Gonzalo Romero, gerente geral da Aerolineas Argentinas, fala ao DIÁRIO

Durante o 23º Salão Paranaense de Turismo, realizado entre 16 e 18 de março em Curitiba, no Paraná,  o DIÁRIO conversou com Gonzalo Romero, gerente geral da Aerolíneas Argentinas no Brasil. Segundo Romero, a frequência de voos entre a capital argentina, Buenos Aires e a capital do Paraná, Curitiba,  manteve-se estável mesmo diante da crise econômica reinante no país.

“Os voos para cá (Curitiba) começaram a operar há três anos, com quatro voos semanais e diretos (Buenos Aires-Curitiba – Curitiba-Buenos Aires). Em 2015, devido a melhora na procura, eles aumentaram para cinco viagens semanais”, explica Romero ao DT. Segundo ele, mesmo com a queda da economia, a única empresa internacional que continuou operando em Curitiba foi a Aerolineas Argentina, com ótima pontualidade e uma ocupação de 90% nos voos.

“Com esse sucesso, a empresa aumentou para seis voos semanais, que começam em abril,  a partir de julho, há a possibilidade dos voos se tornarem diários”, adianta.

São Paulo

O desempenho da Aerolíneas Argentinas em São Paulo também está aquecido, afirma Romero. “É um mercado competitivo, no qual temos muitas concorrências. Porém, pela alta procura, operamos com uma frequência de cinco voos diretos por dia para lá, com um equipamento muito moderno (Boeing 737-800), igualmente com o que opera em Curitiba”, explica.

Gonzalo trabalha há 13 anos na empresa, e já atuou nos mercados do Chile e Bolívia. Há dois anos está no Brasil.

(Redação do DIARIO)

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

SeaWorld Parks atualiza informações sobre seus parques

O grupo SeaWorld Parks & Entertainment permanecerão fechados temporariamente, informa nota do grupo.DO PLANTÃO DT"Essa decisão faz parte do contínuo comprometimento com a segurança...

Sem ajuda do governo, falência e desemprego irão disparar no turismo, alertam representantes do setor

Linha de crédito flexibilizada e licença remunerada pelo governo são algumas das demandas do setor  Por ZAQUEU RODRIGUES (Jornalista colaborador do DIÁRIO)Uma carta aberta assinada pelas...

Enquanto a próxima viagem não vem, faça álbuns das que você já fez.

Montar álbuns das viagens feitas é uma boa opção para fazer na quarentena REDAÇÃO DO DTQuando viajamos fazemos centenas de fotos que muitas vezes ficam...

Turismo de Natureza depois disso tudo …

Sem dúvida que o momento fez o turismo estremecer e muita coisa vai mudar depois que isso tudo passar. Sou uma otimista incurável, talvez...

GRU Airport começa a medir temperatura de passageiros oriundos de voos internacionais

Iniciativa é mais uma medida em prol do combate e prevenção ao COVID-19 EDIÇÃO DO DIÁRIO com agências A GRU Aiport, concessionária que administra o Aeroporto Internacional...

Quando surge uma crise, a embalagem é uma das primeiras a ser convocada!

*Por Fábio Mestriner Crises e catástrofes naturais são frequentes no noticiário. Todos os dias somos bombardeados por notícias de enchentes, terremotos, deslizamentos, vendavais, tornados, incêndios...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias