Dois novos navios movidos a GNL são garantidos pela MSC Cruzeiros

Continua depois da publicidade

Encomenda dos navios modernos da classe World foi realizada pela MSC Cruzeiros para o estaleiro francês Chantiers de L’Atlantique

Após confirmação da alta eficiência energética do MSC World Europa e do MSC World America, a MSC Cruzeiros confirmou nesta segunda-feira (13) a encomenda de dois novos navios movidos a Gás Natural Liquefeito (GNL). A negociação ocorreu junto ao estaleiro francês Chantiers de l’Atlantique.

De acordo com nota enviada pela MSC Cruzeiros ao DIÁRIO, os dois novos e modernos gigantes dos mares serão entregues em 2026 e 2027.

O desempenho significativamente melhor do que o requisitado pelo Índice de Design de Eficiência Energética (EEDI) da Organização Marítima Internacional (IMO) é o que mais chama a atenção dos navios já considerados sustentáveis da MSC.

Já os novos navios, segundo informações da empresa, devem ser uma evolução do modelo de última geração da classe World, com soluções para maximizar a eficiência energética. Haverá, por exemplo, a ampliação do sistema de recuperação de calor e outras soluções tecnológicas, fazendo com que os navios tenham uma emissão de carbono ainda mais reduzida.

Além disso, os novos navios estarão prontos para utilizarem uma variedade de combustíveis alternativos, incluindo biocombustível, combustível sintético e metanol verde. Os navios também serão equipados com a última geração de motores dual fuel de combustão interna com menor emissão de metano.

MSC World Europa 2
MSC World Europa (Foto: Divulgação)

Na nota enviada ao DIÁRIO, Pierfrancesco Vago, presidente executivo da MSC Cruzeiros, falou do orgulho em manter a parceria de 20 anos com o estaleiro Chantiers de l’Atlantique, onde já foram construídos 18 navios da companhia.

“A classe World é um protótipo verdadeiramente inovador e, juntos, estamos construindo alguns dos navios mais avançados do mundo. Estamos empenhados em pesquisar e investir em futuras tecnologias ambientais à medida que estas se tornem disponíveis, para garantir que continuemos progredindo em nossa jornada de descarbonização para alcançar zero emissões líquidas de gases de efeito estufa até 2050”, afirmou Vago.

Os novos navios da classe World contarão com conectividade de energia proveniente de terra para reduzir as emissões de carbono nos portos, os mais avançados sistemas de tratamento de águas residuais projetados em conformidade com a IMO, novos avanços na gestão de resíduos, e uma gama abrangente de equipamentos de eficiência energética a bordo para otimizar o uso do motor e as necessidades energéticas para reduzir ainda mais as emissões.

Os dois novos pedidos estarão sujeitos a acesso a financiamento, conforme prática do setor.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Publicidade
Publicidade

Recentes

Mais do DT

Publicidade