ITA Airways está no radar da Lufthansa e da MSC

As duas empresas mostram interesse em comprar a ITA Airways

Edição DIÁRIO com agências

Conforme publicado pela Aviacionline, a ITA Airways, continuação da operação da Alitalia,  recebeu uma Manifestação de Interesse conjunta do Grupo MSC (especialista em transportes marítimos) e da Lufthansa pela maioria de seu pool de ações.

Embora o comunicado do ITA não detalhe qual será a participação individual da MSC e da Lufthansa, nem o percentual total do pacote de ações que eles estão dispostos a adquirir, já havia sido informado que o percentual que a Lufthansa planejava comprar era próximo a 40%, de modo que não seria estranho que a MSC tenha uma participação semelhante e o estado italiano retenha 20% do total.

Os proponentes disseram que querem que o Estado italiano mantenha uma participação minoritária na empresa e pediram 90 dias de exclusividade – ou seja, três meses em que o ITA não receberá novas ofertas – para acertar os detalhes.

Desde a sua criação, os executivos deixaram claro que a empresa busca um parceiro comercial e operacional para se firmar no mercado doméstico e intra-europeu, mas sem  capital novo não conseguirá reverter rapidamente a situação das suas contas.

Nos três meses meses em que está operando, a ITA perdeu 170 milhões de euros e, embora se espere que essa hemorragia diminua à medida que a pandemia mitiga seu impacto, seu modelo de negócio pode não se sustentar a longo prazo.

 

PC

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT

Atendimento Comercial