Estrangeiros gastam US$ 548 milhões no Brasil

Aumento de gastos no país se explica pelas oportunidades geradas pelo setor, visibilidade do país com a Copa do Mundo, calendário favorável de feriados e cotação do dólar

(AGências com Edição do DT) O gasto dos turistas estrangeiros no Brasil cresceu em março, na comparação com igual período de 2014. Os visitantes foram responsáveis por acrescentar US$ 548 milhões à economia. Em março do ano passado, deixaram no país US$ 535 milhões.

Na avaliação de especialistas e representantes do setor, o aumento de gastos se deve às oportunidades geradas pelo setor, à visibilidade do país com a Copa do Mundo, ao calendário favorável de feriados e à cotação do dólar que, apesar da queda nas últimas semanas, se mantém próxima dos R$ 3.

Para o professor de economia da Universidade de Brasília (UnB), Roberto Piscitelli, os efeitos do dólar na balança do turismo não ocorrem de maneira imediata, já que as viagens – e especialmente aquelas para o exterior – costumam ser planejadas com meses de antecedência. “Os dados de março podem ser o primeiro sinal de que os viajantes estão trocando viagens do exterior para o Brasil, mas é preciso aguardar o resultado dos próximos meses para poder afirmar que estamos diante de uma tendência”, diz.

Já Edmar Bull, vice-presidente administrativo da Associação Brasileira de Agências de Viagem (Abav), observa que é preciso cautela ao analisar os dados já que o ano passado foi atípico devido à Copa do Mundo e às eleições, o que provocou uma concentração das viagens no primeiro semestre. Bull observa ainda que houve aumento da oferta e queda nos preços dos pacotes, o que também contribui para o aumento das viagens para o Brasil.

De acordo com um estudo do Ministério do Turismo, os destinos locais mais procurados por estrangeiros que viajam a lazer são Rio de Janeiro, Florianópolis (SC), Foz do Iguaçu (PR), São Paulo e Búzios (RJ).

Paulo Atzingen
Paulo Atzingenhttps://www.diariodoturismo.com.br
Paulo Atzingen é paulista e jornalista profissional (DRT-185 PA) desde o ano 2000; cursou Letras e Artes e Comunicação Social na Universidade Federal do Pará (UFPA), É poeta, contista e cronista. Estuda gaita (harmônica).

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

As 100 melhores crônicas de João Saldanha são reunidas em livro

As crônicas foram selecionadas pelo historiador Alexandre Mesquita após a leitura de todo o acervo disponível sobre João Saldanha entre 1960 e 1990 EDIÇÃO DO...

Grupo Iberostar inicia reabertura de hotéis e reforça segurança sanitária

De forma escalonada, a reabertura de uma seleção de hotéis do Grupo Iberostar acontece a partir da segunda quinzena de junho garantindo protocolos de...

Portugal recebe o Selo ‘Safe Travels’ do World Travel & Tourism Council

Este selo visa reconhecer destinos que cumprem protocolos de saúde e higiene alinhados com os Protocolos de Viagens Seguras emanados pelo WTTC, ajudando, sobretudo,...

Três perguntas para Sanfo Boubakar, diretor da ClassTraining, sobre treinamento na retomada

Engenheiro químico com mais de 23 anos de experiência profissional e acadêmica, Sanfo Boubakar é marfinense naturalizado brasileiro. REDAÇÃO DO DIÁRIO Há quase 35 anos no...

Bolsa qualificação beneficia turismo de Foz do Iguaçu e preserva 4,5 mil empregos

Foz do Iguaçu vem adotando diversas medidas para preservar empregos e amenizar o impacto social provocado pela pandemia no novo coronavírus (Covid-19). Uma delas...

Os  Embaixadores do Rio e a retomada do turismo fluminense

Bayard Do Coutto Boiteux*O Rio  de Janeiro com a pandemia causada pelo Covid-19 passa o pior momento de sua história turística nas últimas décadas....

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias