Cristina Lira: ‘Mulheres que escrevem o turismo do Brasil’

Soteropolitana de nascimento e potiguar de coração, Maria Cristina Bezerra Lira tem uma vasta experiência no trade de turismo, com mais de 20 anos de atuação na área. Mãe de dois jovens, mora em Natal (RN) com seu filho mais novo. A jornalista foi casada por 15 anos, e quando se separou, ficou com o sobrenome Lira, pois já era muito conhecida como Cristina Lira, ou Cris Lira para alguns profissionais.

REDAÇÃO DO DIÁRIO com texto de Tárcia Oreste

Cris é assessora de Imprensa do SERHS Natal Grand hotel & Resort há 19 anos. Com grande atuação no setor, também faz assessoria da Abav-RN e do Mirador Praia Hotel, ambos há 12 anos, além de promover press trips e o ‘Encontro dos Profissionais do Turismo com Cristina Lira’. Sua devoção à comunicação não para por aí. Cris Lira também escreve para os blogs ‘Turismo por Cristina Lira’, ‘Turismo & Negócios’ do Portal Grande Ponto, e para o portal online da Ambitur, de Portugal, assim como para a revista ‘Nova Fase’, do Paraná.

Desde a infância, vivida a maior parte na cidade de Natal, a jornalista visitou e viveu em diversos locais do país. “Era muito tímida e nem pensava no que poderia ser quando crescesse […]. Passei a adolescência em Brasília, onde estudei nos colégios Pio XII e Objetivo. Meus 15 anos foram em Belém, onde moramos por um ano. Lembro até hoje da festa de 15 anos, que foi no Forte do Castelo, um lugar turístico na cidade com uma vista linda. A cidade inteira foi para a festa. Aos 17 e 18 anos fui modelo em Brasília. Em função do trabalho do meu pai, moramos em algumas cidades”, contou Lira ao Diário do Turismo.

A trajetória de Cris Lira integra a série especial do DT, que traz detalhes da carreia de ‘mulheres que escrevem o turismo do Brasil’, acompanhe abaixo:

Diário – Como foi a sua decisão de ir para Brasília. Foi lá que fez a faculdade de Comunicação?

- Advertisement -

Morei [em Brasília] em vários momentos, na infância, na adolescência e na fase mais adulta. Fiz vestibular e fui aprovada, mas na ocasião viemos morar em Natal, [onde] ingressei na UFRN, no Curso de Comunicação – Jornalismo por dois anos. Depois, retornamos para Brasília, onde cursei a Universidade de Brasília (UnB) por três anos. Fiz estágios na Telebrasília, na TV Bandeirantes, num jornal de Taguatinga. Conclui o curso na UnB, em 1985.

Fui substituir uma amiga de férias no cargo de produtora executiva da rádio Atlântida FM, na época, depois vendida para a rádio Globo. Acabei ficando um ano contratada e minha amiga foi para outro cargo. Fiz um trabalho para o Correio Braziliense. Depois, surgiu uma vaga e fui para a sucursal do jornal Estado de Minas, onde cobria a editoria nacional, juntos aos ministérios, Congresso Nacional, Embaixadas, entre outros.

Cris, em um momento relax

Diário – Como surgiu a ideia de trabalhar com turismo e viagens?

Foi meio por acaso. Quando voltei de Brasília para Natal, ingressei logo nos jornais da cidade como repórter, como o Diário de Natal, depois a Tribuna do Norte e, em seguida, o Jornal de Hoje, quando comecei a cobrir a chegada de navios estrangeiros. Eu era a repórter que falava inglês. Antes de vir para Natal, estava inscrita numa bolsa de uma universidade para fazer um curso na Alemanha, mas em um ano me casei, e minha vida mudou.

Casei com um natalense, da área do comércio, e tive dois filhos, Diego e André. Na época, trabalhava na loja de eletrônica com o meu marido e era repórter do jornal. Comecei a empreender no turismo, quando no boom do turismo, abrimos uma agência de viagens. Fiz o curso de emissão de agências de viagens do Senac, para aprender o bê-á-bá. Meu então marido abriu uma locadora de carros. Eu era tudo, sempre tive medo de dirigir, mas levava o carro até o aeroporto em qualquer hora do dia e da noite, ia ao hotel, fazia contrato, vendia e emitia bilhetes, pacotes, entregava bilhetes na casa do cliente e etc […].

Comecei a escrever sobre Turismo, uma coluna, no próprio Jornal de Hoje. Passei a escrever também em revistas como freelancer, matérias e colunas de turismo. Na ocasião, fui convidada para ser assessora de Imprensa da Abav-RN. Éramos também associados à entidade. O Jornal de Hoje já estava para fechar e deixei o jornal. Era o auge, uma loucura de turistas estrangeiros e sobretudo europeus. Na mesma época, eu já exercia o cargo de assessora de Comunicação da Setur. Fui convidada pelo secretário de turismo do Estado para ser assessora de Comunicação da Setur-RN e lá fiquei por oito anos, passei por sete secretários.

Em 2003, eu e meu então marido criamos um jornal em formato tabloide, com 11 páginas preto e branco, chamado ‘Turismo & Negócios’, distribuído gratuitamente nas feiras e eventos de turismo. Já participava das feiras de turismo, famtours e eventos de um modo geral. Como meus filhos eram pequenos, eu viajava pouco. Ia mais aos eventos da cidade. Mas, em 2004, minha vida mudou. Tive um câncer maligno na mama. Me separei com 30 dias operada da cirurgia […]. Saí de casa com meus dois filhos e fui para a casa dos meus pais, daí minha vida mudou da água para o vinho. Foi um novo momento, novo recomeço, mas sempre com minhas atividades no turismo!

Cristina Lira em seu quadro Encontro dos Profissionais do Turismo

Diário – Você tem um bom trânsito com os governos estaduais, em especial do RN. Como conciliar seu trabalho de jornalista com os do governo?

Sim, tenho excelente trânsito, com todos e com raras exceções tive atritos. Se somos bons profissionais e fazemos nossa parte, com certeza o governo estadual ou de qualquer estado ou outro país, é que deve praticar a política da boa vizinhança e valorizar o nosso trabalho.

Diário – Quais foram as suas principais reportagens?

Uma delas foi uma matéria que fiz para o jornal Estado de Minas, sobre o metrô de BH, que foi destaque na capa. [Fiz uma] matéria exclusiva com o então presidente do grupo catalão SERHS, Ramón Bago, em 4 de julho de 2001, sobre a compra do terreno para a construção do SERHS Natal Grand hotel & Resort, destaque na capa do jornal. Outra especial foi cobrir uma das Expo Abav, em São Paulo, e fiz entrevista com o então presidente da Abla, Paulo Gabba, para o blog ‘Turismo por Cristina Lira’, que depois de anos me localizou e voltamos aos contatos, [além da] cobertura do lançamento do MSC Seview no meu blog, e da press trip para a República Dominicana, na qual fui convidada pelo representante do governo.  [Teve também] “Uma viagem a Portugal”, no blog ‘Turismo por Cristina Lira’, e uma viagem a Buenos Aires, também no blog, entre tantas outras importantes.

Jornal Turismo & Negocios (2003), tabloide criado por Cris e seu marido, à época

Diário – Você também realiza eventos, quais são esses eventos e em que eles colaboram com o turismo e a economia do Rio Grande do Norte?

Promovo o “Encontro dos Profissionais do Turismo com Cristina Lira” que, neste ano, em Natal, completa 10 anos em junho. Antes da pandemia, sempre era realizado uma vez por mês no SERHS Natal Grand hotel & Resort em formato palestra/jantar, cada um pagando o seu. Já promovi em sete cidades do Brasil, quatro vezes em Lisboa, duas vezes no Porto, em Portugal, e em Roma, na Itália, com apoio da Embratur. É focado em network, troca de ideias, e com a presença de players do turismo local, regional nacional e internacional, como palestrantes trazendo um feedback para os profissionais do turismo, beneficiando a cadeia produtiva do turismo do RN, na troca de ideias e aprendizados e muitas vezes formalizando parcerias e novos negócios com os profissionais participantes. O evento conta com apoio da Empresa Potiguar de Promoção Turística do Rio Grande do Norte (Emprotur-RN).

Também promovo press trips locais, regionais e nacionais. Todos com o objetivo de fomentar o turismo do Rio Grande do Norte, junto com estados vizinhos na promoção do destino. A convite do presidente da Emprotur, Bruno Reis, passo a trabalhar em parceria com a Empresa Potiguar de Promoção Turística do RN em todas as press trips, selecionando jornalistas em nível nacional ou internacional, participando da elaboração do roteiro junto à equipe Emprotur.

Cristina Lira superou um câncer e entrou de cabeça no turismo, quando sua vida deu uma grande virada

Diário – Qual foi sua maior realização como jornalista?

A primeira foi quando trabalhava na sucursal do Estado de Minas, em Brasília, e fui convidada pela Embaixada da Alemanha no Brasil para uma viagem informativa à Alemanha, com os maiores jornalistas do mundo. Eu fui a única jornalista do Brasil, bem jovem. Estive por 15 dias ao lado de 25 jornalistas do mundo, como o diretor do Le Monde, foi uma viagem única e especial.

Outra grande realização foi escrever com exclusividade para o Jornal de Hoje, de Natal. Na época, repórter de Cidade […], e pouco tempo depois ser convidada para ser assessora de imprensa do SERHS Natal Grand hotel & resort […]. Outra grande realização foi receber o prêmio Troféu Mulher Influente, em 2005, pelo Jornal MG Turismo, em Belo Horizonte, um ano depois de ter tido um câncer.

[Por fim], receber o título de cidadã natalense pela Câmara Municipal de Natal, pelos trabalhos desenvolvidos no turismo, e também o título de cidadã Norte Rio Grandense pela Assembleia Legislativa do RN, pelos trabalhos no turismo do Estado, entre tantos outros que me fizeram sentir muito mais realizada pela profissão que escolhi e que amo, o turismo.

Compartilhe com um amigo:

1 COMENTÁRIO

  1. Parabéns CL!”
    Agora vamos precisar do seu talento e de sua sabedoria para podermos recomeçar com muita força e grandeza. Estamos aqui para enviar muitos turistas para esta terra iluminada e sem igual. Cordial abc gaudérico! HAP

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


    Mais lidas

    Site do Editor

    O jornal dos melhores leitores

    Mais recentes

    Intercâmbio: tudo o que você precisa saber em 2021

    Mesmo em tempos de pandemia é possível realizar o sonho do intercâmbio EDIÇÃO DO DIÁRIO COM agências A pandemia da covid-19 afetou o mundo todo. Os...

    “Guias de turismo em breve mostrarão sua força, o pior já passou”, diz presidente da Fenagtur

    Nesta segunda-feira (10), se comemora o dia do Guia de Turismo no Brasil. A data serve para ressaltar a vital importância deste profissional no...

    Sky Samuara Hotel diversifica o público e tem expectativas positivas para a retomada do turismo

    O Sky Samuara Hotel integra a diversificada rede de hotéis do grupo Sky, na Serra Gaúcha. O Samuara fica em Caxias do Sul (RS),...

    Bertioga realiza evento “Maio Náutico” nos próximos dias 21 e 22

    Gratuito, evento em Bertioga acontece nos dias 21 e 22 de maio, das 10h00 às 18h00 e das 14h00 às 18h00, respectivamente. A pandemia C-19,...

    No Dia do Guia de Turismo Liguia realiza evento online

    O Dia do Guia de Turismo é celebrado nesta segunda-feira (10) e, para prestigiar esses profissionais tão importantes para o setor do Turismo, a...

    Turistas latino-americanos vacinados na praia de Miami Beach, Flórida

    Um posto de vacinação temporária aplicou neste domingo em Miami Beach, Flórida, 175 vacinas da Johnson & Johnson, a marca preferida dos turistas por...

    Relacionadas

    Compartilhe com um amigo:
    Pautas e Marketing