Aos 75 anos, companhia aérea Alitalia realiza o último voo

Um voo noturno da Alitalia saindo de Cagliari, capital da Sardenha, com desembarque às 21h em Roma marcará o pouso final da icônica companhia fundada em 1946

REDAÇÃO COM REUTERS

A companhia aérea italiana Alitalia fará o seu último voo nesta quinta-feira após 75 anos de operação transportando papas e a alta sociedade política da Itália.

Um voo noturno saindo de Cagliari, capital da Sardenha, com desembarque em Roma por volta das 21h GMT marcará o pouso final da companhia aérea fundada em 1946.

A empresa terminou apenas um ano no azul neste século e o governo a correu várias vezes, injetando mais de 8 bilhões de euros (US $ 9,27 bilhões) nos últimos três anos.

A história da Alitalia é marcada por disputas políticas, com o partido de oposição de extrema direita Irmãos da Itália culpando o governo do primeiro-ministro Mario Draghi.

- Advertisement -

“Hoje estamos perdendo mais uma joia, uma empresa que fez a história do nosso país e nos orgulha de sermos italianos”, disse o líder do partido Giorgia Meloni.

Depois de tentar vender a Alitalia, em 2020, Roma se rendeu às consequências da pandemia no setor aéreo e criou o ITA (Italia Trasporto Aereo) a partir de suas cinzas.

O ITA receberá do governo uma ajuda de 1,35 bilhão de euros ao longo de três anos e começará com 52 jatos e 2.800 funcionários, em comparação com cerca de 110 aeronaves e uma força de trabalho de 10.000 da Alitalia.

Um acordo negociado com a Comissão Europeia estabelece que deve haver uma descontinuidade clara entre a Alitalia e sua sucessora [ITA], e a nova operadora deve ser lucrativa até o final de seu plano de negócios 2021-2025.

O legado da Alitalia de altos custos, má administração e forte influência política e sindical aumenta os desafios encontrada pela ITA.

A nova operadora está em negociações para comprar a marca da Alitalia e deve manter a tradicional pintura verde-branca-vermelha.

O lançamento de um transportador mais ágil deixa um ponto de interrogação sobre o futuro de mais de 7.000 trabalhadores da Alitalia que serão colocados em um esquema de demissão temporária pago pelo governo até pelo menos setembro de 2022.

Compartilhe com um amigo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Redaçãohttps://diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias para a sua viagem!


    Mais lidas

    Site do Editor

    O jornal dos melhores leitores

    Mais recentes

    Rio de Janeiro é eleito o principal destino de Turismo de Esportes da América do Sul

    World Travel Awards reconheceu destino, que é um dos principais do país, pelo potencial para o turismo de esportes Edição DIÁRIO com agências Rio de Janeiro...

    Cripta da Sé recebe novamente Série de Concertos

    Apresentações gratuitas na Cripta e na Nave da Catedral da Sé acontecerão em sábados de outubro e novembro com público limita Edição DIÁRIO com agências  Seis...

    Porto de Galinhas já se prepara para o 5º SOU Porto de Galinhas, dia 30 de novembro

    Porto de Galinhas se prepara para a 5ª edição do SOU Porto de Galinhas, evento que tem como objetivo premiar as operadoras de viagens...

    Serra Gaúcha terá a maior piscina com borda infinita do mundo

    O empreendimento é da Wyndham Hotels & Resorts, está orçado em R$ 300 milhões e ocupará uma área de 60 mil m² Edição DIÁRIO com...

    Lumen Lisboa Hotel é inaugurado em Portugal

    A abertura oficial do hotel, neste mês de outubro, contou com a presença do ministro da Economia e da Transição Digital de Portugal, Pedro...

    Air France retoma nesta sexta voos entre Paris e Fortaleza

    Companhia iniciará três ligações semanais entre Paris e a capital cearense; capacidade semanal será de 1,6 mil passageiros Edição DIÁRIO com agências A Air France retoma...

    Relacionadas

    Compartilhe com um amigo:
    Pautas e Marketing