Francisco Calvo, da Hplus Hotelaria: “paridade de tarifas se conquista com consistência de produto”

Com larga experiência nos serviços de hospitalidade corporativa, agora o grupo parte para o segmento de lazer e abre dois hotéis na praia

Por Paulo Atzingen

Na última sexta-feira (27), o CEO da Hplus Hotelaria, Francisco Calvo e o diretor de marketing Luiz Daniel Guijarro, apresentaram as duas novas unidades da rede inauguradas nos meses de agosto e outubro deste ano: o Ponta Negra Hplus Beach em Natal e o João Pessoa Hplus Beach, na capital da Paraíba. “Chegamos à praia”, brincou Calvo durante coletiva de imprensa na capital paulista.

Um voo mais leve

Com larga experiência em oferecer serviços e produtos à classe executiva com seus 14 empreendimentos em Brasília (DF), agora o grupo hoteleiro do Centro Oeste parte para um voo mais leve criando esses dois produtos destinados ao público de lazer.

“Estudamos esse novo nicho internamente. Implantaríamos uma unidade premium, executiva, enxuta? Decidimos criar um produto com uma nova atmosfera, com uma nova identidade visual, descontraída, conectada àquela grata sensação de quando se chega à praia. Criamos o Hplus Beach”, enumera Francisco Calvo.

Fachada do Ponta Negra Hplus: de cara pro mar (Foto: divulgação)
Fachada do Ponta Negra Hplus: de cara pro mar (Foto: divulgação)

Um voo mais alto

Se compararmos os dois hotéis que foram abertos pela Hplus na praia – o primeiro, o de Natal, com 60 apartamentos, e o segundo o de João Pessoa, com 88 unidades habitacionais -, com as grandes naves de hospedagem que o grupo possui em Brasília – são cinco hotéis e nove apart-hotéis, contabilizando 1.600 apartamentos -, podemos inferir que virão novidades por aí no segmento de lazer. “Sim, estamos estudando a possibilidade de investirmos em resorts, mas ainda não é o momento de falarmos”, falou Calvo. A titulo de memória, os dois profissionais, tanto Calvo, quanto Guijarro possuem larga experiência em administração e gestão de resorts.

Engravatados na praia

O estilo lifestyle observado em executivos nos grandes centros como São Paulo e Rio, traduzidos por trajes mais despojados, segundo Guijarro ainda não chegou ao nordeste. “É muito comum vermos executivos de terno e gravata no café da manhã em nossos hotéis de praia. Isso significa que o estudo do Recife Convention Bureau está correto”. Guijarro se refere a um levantamento da associação da capital pernambucana que apontou que 90% das pessoas que vão à capital pernambucana a negócios se hospedam em hotéis e pousadas. “Isto quer dizer que os dois hotéis, mesmo tendo o conceito de lazer possuem toda a infraestrutura para o hóspede corporativo”, completa.

O grupo Hplus hotelaria se pautou em alguns números para implantar seus hotéis no litoral brasileiro. Em 2016, segundo dados da Superintendência Regional da Polícia Federal do Estado do Rio Grande do Norte, houve um aumento de 43% no número de turistas estrangeiros que procuraram Natal como destino turístico. Já, em João Pessoa,, dados da Secretaria de Turismo da capital paraibana apontam que 1,2 milhão de turistas visitaram a cidade em 2015.

Luiz Daniel Guijarro: capilarizar os mercados na América Latina

Paridade Tarifária

Guijarro adiantou na coletiva que desde agosto deste ano a politica tarifária dos novos hotéis está definida para 2018. “O Brasil voltou a ser um país barato para se viajar. Tanto os operadores de lazer, as agências corporativas, e as agências online (OTAs) trabalham conosco uma base tarifária bem definidas”, disse. De acordo com Francisco Calvo, a paridade tarifária (tarifas aplicadas a preços equânimes) é conseguida quando se tem, principalmente, consistência de produto. “Manter a paridade tarifária é uma questão de dar tranquilidade a quem compra e ao mesmo tempo posicionar o produto em um nível de excelência, associando-o à marca. Acreditamos na qualidade da marca e só se conquista paridade tarifária com consistência no produto, já que a decisão de compra hoje mudou”, afirmou Francisco se referindo ao leque de escolha do consumidor. Calvo ainda complementou que está implantando em sua equipe de vendas o treinamento de Price, método usado em amortização de financiamentos (vendas a crédito), cuja principal característica é apresentar prestações (ou parcelas) iguais.

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT

Atendimento Comercial