Livro de Érica França mostra o melhor de São Paulo para quem viaja com crianças

O livro já está em pré-venda nas livrarias online como Saraiva e Amazon

REDAÇÃO DO DIÁRIO com agências

Famílias que moram em São Paulo ou visitam a maior capital do País com as crianças ganharam uma nova fonte de informações, completa e atualizada: o Guia para curtir São Paulo com crianças, escrito pela jornalista Érica França e recém-lançado pela editora Altabooks.

O livro, em pré-venda nas livrarias online como Saraiva e Amazon, tem o objetivo de ajudar quem visita a cidade em fins de semana, feriados e férias e quer saber o que há de melhor para curtir com os filhos. O guia também é voltado para quem mora na capital e busca atrações para ir com as crianças.

O DIÁRIO conversou com a autora, Érica França, confira:

DIÁRIO: Érica, sabemos que São Paulo é muito grande em termos de entretenimento. Como vocês “garimparam” essas atrações para os pais levarem as crianças?

Tenho uma filha de 5 anos e, desde que era bebê, buscamos lugares para passear com ela. E, neste período, visitamos muitas atrações bacanas, conhecemos novos parques, atrações diferentes. Recebíamos uma dica, achávamos uma atração nova na Internet e íamos conhecer e explorar em família. Portanto, a maior parte das atrações foram de fato conhecidas in loco.

Existe muita informação na Internet. O negócio é que estas informações estão espalhadas, ora desatualizadas, e o que fiz foi visitar as atrações e explorar, indo no erro e acerto mesmo. O guia tem o objetivo de juntar todas as atrações em um só lugar, de uma forma organizada. Assim, quem passeia em São Paulo com as crianças não precisa gastar horas procurando e pesquisando sobre o que fazer, já tem tudo pronto em um só produto. E o melhor é que as atrações foram testadas, então já se sabe que são legais para ir com as crianças.

DIÁRIO: Como mãe (você tem uma filha de 5 anos, correto?) e não como jornalista, você considera a cidade de São Paulo amigável às crianças?

São Paulo é uma cidade muito grande, que cresce em grande velocidade. Isso se dá há muito tempo e, por esta razão, sentimos que a cidade é desorganizada e, muitas vezes, não foi pensada para atender parcelas da população, como as famílias com crianças. Vejo hoje um avanço neste sentido. Sinto que órgãos públicos e privados, ao iniciar uma nova obra ou empreitada, pensem mais em todos os públicos, incluindo aqui as famílias com crianças. Então, neste sentido, São Paulo tem se tornado cada vez mais uma cidade amigável às crianças.

Novos restaurantes, novas atrações, novas livrarias e centros culturais têm sido inaugurados e já têm em seu escopo áreas para crianças e infraestrutura que considera as famílias. Alguns shoppings e atrações têm se lembrado de construir, inclusive, banheiros-família, para pais que estejam com suas filhas, por exemplo.

Temos tido avanços, mas há muito espaço ainda para avançar neste sentido.

3D_Guia_Sao_Paulo_criancas

DIÁRIO: Por que o Guia “Para Curtir São Paulo com Crianças” deve ser adquirido por um pai ou uma mãe?

O Guia para curtir São Paulo com crianças é um guia completo com o que há de melhor na cidade para se visitar com as crianças. Quem visita a capital com os filhos em um feriado ou como destino de férias terá uma ferramenta muito boa em mãos. Terá um caminho das pedras a percorrer e poderá escolher atrações de acordo com o número de dias que tem na cidade e com o tipo de turismo que gosta de fazer.

Quem mora na capital e busca novas alternativas de programas e atrações para ir com as crianças também receberá um produto completo, que não contempla apenas o parque mais conhecido, como o Ibirapuera, ou a atração mais famosa, como o Parque da Mônica. Ele traz também dicas de livrarias, bibliotecas e museus para ir com as crianças, inclusive os menos conhecidos, mas igualmente bacanas para famílias.

E, como disse acima, existe muita informação espalhada na Internet. Mas ela está desorganizada, ora desatualizada. Para uma pessoa fazer esta pesquisa sozinha, gastará o bem mais precioso que mães e pais têm – tempo. Com o Guia para curtir São Paulo com crianças, este trabalho está pronto e a mãe e o pai que goste de passear com seus filhos e ter bons momentos em família economizará muito tempo e dinheiro ao ter em suas mãos o melhor da capital, organizado, atualizado e testado por uma família.

Serviço:

Guia para curtir São Paulo com crianças

Editora: Altabooks
Autoria: Érica França
Onde encontrar: Saraiva e Amazon

Valor: R$ 94,90

Links:

Altabooks

Saraiva

Amazon

São Paulo com criança 
www.saopaulocomcrianca.com.br

Paulo Atzingen
Paulo Atzingenhttps://www.diariodoturismo.com.br
Paulo Atzingen é paulista e jornalista profissional (DRT-185 PA) desde o ano 2000; cursou Letras e Artes e Comunicação Social na Universidade Federal do Pará (UFPA), É poeta, contista e cronista. Estuda gaita (harmônica).

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Bolivianos voltarão para casa depois de meses retidos na Alemanha

Os membros de uma orquestra boliviana que inclui flautas tradicionais esperam voltar para casa na próxima semana depois de ficarem retidos em um castelo...

Senado aprova projeto que oferece crédito para profissionais liberais

Em sessão remota nesta quinta-feira (28), o Plenário do Senado aprovou o projeto que abre linha de crédito especial para profissionais liberais durante a...

Alfredo Lopes, presidente do Hotéis Rio: as OTA’s não querem negociar!

Nas negociações para a retomada, o Sindicato dos Meios de Hospedagem do Município do Rio de Janeiro (SindHotéis RJ) vem convidando para a mesa...

Receita Federal define tributação de trusts

A passos tímidos, a Receita Federal do Brasil começa a se posicionar sobre a tributação de trusts. Apesar de não proporcionar o nível de segurança...

Rano Raraku: a fábrica de moais da Ilha de Páscoa

15 ANOS DIARIOS - Publicado dia 13 de agosto de 2017Por Paulo Atzingen (de Angaroa, Ilha de Páscoa)Entender a forma como as estátuas da...

Tribunal de Justiça de São Paulo suspende cobrança de dívida de agência de viagens

Diante de um cenário de prejuízo na casa dos bilhões, uma companhia aérea não pode se permitir a ressarcir bilhetes e viagens em prazo elástico...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias