Hotéis miram retomada e contratam empresas especializadas em biossegurança

Consultorias especializadas assessoram hotéis na elaboração e implementação de novos protocolos para preservar a segurança de colaboradores e clientes na retomada

POR REDAÇÃO (Zaqueu Rodrigues especial para o DIÁRIO)

 


 

A pandemia do novo coronavírus atualizou os comportamentos sociais e econômicos e estabeleceu uma nova perspectiva da realidade. Enquanto governos avaliam os melhores caminhos para suavizar o isolamento e autorizar a reabertura gradual dos diferentes setores da economia, as empresas correm para se adequar aos novos protocolos de saúde e segurança para conseguir retomar as atividades com plena capacidade.

Para os setores de turismo e hospitalidade – os primeiros e mais impactados pela pandemia –, a implementação de novos protocolos de higiene, limpeza e segurança tem um papel ainda mais significativo, já que a contaminação da Covid-19 está conectada com o deslocamento, base dessas atividades. Para se adequar aos novos padrões, muitos hotéis recorreram a empresas especializadas na área de biossegurança, que mapeiam, desenvolvem e colocam em prática essa cultura.

Retomada nos meses de junho a agosto

Foi o que fez a Átrio Hotéis, franqueada da rede Accor que está atualizando os protocolos dos 56 hotéis sob sua administração. Por enquanto, 6 hotéis estão de portas abertas. A expectativa é a de que os demais comecem a retomar as atividades nos meses de junho, julho e agosto. O diretor de operações da Átrio Hotéis, Paulo Melega, diz que todas as unidades estão colocando em prática um novo manual de protocolos desenvolvido pela consultoria bureau veritas.

Paulo Melega, diretor de operações da Átrio Hotéis: todas as unidades estão colocando em prática um novo manual de protocolos (Crédito: arquivo DT)

O executivo afirma que o novo manual reúne mais de 150 medidas implementadas em três frentes principais: limpeza, segurança e isolamento social. “Esse manual de operações está regulando como será feito a reabertura dos hotéis para que todos os colaboradores e hóspedes tenham a plena segurança. Os novos protocolos também compreendem o uso de equipamentos de proteção individual, como máscaras, e orientações para o comportamento dos hóspedes”, diz ele.

Neste novo cenário, a limpeza e a segurança assumem importância decisiva na rotina dos colaboradores, assegura Paulo. “Antes de reabrir os hotéis estamos fazendo treinamentos e capacitações para que todos tenham conhecimento sobre a aplicação dos novos protocolos e procedimentos. Estamos incentivando a multifuncionalidade dos colaboradores, pois, tão importante quanto a criação dos protocolos é ter a sua correta aplicação; esse é o diferencial”.

Novos Rumos

As diretrizes de biossegurança irão definir os novos rumos das empresas de agora em diante, pontua Marcos Barreto, diretor da Ambientec, empresa especialista em biossegurança. “Agora, os protocolos de segurança serão fiscalizados e exigidos pela sociedade, que observará de perto todos os conceitos e comportamentos das empresas no atendimento e nos cuidados com as higienes pessoal e organizacional. Os clientes estão muito mais atentos e só irão frequentar os lugares que assegurem conforto, segurança e higiene”.

Marcos Barreto, da Ambientec: “protocolos de segurança serão fiscalizados e exigidos pela sociedade” (Crédito: divulgação)

Essa mudança no comportamento do hóspede já é percebida nos hotéis administrados pela Átrio Hotéis, observa Paulo. “O sucesso dessas medidas depende também da contribuição dos hóspedes, que devem respeitar as novas determinações. Já estamos observando que o nosso hóspede mudou, está muito mais compreensível com as mudanças e, principalmente, colaborando com a sua aplicação”, constata ele, que acredita que muitos protocolos adotados se tornarão permanentes e irão melhorar a segurança e a confiabilidade de hóspedes e de colaboradores.

Em sua análise, o diretor da Ambientec afirma que a cultura de biossegurança ganha mais protagonismo nas empresas. “Todos estão vendo a importância e a necessidade que temos de comprar com mais segurança, de frequentar ambientes mais seguros”.

Novos olhos

O diretor de operações e desenvolvimento da Bourbon Hotéis & Resorts, Igor Camaratta, diz que a segurança será mais valorizada e vista com novos olhos pelos colaboradores e clientes. “Seguranças e funcionários já estão passando por esse processo de orientação e maior cuidado com os itens de higiene e limpeza. A hotelaria, além de ter uma boa cama, boa localização e bom restaurante, agora mostrará diferença nos cuidados extras que os hotéis vão desenvolver no sentido de prevenção e transmitir essa segurança de higiene e limpeza junto aos seus funcionários e clientes. Isso vai ser extremamente importante para a retomada”.

Camaratta explica que o Bourbon colocou em prática uma nova cartilha de protocolos de segurança para a retomada. “O processo foi conduzido pela diretoria de operações e desenvolvimento em conjunto com a área de gestão de pessoas; também chamamos a Hotel Consult para a revisão da parte técnica. Assim, fizemos uma revisão de todos os nossos protocolos e incluímos alguns itens bastante específicos para a prevenção da Covid-19, como máscaras, luvas, face shield e práticas para a prevenção de contágios por meio de itens de maior contato como maçaneta, botão de elevador, controle remoto…”, cita o executivo.

Igor Camarata, da rede Bourbon”comunicar a mudança aos clientes (Crédito: divulgação)

Um dos pontos fundamentais do processo de atualização dos protocolos é comunicar as mudanças aos clientes. Para conscientizá-los, o Bourbon desenvolveu um manual de boas práticas destinado aos hóspedes. “Enviamos para nossos clientes ficarem cientes de todos os novos protocolos”, conta Camaratta, que completa ressaltando a importância de treinamento com as equipes para deixar os funcionários seguros e aptos a realizar as atividades neste período chamado de ‘novo normal’.

Marcos Barreto ensina que as empresas precisam renovar os protocolos pensando em todos os aspectos que envolvem a biossegurança. “As empresas devem operar com segurança e responsabilidade, sempre levando em consideração o público, o colaborador, o cliente e o meio ambiente. As medidas de prevenção contra riscos à segurança e saúde devem ser minuciosas e abrangentes”, afirma ele, que apresenta o BIO 19, o novo projeto da Ambientec desenvolvido para ajudar as empresas a colocar em prática os novos protocolos para a retomada.

Bio 19: “Programa de saúde e segurança para dinamizar a implementação de novos protocolos de biossegurança nas empresas

“É um programa de saúde e segurança para dinamizar a implementação de novos protocolos de biossegurança nas empresas. O programa atende aos padrões estabelecidos pelas entidades de saúde e governamentais”, explica o executivo, que conclui: “O BIO 19 compreende diferentes etapas como mapeamento das particularidades do empreendimento, avaliação e medidas de controles de riscos e conhecimentos aplicados por meio de treinamentos e capacitações. Analisamos caso a caso, pois cada restaurante, cada hotel, cada empreendimento tem as suas características intrínsecas que exigem métodos específicos de trabalho”.

Paulo Atzingen
Paulo Atzingenhttps://www.diariodoturismo.com.br
Paulo Atzingen é paulista e jornalista profissional (DRT-185 PA) desde o ano 2000; cursou Letras e Artes e Comunicação Social na Universidade Federal do Pará (UFPA), É poeta, contista e cronista. Estuda gaita (harmônica).

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Associação Brasileira de Enologia faz nota de repúdio à coluna de Hélio Shwartsman

Uma nota assinada pelo presidente da Associação Brasileira de Enologia,  Daniel Salvador e pelo presidente da Organização Internacional do Vinho e do Vinho, Regina...

Mal conservado e em dificuldades financeiras Fundo Financeiro requer falência da Braston Hotéis

O Summit Fundo de Investimento em Direitos Creditórios - Vara/Comarca: 1a Vara de Falências e Recuperações Judiciais de São Paulo/SP requereu na última semana...

Booking.com apresenta as tendências de viagens pós pandemia (ou enquanto ela não acabar)

Sonhos para as próximas viagens, novos valores para a vida de viajante, cuidados que serão tomados a partir de agora e a importância em...

Maria Fumaça para Morretes volta a funcionar em novembro

Conhecida dos curitibanos por circular na cidade durante o período que antecede o Natal, a Maria Fumaça despertou o carinho do público e se...

Companhias aéreas enfrentam teste de sobrevivência com demora em retomada

A segunda onda de covid-19 atrasa a recuperação das viagens aéreas, o que torna o inverno no hemisfério norte um teste de sobrevivência para...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias

Open chat