Evento digital propõe juntar forças contra a destruição

A falta de políticas consequentes e efetivas de preservação dos recursos naturais no Brasil, como um todo, é tema de forte repercussão negativa. A imagem do país perante o mundo nunca esteve tão arranhada, especialmente a partir de 2019.

EDIÇÃO DO DIÁRIO com agências nacionais


No contexto que inclui mudanças profundas resultantes da pandemia Covid-19, a MAPS realiza, em 15 e 16 de Setembro de 2020, evento virtual de notória relevância. Por meio de plataformas digitais, o Iº Fórum Internacional MAPS – Turismo, Eventos e Sustentabilidade focaliza a retomada sustentável dos negócios, nesses segmentos e no conjunto da economia.

Carla Mott Ancona, diretora da MAPS, consultora em projetos sustentáveis, empreendedora e detentora de reconhecido networking global, é especialista em Sustentabilidade. Dedica-se a planejar e implantar projetos sustentáveis, no desenvolvimento de estratégias on demand, que agreguem às marcas valores de responsabilidade socioambiental.

Iniciativa dirige-se ao público em geral e às empresas, de qualquer porte ou ramo, que precisam organizar um evento ou uma viagem, seja para colaboradores ou clientes. “Uma montadora que vai lançar um novo carro e precisa reunir seus concessionários, tem a possibilidade de contratar fornecedores compromissados em fazer um evento sustentável”, exemplifica Carla Ancona.

O Fórum abrange debate amplo, que além de envolver os Objetivos para um Desenvolvimento Sustentável (17 ODS/ONU), tem como referência princípios da permacultura, da agrofloresta, da economia circular, do turismo de base comunitária; enfim, “uma confluência de matérias que, num encontro transdisciplinar (conforme o conceito proposto por Edgar Morin), converge para um mesmo objetivo – a regeneração do planeta”, resume Carla Ancona.

O antropólogo Bento Cruz (Crédito: divulgação)

Caso 

Bento Cruz é antropólogo e permacultor, responsável pela implantação das práticas agrícolas sustentáveis aliadas ao turismo de base comunitária que resultaram no Projeto Aratu, na Ilha Mem de Sá (Sergipe), cujo principal resultado foi a transformação social da comunidade – hoje reconhecido internacionalmente como modelo em turismo sustentável. Case será apresentado no evento.

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT

Atendimento Comercial