Leônidas Oliveira (ex-Embratur) é nomeado secretário de Cultura e Turismo de Minas Gerais

Depois de ocupar os cargos de presidente interino da Empresa Brasileira de Turismo (Embratur) e de diretor-executivo da Fundação Nacional de Artes (Funarte), ambas autarquias do governo federal, Leônidas Oliveira está de volta a Minas Gerais. Ele aceitou o convite do governador Romeu Zema e do vice-governador Paulo Brant para assumir a Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais (Secult-MG).

O novo secretário, nomeado nessa quarta-feira (13/05), é professor da PUCMinas, possui reconhecida experiência em gestão das áreas de Cultura e Turismo no Brasil e no exterior, tendo sido presidente da Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte e da Empresa Municipal de Turismo de Belo Horizonte (Belotur). Além das passagens pela Embratur e Funarte, Leônidas Oliveira também presidiu o Fórum Nacional de Secretários de Cultura.

Leônidas Oliveira possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela PUC Minas e mestrado em Restauração e Reabilitação do Patrimônio Histórico Arquitetônico e Urbano pela Universidade de Alcalá de Henares/ Gregoriana de Roma, Itália. É doutor em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de Valladolid, Espanha.

Segundo o novo secretário, sua gestão será marcada por uma atuação técnica e descentralizada, pensando em resultados e abrindo diálogo com a cadeia produtiva da Cultura e do Turismo,  sindicatos de classe, conselhos, fóruns setoriais, artistas, de forma especial a cultura popular e tradicional, e demais envolvidos na cadeia dos dois setores. Diante do momento desafiador imposto pela pandemia, Leônidas elegeu políticas e ações emergenciais  para trabalhadores de ambos setores como prioridades de sua gestão, “meu foco, agora, é o artista e o produtor do turismo, até pela questão de sobrevivência. Não posso pensar em outras coisas nesse primeiro momento”, destaca.

Leônidas diz que a missão é fortalecer a economia criativa por meio de políticas públicas de Cultura e de Turismo, setores essenciais para a economia mineira e com forte poder de crescimento, gerando emprego e renda. De forma especial, ele destaca o turismo cultural, gastronômico e natural, “minha meta é fazer com que Minas Gerais seja referência em políticas públicas dessa oportuna união entre Cultura e Turismo no Brasil”, ressalta o novo secretário de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais.

Avatar
Redaçãohttps://www.diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Dicas do Inverno: 4 restaurantes para conhecer em Monte Verde

Listado entre os destinos mais procurados pelos turistas do Sudeste nessa retomada – segundo pesquisa da Booking.com -, e com estabelecimentos de hospedagem ampliando...

Turismo da Itália renasce para as férias: 79% das reservas online vendidas

A Agência Nacional de Turismo da Itália - Enit divulgou uma nota nesta segunda-feira (3) informando que 79% da disponibilidade de ofertas on-line foram...

Nacional Inn Hotéis promove CheckInn Dia dos Pais

Comemorar o Dia dos Pais em alto estilo, com toda segurança sanitária e facilidades na reserva faz parte da proposta do Nacional Inn Hotéis,...

Visual participa de evento apresentando 4 “glampings” pelo Brasil

Acontece nesta semana o DUO Travel e-Summit Brasil tendo a Visual Turismo é como apoiadora do evento.  A abertura acontece nesta segunda-feira (3), a...

Turismo perderá cerca de R$18 bilhões em 2020 aponta pesquisa IPC Maps

Mesmo com a retomada gradual das atividades relacionadas ao turismo no Brasil, o setor deverá sofrer um prejuízo de 25% em suas receitas até...

Cientistas em carta aberta pedem o fim do turismo com golfinhos e baleias

Com a iminente reabertura de diversas atrações turísticas após meses de bloqueio por conta da pandemia da Covid-19, preocupa a exploração de milhares de...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias

Open chat