GP Brasil de Fórmula 1 continua em São Paulo até 2020 conforme contrato

O governo municipal e estadual de São Paulo, representados pelo prefeito Bruno Covas e o governador João Doria, reuniram-se nesta sexta-feira (10) e confirmaram que o GP Brasil de F1 continua em São Paulo até 2020, quando vence o contrato firmado entre os detentores do evento e a prefeitura da capital. Está agendada para junho uma reunião entre o prefeito Bruno Covas e os organizadores da F1 para discutir os termos para renovação contratual.

EDIÇÃO DO DIÁRIO com agências

“Quero deixar bastante claro que o GP de Fórmula 1 está em São Paulo e continuará em São Paulo. Temos contrato com os promotores da F1 até 2020, e há multas pesadíssimas se qualquer uma das partes romper com esse acordo”, explicou o Governador.

Doria disse que respeita o desejo legítimo do Rio de Janeiro de querer levar o GP Brasil para a cidade, mas lembrou que São Paulo está mais estruturada para atender às necessidades dos turistas que desembarcam na capital.

“Adoro o Rio, morei no Rio, tenho uma boa relação com o prefeito e o governador do Rio, mas vamos lutar para manter a F1 em São Paulo. Interlagos está entre os cinco melhores circuitos do mundo. Nossa rede hoteleira está estruturada. Outro aspecto é de ordem econômica, conseguimos garantir o volume e preço médio que sustenta os lucros da F1. Somente no ano passado, 150 mil pessoas assistiram ao GP Brasil”, detalhou o Governador.

O Grande Prêmio do Brasil é realizado em São Paulo de forma ininterrupta desde 1990, no Autódromo José Carlos Pace.  Apenas no GP disputado em 2018, o circuito de Interlagos, como é conhecido, recebeu 150.307 mil expectadores, um incremento de 6,4% em relação ao ano anterior.

Por seu traçado desafiador, o circuito de Interlagos é considerado um dos cinco melhores do mundo e, por isso, é um dos mais elogiados pelos pilotos. O pentacampeão Lewis Hamilton, da Mercedes, diz que Interlagos é seu “calcanhar de Aquiles”. Para o holandês Max Verstappen, da Red Bull, “o desenho especial com algumas elevações de altura e o no sentido anti-horário do traçado adicionam mais diversão e desafio à corrida”.

 

O prefeito Bruno Covas falou sobre o impacto econômico que o evento traz para a cidade de São Paulo. “A F1 movimentou R$ 334 milhões em 2018, 20% a mais que em 2017. Isso gerou 10 mil empregos diretos e indiretos para São Paulo. Portanto, vamos defender São Paulo”, comentou o Prefeito.

 

Covas também lembrou que, nesta quarta-feira (8), a Prefeitura de São Paulo enviou para a Câmara Municipal um projeto de lei em regime de urgência para a concessão do Autódromo de Interlagos.

Assessoria de Imprensa
Secretaria Especial de Comunicação
(11) 2193-8520
saopaulo.sp.gov.br

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

SeaWorld Parks atualiza informações sobre seus parques

O grupo SeaWorld Parks & Entertainment permanecerão fechados temporariamente, informa nota do grupo.DO PLANTÃO DT"Essa decisão faz parte do contínuo comprometimento com a segurança...

Sem ajuda do governo, falência e desemprego irão disparar no turismo, alertam representantes do setor

Linha de crédito flexibilizada e licença remunerada pelo governo são algumas das demandas do setor  Por ZAQUEU RODRIGUES (Jornalista colaborador do DIÁRIO)Uma carta aberta assinada pelas...

Enquanto a próxima viagem não vem, faça álbuns das que você já fez.

Montar álbuns das viagens feitas é uma boa opção para fazer na quarentena REDAÇÃO DO DTQuando viajamos fazemos centenas de fotos que muitas vezes ficam...

Turismo de Natureza depois disso tudo …

Sem dúvida que o momento fez o turismo estremecer e muita coisa vai mudar depois que isso tudo passar. Sou uma otimista incurável, talvez...

GRU Airport começa a medir temperatura de passageiros oriundos de voos internacionais

Iniciativa é mais uma medida em prol do combate e prevenção ao COVID-19 EDIÇÃO DO DIÁRIO com agências A GRU Aiport, concessionária que administra o Aeroporto Internacional...

Quando surge uma crise, a embalagem é uma das primeiras a ser convocada!

*Por Fábio Mestriner Crises e catástrofes naturais são frequentes no noticiário. Todos os dias somos bombardeados por notícias de enchentes, terremotos, deslizamentos, vendavais, tornados, incêndios...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias