Glicério Lemos: presidente da ABIH Bahia: “recolocamos Salvador na prateleira do Turismo”

Glicério Lemos explica que essas melhorias não se deram por acaso

REDAÇÃO DO DIÁRIO com agências

Pelas palavras do presidente da Associação Brasileira da Indústria e Hotéis da Bahia (ABIH-BA), Glicério Lemos, o pior da tempestade já passou, leia-se crise econômica, recessão ou seja lá o nome que se dê a esse período nebuloso que o país atravessa: “Salvador tem um aumento crescente da ocupação, reflexo da cidade, das melhorias em infraestrutura, novos museus, novas praças, estamos recolocando Salvador na prateleira do turismo nacional e internacional”, afirmou Lemos ao DIÁRIO, em entrevista por telefone.

Lemos explica que essa melhoria não se deu por acaso. “Realizamos uma série de ações concretas com o apoio da Prefeitura Municipal de Salvador, da Secretaria Municipal de Turismo e dos empresários do Estado levando a marca da Bahia a todo o Brasil, por meio de roadshows”, explica Glicério.

“Com o lema: “Nova Salvador, Você sente que é diferente”, nós, empresários hoteleiros da  Bahia, em parceria com o poder público municipal, há dois anos estamos realizando capacitação de agentes e operadores de turismo para a venda de Salvador lá fora. Entramos no terceiro ano neste trabalho”, esclarece o hoteleiro.

Glicério acrescenta que até agora foram capacitados mais de 2 mil operadores e agentes de viagem fora da Bahia, em especial as principais capitais e cidades com mais de 1 milhão de habitantes. “Além disso, estamos fazendo rodadas de negócios, trazendo operadores de turismo da Argentina, do Chile, do Uruguai, do Paraguai. Este ano realizaremos a nossa terceira rodada de negócios, com data já marcada: 12 de Setembro”, diz.

- Advertisement -

Ainda em fase de confirmação, revela ele, a vinda de operadores portugueses e espanhóis. “Estamos negociando as tarifas aéreas. A ABIH cuidará de todo o receptivo”, enumera.

Campanha tem ajudado no reposicionamento do destino (Crédito: Prefeitura de Salvador)

Salvador

Com 40 mil leitos e com hotéis de todos os níveis, Glicério revela que a média de ocupação de Salvador já saiu dos índices preocupantes. “Alcançamos em 2017 os 56% e agora, em 2018 estimativas apontam que chegaremos a uma média anual de 59% quase 60%. Isso sem falar os picos de demanda em janeiro e fevereiro que chegam a 90%”, quantifica. Acrescenta o hoteleiro que o trabalho junto com os agentes de viagem tem sido muito forte.

Espírito da Bahia

Baiano e hoteleiro por natureza, não necessariamente nessa ordem, Glicério junta a sua fala o resgate da “baianidade” que Salvador precisava. “Esses workshops, roadshows, eventos de capacitação não são para vender diárias de hotel, mas para lembrar que a Bahia é o berço da cultura do país. Nessas capacitações levamos as cores, o folclore, a gastronomia do nosso estado, o espírito da Bahia, que estamos resgatando”, reforça Lemos lamentando que questões políticas deixaram o turismo perder terreno na dura batalha de captação e atração de visitantes.

“A competição é muito grande. Os outros estados têm muito dinheiro para gastar, porque trabalham em harmonia. Salvador ficou dormindo em berço esplêndido. Isso se deve a questão política, não se investiu mais em propaganda, marketing direcionado ao consumidor final. O produto Bahia recebia cerca de 7% do orçamento da Secretaria de Turismo do Estado. Hoje é menos que 1%”, revela.

Hotelaria em Salvador chegará a 58% de ocupação média este ano – na foto, o Bahia Othon Palace (Crédito: arquivo DT)

Airbnb

A exemplo de algumas capitais do País, como Fortaleza, a prefeitura municipal de Salvador e a Câmara Municipal da cidade estão trabalhando para regularizar a situação do aluguel compartilhado de apartamentos, que, segundo Glicério, está configurada como concorrência desleal.

“A carga tributária da hotelaria chega a quase 40% de impostos da receita totoal. Eles precisam ter os mesmos compromissos que a gente, é preciso dividir responsabilidades. Não somos contra o Airbnb, queremos apenas a regulamentação”, diz.

Lemos explica que o sistema de aluguel de casas e locação de apartamentos fere frontalmente uma cláusula da lei imobiliária. “Eles não podem vender diária. Quem vende diária é a hotelaria. Eles têm que se submeter às leis imobiliárias, que se ajustam a aluguéis de temporada. É preciso que isso se normatize”, finaliza.

Compartilhe com um amigo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Paulo Atzingenhttps://www.diariodoturismo.com.br
PAULO ATZINGEN é jornalista profissional (DRT-185 PA) desde o ano 2000; cursou Letras e Artes e Comunicação Social na Universidade Federal do Pará. Produziu reportagens na Amazônia sobre sustentabilidade, conflitos agrários e étnicos. Lançou em 1998 sua primeira revista, a PAYSAGE – dirigindo-a e publicando-a por três anos. Em Belém, foi repórter do jornal O Liberal, O Paraense e articulista do jornal A Província do Pará e Diário do Pará. É premiado contista, com três livros de ficção em prosa publicados via editais. Trabalhou como redator no jornal de turismo Brasilturis e fundou em 2005 o DIÁRIO DO TURISMO, o primeiro jornal On-line Diário de Turismo do Brasil. Atualmente desenvolve projetos de conteúdo editoriais e digitais para empresas privadas de hotelaria, aviação, companhias marítimas, destinos turísticos e biografias.

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias para a sua viagem!


    Mais lidas

    Site do Editor

    O jornal dos melhores leitores

    Mais recentes

    Flávia Alessandra e Otaviano Costa vão representar Hotéis Hard Rock no Brasil

    A rede de hotéis Hard Rock, desenvolvida no Brasil pela incorporadora VCI SA, terá Flávia Alessandra e Otaviano Costa como embaixadores e membros consultivos...

    Petrópolis (RJ) realiza 21º Festival Petrópolis Gourmet

    Em formato presencial, de 3 a 19 de dezembro acontecerá a 21ª edição do festival gastronômico Petrópolis Gourmet Edição DIÁRIO com agências A previsão é a...

    Turismo da Cidade do Cabo despenca com a nova variante do coronavírus Omicron

    CIDADE DO CABO, 30 DE NOVEMBRO (Reuters) - A chegada do transatlântico Europa na Cidade do Cabo nesta terça-feira (30) deveria ser uma celebração...

    Governo paulista cria Distrito Turístico Serra Azul para ser a ‘Orlando brasileira’

    "O distrito turístico tem uma capacidade impulsionadora para investimentos privados, empregos e oportunidades em toda a região”, afirmou Doria Edição DIÁRIO com agências O Governador de...

    “O setor não suporta mais a recessão que vem enfrentando”, afirma Manoel Linhares

    Em artigo, presidente da ABIH Nacional fala sobre novas restrições e diz que dificultar as viagens internacionais parece não ser a solução Por Manoel Linhares O...

    Siderley Santos, CEO do grupo Arbaitman: “Nunca vendemos tanto o destino Brasil”

    A chegada do fim do ano combinada com os avanços da vacinação e a abertura das fronteiras de destinos internacionais têm dado novo ânimo...

    Relacionadas

    Compartilhe com um amigo:
    Pautas e Marketing