Em breve será possível pegar helicóptero do Uber em Nova York

Uber está tentando ocupar o céu da cidade de Nova York. Em breve, os usuários com orçamento folgado poderão usar o app para reservar voos de helicóptero para o aeroporto internacional John F. Kennedy.

POR AGÊNCIAS-REUTERS

A empresa anunciou sua oferta do ‘Uber Copter’ nesta quinta-feira, 3, dizendo que voos para Lower Manhattan estarão disponíveis para todos os usuários do Uber em 7 de outubro. O Uber já tinha disponibilizado o recurso para seus membros premium em junho.

O voo de aproximadamente oito minutos custará entre US$ 200 e US$ 225 por pessoa e incluirá transporte terrestre em ambos os lados da viagem. Os passageiros podem levar uma mala pequena e assistir a um vídeo de segurança antes da decolagem, semelhante ao de um avião.

Os preços do Uber se comparam aos dos concorrentes, incluindo o Blade, que oferece uma viagem de  US$ 195 dólares ao JFK de Manhattan. Esses serviços, porém, não oferecem transporte terrestre para o destino final.

Os voos em helicópteros da marca Uber são operados pela HeliFlite Shares, uma empresa de fretamentos licenciada com sede em Nova Jersey.

Por enquanto, as corrida do Uber para o heliporto de Manhattan estão apenas disponíveis no extremo sul da ilha para impedir que os clientes fiquem presos no trânsito e reduzam o tempo de viagem.

O Uber diz que o serviço visa reduzir o tempo de viagem, mas quando a Reuters tentou o Copter na quarta-feira, 2, uma viagem do escritório de Midtown para o aeroporto levou 70 minutos, incluindo um trajeto de metrô para o centro e duas viagens do Uber para e do heliporto. É mais ou menos o memso tempo que o táxi comum levaria em trânsito moderado.

Mas o Uber pode expandir gradualmente a zona de retirada de Manhattan, disse Eric Allison, chefe do Elevate, programa de carona aérea da Uber.

“Os helicópteros certamente são caros e serão um produto premium, mas acreditamos que podemos oferecer um ponto de entrada bastante acessível ao Uber Copter”, disse Allison durante uma entrevista.

O JFK é um dos maiores aeroportos do país e as viagens de carro de Manhattan congestionada podem levar de uma a duas horas, enquanto o transporte público leva entre 50 e 75 minutos.

A empresa fez parceria com os fabricantes de aeronaves Boeing, Bell Helicopter, Embraer, Mooney International, Pipistrel e Karem Aircraft para desenvolver os veículos, que atualmente estão disponíveis apenas como protótipo.

Avatar
Redaçãohttps://www.diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Bolivianos voltarão para casa depois de meses retidos na Alemanha

Os membros de uma orquestra boliviana que inclui flautas tradicionais esperam voltar para casa na próxima semana depois de ficarem retidos em um castelo...

Senado aprova projeto que oferece crédito para profissionais liberais

Em sessão remota nesta quinta-feira (28), o Plenário do Senado aprovou o projeto que abre linha de crédito especial para profissionais liberais durante a...

Alfredo Lopes, presidente do Hotéis Rio: as OTA’s não querem negociar!

Nas negociações para a retomada, o Sindicato dos Meios de Hospedagem do Município do Rio de Janeiro (SindHotéis RJ) vem convidando para a mesa...

Receita Federal define tributação de trusts

A passos tímidos, a Receita Federal do Brasil começa a se posicionar sobre a tributação de trusts. Apesar de não proporcionar o nível de segurança...

Rano Raraku: a fábrica de moais da Ilha de Páscoa

15 ANOS DIARIOS - Publicado dia 13 de agosto de 2017Por Paulo Atzingen (de Angaroa, Ilha de Páscoa)Entender a forma como as estátuas da...

Tribunal de Justiça de São Paulo suspende cobrança de dívida de agência de viagens

Diante de um cenário de prejuízo na casa dos bilhões, uma companhia aérea não pode se permitir a ressarcir bilhetes e viagens em prazo elástico...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias