Empresa de praticagem de Santos e São Sebastião contesta entrevista de Marco Ferraz em carta

Da Redação

Após entrevista com o presidente da CLIA Abremar (Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos), Marco Ferraz, publicada no DIÁRIO DO TURISMO na quarta-feira (23), na qual o entrevistado aponta os altos custos de praticagem como um dos fatores que “atrapalham a competitividade” dos cruzeiros marítimos brasileiros, a empresa Praticagem de São Paulo, responsável pelas manobras nos portos de Santos e São Sebastião, considera alguns fatores para o esclarecimento do leitor. Confira a carta na íntegra:

“A Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (ABREMAR) e a Praticagem de Santos passaram cerca de seis meses ao longo de 2015 negociando uma nova tabela de preços exclusiva para os navios de passageiros. Ao final, com a quase totalidade dos pleitos da ABREMAR atendidos e com reduções de valores que chegavam a até 15%, esses mesmos armadores desistiram de firmar o acordo. Em entrevista ao jornal Tribuna de Santos, a associação alegou falta de tempo para consultar todos os seus associados para firmar o acordo. Para nossa perplexidade, os armadores não quiseram reduzir seus preços, mantendo a tabela anterior.

Antes de embarcar, o passageiro paga cerca de R$2.500 pela viagem, mais R$500 de taxa de embarque e mais R$300 pelo estacionamento de seu carro durante os dias do cruzeiro; quando já a bordo, paga US$6 em cada lata de refrigerante, US$3 por uma garrafa de água, US$12 por uma fotografia, US$50 a US$80 para cada excursão em terra e, se por acaso ficar enjoado, US$60 a US$100 para uma consulta com o médico do próprio navio; isso tudo sem falar nas gorjetas compulsórias, na aquisição de souvenirs ou nos gastos no cassino do navio. Por outro lado, conforme declarações das próprias empresas de cruzeiros, o custo da praticagem não supera a média de R$10 ou US$3 por passageiro. Diante disso, teria algum fundamento e seria possível acreditar que um determinado turista potencial desistirá da viagem devido aos R$10 ou US$3 da praticagem? Não seria mais razoável supor que a atual crise econômica brasileira aliada à desvalorização do real tornou o turista brasileiro desinteressante para as empresas de cruzeiros, que optaram por levar seus navios a populações onde existe maior poder aquisitivo?

Sobre a comparação entre os preços da praticagem no Brasil e no mundo, a  praticagem brasileira contratou uma das mais respeitadas e idôneas entidades de pesquisa do Brasil, a Fundação Getúlio Vargas. No relatório final do estudo Análise da Competitividade Internacional dos Valores Cobrados pelos Serviços de Praticagem no Porto de Santos, divulgado em outubro de 2009, a Fundação Getúlio Vargas comprovou que os preços de Praticagem no Porto de Santos encontram-se próximos à média internacional e são inferiores à maioria dos portos de referência.Isso, com o dólar subvalorizado na época. Como as praticagens brasileiras recebem em reais, a alta vertiginosa do dólar certamente tornou os preços no Brasil ainda menores”.

Avatar
Redaçãohttps://www.diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Latam entra em recuperação judicial no Brasil, com solicitação a tribunal de Nova York

O Grupo Latam Airlines decidiu incluir a operação brasileira no processo de recuperação judicial, solicitado em um tribunal de Nova York, em 26 de...

Parques Walt Disney World Resort reabrem neste sábado (11)

Os parques temáticos Magic Kingdom e Disney’s Animal Kingdom reabrem no dia 11 de julho, seguidos do EPCOT e Disney’s Hollywood Studios, no dia...

Com demissões, CVC estima perdas de R$ 756 milhões com a pandemia

A CVC Corp, maior grupo de turismo do país, anunciou uma previsão de perdas de R$ 756 milhões durante o primeiro semestre do ano,...

Jornal DIÁRIO DO TURISMO tem novo slogan e anuncia novos colaboradores

Novidade que reforça o protagonismo do leitor integra a nova etapa do projeto de renovação editorial, explica o diretor de redação Paulo Atzingen  POR ZAQUEU...

7 dicas para se profissionalizar na comunicação virtual

De repente, veio a pandemia, a quarentena e, com elas, mudanças na rotina profissional e na forma de comunicação. Reuniões virtuais, lives, webinars e...

Blue Tree Hotels entra na era room office e lança lança My Space

A rede Blue Tree Hotels anuncia nesta sexta-feira (10) o lançamento do serviço My Space. EDIÇÃO DO DIÁRIO com agências Trata-se da ambientação dos apartamentos em...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias