Gol Linhas Aéreas responde ao Procon-SP

Conforme divulgado pelo DIÁRIO DO TURISMO em edição da semana passada a respeito do Procon ter notificado a Gol Linhas Aéreas sobre sua promoção “Gol A Preço de Brahma” foi a vez da Gol responder ao Procon.

EDIÇÃO DO DIÁRIO e agências.

Procon-SP, vinculado à Secretaria da Justiça e Cidadania, considera que há indícios de abusividade na promoção feita pela companhia Gol Linhas Aéreas – “Gol A Preço de Brahma”. No dia 19/6, a empresa foi notificada a prestar esclarecimentos sobre a promoção, feita durante o jogo Brasil x Venezuela (18/6), de passagens aéreas internacionais por R$ 3,90 sem taxas.

Entre as informações prestadas pela empresa, verificou-se que, das 167 (cento e sessenta e sete) passagens vendidas na promoção, 89 (oitenta e nove), cerca de 47%, estavam atreladas a agências de viagem ou turismo, sendo, por exemplo, 32 (trinta e duas) para a ViajaNet e 24 (vinte e quatro) para a CVC. Isto é, as passagens promocionais não foram todas comercializadas para o consumidor final.

O Procon-SP entende que a companhia aérea deveria ter implementado medidas que assegurassem que a promoção ficasse restrita ao consumidor final, que tem sua vulnerabilidade reconhecida pela lei. Diferente das empresas – agências de viagem ou turismo – que podem efetuar o repasse das passagens, inclusive, incluídas em pacotes de viagens e sem possibilidade de contratação individualizada.

Além disso, os fornecedores possuem recursos tecnológicos e estrutura que podem facilitar o acesso ao procedimento de compra durante a promoção.

A empresa informou também que as vendas aconteceram das 21h33 às 22h25. Chama a atenção o fato de muitos consumidores terem ligado 21h30 e não terem conseguido efetuar a compra, sendo que outros fizeram a compra às 22h25 – o Procon considera suspeito e vai investigar se houve fraude.

E ainda causa estranheza a empresa ter informado que foram disponibilizadas 140 (cento e quarenta) passagens promocionais para venda durante o jogo e ter vendido 167 (cento e sessenta e sete) em menos de uma hora.

No dia seguinte ao término da promoção, o Procon-SP registrou em suas redes sociais mensagens de consumidores relatando problemas para efetuar a compra durante a promoção.

Os questionamentos feitos à empresa no dia 19/6 foram: onde foram disponibilizados e quais os termos e condições da promoção; quantas passagens aéreas foram comercializadas e para quais destinos; quais canais de venda foram disponibilizados para acesso dos consumidores; em quanto tempo foram comercializadas as passagens; envio da relação de consumidores que conseguiram adquirir passagens durante a vigência da promoção.

A equipe de fiscalização conduzirá uma apuração mais aprofundada e adotará medidas e sanções com base no Código de Defesa do Consumidor.

Avatar
Redaçãohttps://www.diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Nobile Hotéis reabre unidades com protocolos de higiene e segurança intensificados

A Nobile Hotéis, comprometida com a segurança das pessoas na retomada de suas operações, divulgou aos empreendimentos de seu portfólio os protocolos de higiene...

Saiba mais sobre o visto para jornalistas nos Estados Unidos

Desde 1999, observa-se o Dia da Imprensa Nacional em 1º de junho, data em que começou a circular o jornal Correio Braziliense, em 1808....

Nova York terá toque de recolher nesta terça-feira (2)

A cidade de Nova York terá toque de recolher a partir das 23h (24h de Brasília) desta segunda-feira (1º de junho) até às 5h...

Prefeitura do Rio de Janeiro anuncia plano de reabertura em 6 fases

As variáveis que embasaram os critérios adotados para a reabertura gradual das atividades na cidade serão monitoradas diariamente e reavaliados a cada 15 dias...

Juiz em Mato Grosso suspende turismo dentro de área indígena

É perigoso permitir o livre acesso a territórios indígenas. Em um cenário de epidemia, como o vivido em decorrência da Covid-19, a circulação pode...

Após “abre e fecha”, Monte Verde reabre novamente aos turistas

A partir de quinta-feira desta semana, os hotéis do destino mineiro estarão autorizados a operar com 40% da capacidade e a efetuar reservas por...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias