Estados Unidos eliminam entrevista para alguns vistos até o final de 2022

Nova regra visa eliminar o acúmulo de solicitações junto ao Serviço de Cidadania e Imigração, além de ser uma medida tomada em razão da Covid-19

Edição DIÁRIO com agências

Até o final de 2022, os EUA concederá aos funcionários dos consulados o livre arbítrio em relação as entrevistas à candidatos a certos tipos de vistos que já tenham uma petição aprovada pelo Serviço de Cidadania e Imigração dos EUA.

A nova autorização aplica-se a trabalhadores temporários que solicitem os vistos H-1, H-3, H-4, L, O, P e Q e que cumpram certas condições, incluindo que a solicitação esteja sendo feita a partir de seu país de nacionalidade ou residência.

Entre as condições da normativa, o candidato a um desses vistos não pode ter tido um visto recusado anteriormente ou ter alguma inelegibilidade aparente ou potencial para a emissão dos vistos, cada um com suas regras.

Cidadãos de países que participam do Programa de Isenção de Visto, como França,, Austrália, Itália, Japão, Portugal e Espanha, também estarão isentos da entrevista presencial se assim determinado pelo oficial consular e apenas caso já tenham viajado anteriormente aos Estados Unidos ao menos uma vez, usando uma autorização obtida por meio do Sistema Eletrônico de Autorização de Viagem.

Candidatos a vistos do tipo H-2, F, M e J, que já havia a desobrigação da entrevista, foi prorrogada também até o final de 2022, e para quem renovar qualquer visto dentro de 48 meses do prazo de validade, também são agora elegíveis para a isenção da entrevista presencial.

PC

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT