Emirates faz comunicado oficial a passageiros, acionistas e funcionários

A Emirates, principal companhia aérea dos Emirados Árabes, desde o início do surto de COVID-19, vem adaptando as operações de acordo com as diretrizes regulatórias e a demanda de viagens.

REDAÇÃO DO DIÁRIO com agências


A companhia aérea emitiu um comunicado neste domingo (22) com o objetivo de manter voos de passageiros pelo tempo que for possível para ajudar os viajantes a voltar para casa em meio a um número crescente de proibições, restrições e bloqueios de países em todo o mundo.

“A Emirates continua a manter ligações vitais de carga aérea internacional para economias e comunidades, implantando sua frota de 777 cargueiros para o transporte de bens essenciais, incluindo suprimentos médicos em todo o mundo”, diz o comunicado.

Com muitos de seus clientes de companhias aéreas reduzindo drasticamente os voos ou encerrando completamente os serviços, a dnata também reduziu significativamente suas operações, incluindo o fechamento temporário de alguns escritórios em sua rede internacional.

“Tendo recebido solicitações de governos e clientes para apoiar o repatriamento de viajantes, a Emirates continuará a operar voos de passageiros e de carga para os seguintes países e territórios até novo aviso, enquanto as fronteiras permanecerem abertas e houver demanda: Reino Unido, Suíça, Hong Kong, Tailândia, Malásia, Filipinas, Japão, Cingapura, Coréia do Sul, Austrália, África do Sul, EUA e Canadá. A situação permanece dinâmica e os viajantes podem verificar o status do voo no site emirates.com.

Protegendo clientes, funcionários e comunidades

“O Emirates Group monitora de perto a situação e mantém contato regular com todas as autoridades relevantes, para que possa implementar as orientações mais recentes para manter os viajantes e seus funcionários seguros e saudáveis.

A empresa desencorajou fortemente seus funcionários de viagens não essenciais, implementou políticas de trabalho em casa para todos os funcionários onde fosse viável operacionalmente, aprimorou protocolos de limpeza e desinfecção em suas instalações, introduziu triagem de temperatura nos principais pontos de entrada do escritório e lançou campanhas educacionais internas em higiene das mãos e práticas de saúde para reduzir o risco de COVID-19.

Nas últimas semanas, a companhia aérea também implementou medidas aprimoradas de limpeza e desinfecção em todas as suas aeronaves que partem de Dubai por precaução e vem trabalhando em estreita colaboração com os aeroportos para implementar medidas de triagem, conforme exigido pelas autoridades locais.

Os funcionários da linha de frente, como equipes da tripulação e do aeroporto, também receberam apoio para permanecer em segurança durante o trabalho, incluindo o fornecimento de desinfetantes para as mãos e máscaras, quando necessário.

O Emirates Group apoia totalmente todas as iniciativas para proteger a saúde das comunidades em todos os mercados em que atua, incluindo a resposta nacional ao COVID-19 dos Emirados Árabes Unidos”.

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Medidas do governo darão fôlego às empresas durante a quarentena (OUÇA!)

Com o objetivo de reduzir o impacto financeiro causado pela quarentena da Covid19, o Governo Federal tem adotado diversas medidas na esfera tributária, principalmente...

O mundo precisa de pessoas juntas – Mensagem da Equipotel 2020 (Veja o vídeo)

O mundo precisa de pessoas juntas. Mas juntas de um jeito novo. Por hoje, pedimos que vivencie uma excelente hospitalidade em sua casa, para o seu...

LATAM já operou 115 voos especiais transportando mais de 16 mil passageiros

Grupo já operou 115 voos especiais, transportando não só seus passageiros, mas também clientes de outras companhias EDIÇÃO DO DIÁRIO com agências O Grupo LATAM Airlines...

FESTURIS e a recuperação do turismo no final do segundo semestre

Marta Rossi e Eduardo Zorzanello CEO’s da Rossi & Zorzanello Feiras e EmpreendimentosVivemos uma crise desafiadora e incomparável. Estamos em estado de guerra pela vida...

Airbnb pagará US$ 250 milhões a ‘anfitriões’ para ajudar a cobrir custos de cancelamentos por COVID-19

O CEO do Airbnb, Brian Chesky, anunciou a criação de um fundo de US$ 250 milhões para ajudar os anfitriões a cobrir o custo dos...

Prefeitos do ABC compram 1 milhão de testes de covid-19

O Consórcio Intermunicipal Grande ABC, que reúne prefeitos da região, anunciou a compra de 1 milhão de kits para testes de covid-19. A remessa...

Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias