Maurício Werner cria a Rio Fun Collection e anuncia: “Não desisto do Rio!”

Maurício Werner mais que vestiu a camisa, ele encarnou a alma e o espírito da cidade do Rio de Janeiro por meio de suas atividades profissionais, seja no campo acadêmico, seja no setor público, seja no mundo corporativo. De janeiro de 2017 a março de 2020 exerceu uma função técnica na Empresa de Turismo do Município do Rio de Janeiro, a Riotur. “Nunca me conformei em ver a forma como o Turismo sempre foi tratado pelos governantes . Criei a minha oportunidade na Riotur, passei o meu tempo lá sem qualquer orçamento mas fiz parcerias incríveis que me dão orgulho”, afirma nessa entrevista concedida ao DIÁRIO. 

REDAÇÃO DO DIÁRIO

Bacharel em turismo e empreendedor, Maurício Werner volta ao universo corporativo (na verdade ele nunca saiu) lançando a RIO FUN COLLECTION, uma empresa de representação para estimular demandas não trabalhadas no mercado regional, e, em especial na Cidade Maravilhosa. Acompanhe abaixo a entrevista de Werner concedida ao jornalista Paulo Atzingen, editor do DT.

DIÁRIO – Maurício, você anunciou na semana passada o lançamento da Rio Fun Collection. Como inserir a RFC no contexto do turismo do Rio de Janeiro nesse momento tão delicado?

MAURÍCIO WERNER: O Turismo do Rio deu uma pausa como a maior parte dos destinos internacionais do mundo. Entendendo essa redução de demanda; criei uma empresa de representação para estimular demandas não trabalhadas para o mercado regional . Tenho como público alvo as empresas, academias, associações de classe, condomínios, empresas de eventos, empresas de film commission , shopping centers

Quero estabelecer parcerias , fortalecer uma comunicação integrada entre prestadora de serviços de qualidade, criar demandas para que esses equipamentos , experiências e serviços possam sobreviver nesse período complexo que o mundo turístico vive.

DIÁRIO – Você construiu uma boa base de relacionamentos comerciais e pessoais no Rio de Janeiro e estabeleceu bons vínculos com empresas. Mesmo assim como pretende construir novos relacionamentos?

MAURÍCIO WERNER: Eu sempre trabalhei no mundo corporativo e acadêmico simultaneamente. Cada vez que entro numa turma me deparo com 20, 30 gestores de empresas e setores diferentes. Conecto esse relacionamento à oportunidade de parcerias, compras, visitas de incentivo e muitas outras oportunidades que nem estavam pensadas e que poderão surgir novas aproximações. Sou sempre ponte, na RFC queremos quebrar todos os muros

DIÁRIO – Qual a estrutura organizacional da RFC? endereço, pessoal, etc?

MAURÍCIO WERNER: Nesse mundo diferente que vivemos, utilizo o espaço dos parceiros como base. Por exemplo, todas as sextas feiras nossas reuniões acontecem no Campo Olímpico de Golfe do Rio. Sou privilegiado! Na última semana as reuniões ocorreram na Marina da Glória, no restaurante 348; essa semana no Assador e no trem do Corcovado. Hoje a estrutura sou eu à frente dos relacionamentos e conexões e por enquanto temos um Juridico/Administrativo, apenas. Atualmente são 14 empresas representadas pela RFC.

A logo da empresa de Maurício: a cara do Rio (divulgação)

DIÁRIO – Quais são essas empresas?

MAURÍCIO WERNER: São elas: Trem do Corcovado, Pão de Açúcar, Global Service , Jeep tour , Helisight , rio Sailing , Saveiros tour, Destino Rio magazine, grupo 348/Assador , TIVOLI Park , Campo de Golfe Olímpico, Coruja Filmes, Ginga Tropical, por enquanto.

DIÁRIO – Maurício, você mais do que vestiu, você encarnou a alma e o espírito do Rio de Janeiro por meio de sua atuação acadêmica (como professor da Fundação Getúlio Vargas), e pública. Fale um pouco sobre sua experiência na Rio Tur e também dessa primeira experiência (tentativa) de ingressar na política concorrendo a vereador pelo Rio de Janeiro?

MAURÍCIO WERNER: Sou carioca e amo a minha cidade apesar de tudo. Sou bacharel em turismo e empreendedor. Nunca me conformei em ver a forma como o Turismo sempre foi tratado pelos governantes . Criei a minha oportunidade na Riotur, passei o meu tempo lá sem qualquer orçamento mas fiz parcerias incríveis que me dão orgulho. Fiz o melhor que podia com a pouca autonomia que tinha. Não era um funcionário político, assumi tecnicamente a função. Tive uma experiência enorme na área pública que desconhecia. Percebi que os tempos são diferentes. Na espera pública a burocracia atrasa a evolução. Há muitos cargos trocados por favores. No mundo privado os orçamentos não permitem isso. Sempre pensei que pudesse imprimir no governo a velocidade e foco em resultados que faz parte do meu DNA. No poder público não podemos escolher nossas equipes de trabalho mas consegui ver que o que falta para alguns é o reconhecimento e o respeito. Respeitava minha equipe e garantia autonomia para realizar. Não sou centralizador, sempre acreditei no melhor das pessoas e tive a chance de conhecer bons profissionais que estavam encostados há anos por conta da “ politicagem “. Agora volto para o mundo privado , descobri também com a experiência de me candidatar a vereador que o maior cabo eleitoral ainda continua sendo o “ assistencialismo barato” . Pouca renovação! Não desanimo nunca, sempre aprendo. Agora estou muito motivado com a Rio FUN COLLECTION e continuo como professor convidado dos programas de MBA da FGV que já faço parte desde 2007. Penso que o mundo corporativo e a esfera pública nunca poderiam se distanciar da academia . Ainda temos muito a caminhar.


Contato: MAURICIO WERNER
mw.mauriciowerner@gmail.com
+55 21 98485-4740

Compartilhe com um amigo:

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Redação
Redaçãohttps://diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


    Mais lidas

    Site do Editor

    O jornal dos melhores leitores

    Mais recentes

    Decantar ou não decantar, eis a questão!

    Depois de esvaziar o vinho no decantador da para beber na hora...? Ou ainda tem que mexer e deixar oxigenar..., se for isto, quanto...

    Projeto de Lei sobre alíquota do querosene de aviação é tema de audiência pública

    Foi realizada na manhã desta terça-feira (20) uma audiência pública da Comissão de Tributação, Controle da Arrecadação Estadual e de Fiscalização dos Tributos Estaduais...

    Nomadismo Digital e Trabalho Remoto: setor hoteleiro se prepara para o futuro

    Com as restrições internacionais em vigor por conta da pandemia, as tendências do turismo apontam para um aumento nas viagens locais ou regionais para destinos...

    CNC: volume de receitas do turismo brasileiro encolheu 36,6% em 2020

    Entretanto, segundo a CNC,, a expectativa da vacinação traz a projeção de um avanço de 18,8% Com as medidas restritivas impostas nos estados brasileiros, em...

    Porto de Galinhas lança campanha de incentivo para agentes de viagens

    Nesta quinta-feira (22), Porto de Galinhas lançará uma campanha de incentivo voltada para os agentes de viagens com intuito de ajudar os profissionais do...

    Viação Executiva é alternativa para viagens privadas

    Em momentos de pandemia, poder contar com aeronaves privadas é um privilégio, especialmente se essa possibilidade vem acompanhada de uma oferta de serviço que...

    Relacionadas

    Compartilhe com um amigo:
    Pautas e Marketing
    Olá.
    Esse é um canal exclusivo para Pautas e Marketing.