26 de novembro, o Terminal de Logística de Carga (Teca) do Aeroporto de Joinville/Lauro Carneiro de Loyola (SC) passará a ser operado pelo Consórcio Ponta Negra em Soluções Logísticas e Transportes Ltda. A perspectiva de aumento será de 30% na receita já a partir do mês de dezembro deste ano. A transferência das operações faz parte do posicionamento estratégico da INFRAERO, que prevê a concessão da exploração comercial de complexos logísticos situados nos aeroportos que administra à iniciativa privada.

O contrato de concessão de uso de área foi assinado em 22 de agosto de 2018. O documento terá vigência de 300 meses. O investimento total do consórcio vencedor da licitação, que irá realizar a atividade de armazenagem e movimentação de cargas internacionais e nacionais, será de aproximadamente R$ 20 milhões. A concessionária manterá a equipe atual de funcionários terceirizados. Os serviços serão realizados por seis responsáveis pela carga e descarga. Além de um pela vistoria junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).  Os equipamentos da INFRAERO instalados no Teca serão disponibilizados à Ponta Negra por meio de termo de comodato.

Terminal de Joinville

Inaugurado em 11 de dezembro de 1974, o terminal de Joinville foi um dos primeiros da Rede INFRAERO. Hoje, o empreendimento conta com uma área de 2.627 m². E movimenta, em média, 161 toneladas/ mês de cargas provenientes de países da Europa com destino à região norte do estado de Santa Catarina. O local é polo industrial voltado para os setores metalomecânico, automotivo, eletrodomésticos da linha branca, fármacos e equipamentos médico-hospitalares.

O superintendente do aeroporto, Rones Rubens Heidemann, explica que, para ampliar a movimentação do Teca, o Consórcio Ponta Negra será responsável pela implantação de um novo complexo logístico, com área de 103.103 m², em até 36 meses da assinatura do contrato. O novo local será composto por terminal de cargas, condomínio industrial, entreposto aduaneiro e aeroporto indústria.

Todos os projetos serão apresentados pela Ponta Negra à INFRAERO e demais órgãos intervenientes para aprovação. Ação acontece antes do início das obras, de acordo com o que determina o contrato. Outras informações podem ser consultadas no edital do processo, disponível na página da INFRAERO. Clique aqui.

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Solução judicial para o colapso financeiro da indústria e do comércio

A pandemia do coronavírus está provocando enormes consequências na indústria e no comércio. Os estragos são de grande impacto, com a evidente possibilidade de...

Novas datas para as Olimpíadas do Japão são anunciadas pelo COI

Os Jogos de Tóquio estão oficialmente remarcados. A Olimpíada será disputada entre 23 de julho e 8 de agosto de 2021. Já a Paralimpíada...

COVID-19 e as Fake News     

*Por Mário Inácio Ferreira Filho Como se já não bastasse uma economia em fraco crescimento, a burocracia e os demais entraves para ser um pequeno...

Argentina prolonga confinamento do coronavírus até a metade de abril

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, disse no domingo que o país prolongará o período de quarentena nacional obrigatória até a metade de abril...

Aérea Air Europa oferece canal exclusivo para agentes de viagem

Para atender aos agentes de viagem e operadoras com maior agilidade e autonomia, a Air Europa criou uma página dedicada. Nela, as agências de...

Covid-19: Trump prorroga isolamento social nos EUA

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, fez um apelo durante a coletiva de imprensa na Casa Branca, no último domingo (29), para que...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias