Viramundo e MundoVirado: “Múltiplas viagens pela Riviera Nayarit”

Texto e fotos: Heitor e Silvia Reali do site viramundo e mundovirado

São quase oito mil quilômetros de São Paulo a Riviera Nayarit, no litoral do Pacífico, México. Mas afinidades encurtam distâncias. Nayarit é regida pela hospitalidade, gastronomia especial e praias banhadas por um oceano turquesa. Em sua essência, Nayarit é puro prazer, e precisa ser desvendada aos poucos e brindar a cada nova descoberta.

Nayarit é regida pela hospitalidade, gastronomia especial e praias banhadas por um oceano turquesa
Nayarit é regida pela hospitalidade, gastronomia especial e praias banhadas por um oceano turquesa

A Riviera Nayarit é o sonho de viajantes do mundo todo atraídos pela fórmula tão simples quanto mágica de suas praias: mar azul + areia dourada. E nós, fomos em busca dos atrativos de cada uma.

Assim, prazerosamente seguimos pela estrada parando a todo instante para curtir as praias pequenas e aconchegantes, as entesouradas entre montanhas, até aquelas que se sobressaem por sua extensão e deixaram nosso pensamento vagando no horizonte. Mas, no caminho nosso olhar também se rendeu ao encanto dos povoados pesqueiros com barcos coloridos sobrevoados por bandos de pelicanos e de gaivotas.

Nossas preferidas foram a Flamingos com seus elegantes resorts, a Bucerias com seus quiosques que oferecem petiscos gastronômicos e drinques aromáticos, a hippie Sayulit, e a prístina Lo de Marcos. Confirmamos a escolha dos surfistas na La Lancha e a Las Islitas, que dizem ter a onda mais larga do mundo, com mais de um quilômetro. E, o melhor, é que em toda elas, dependendo da época do ano, podem-se observar baleias e golfinhos.

Ela tem o sabor de fogo e pode ‘recriar’ seu paladar
Ela tem o sabor de fogo e pode ‘recriar’ seu paladar

Pica o no pica?

Ela tem o sabor de fogo e pode ‘recriar’ seu paladar. Ela – sua majestade a pimenta. Perfuma, realça sabores e – provoca um ardor também. Topar com a atrevida culinária mexicana é entrar nos mistérios desta especiaria que foi um dos itens mais cobiçados do comércio mundial. Vale lembrar que elas foram a causa do descobrimento da América.

Cristóvão Colombo estava atrás das especiarias asiáticas, entre elas top da época, a pimenta-do-reino.

As pimentas dão um toque de personalidade aos pratos mexicanos
As pimentas dão um toque de personalidade aos pratos mexicanos

E foi aí que Colombo errou feio : confundiu a mesma sensação de ardência daquela pimenta, com as encontradas na América que são de outra família, a capsicum. Se não fosse por isso as ‘pimentas’ americanas, já utilizadas há 9000 anos na cozinha dos indígenas de Tehuacán, passariam a ser chamadas só de chiles ou ajis. Ricas em cálcio, vitaminas A e C, além de ter propriedades antioxidantes, as pimentas dão um toque de personalidade aos pratos mexicanos.

Com mais de sessenta variedades, graus de ardor e formatos, estão no preparo dos moles – molhos muito elaborados e espessos – que podem conter até chocolate, o xocóatl. Entre as mais ardentes: a pikin, poblano, chipotle, morita, e a yahualica. Como a variedade é imensa, é importantíssimo perguntar antes de se aventurar na primeira garfada: “pica (arde) ou no pica”.

Da agave azul é extraído um sumo que fermentado e destilado produz a bebida nacional, El Tequila

Bebida dos Deuses

Da pimenta direto para a piña, que é o miolo da planta agave azul, e demora dez anos para se desenvolver. Dela se extrai um sumo que fermentado e destilado produz a bebida nacional, El Tequila. Os índios tiquilas utilizavam a bebida em rituais e para fins curativos, chamando-a de “bebida dos deuses”. A tequila possui textura levemente oleosa, deixando escorrer as piernas,ou lágrimas, sabor herbáceo, aromas de madeira, especiarias, e de frutas como melão e laranja.

Frida Kahlo, uma artista também na cozinha, era renomada por seus moles preparados com tequila, e erguia brindes da bebida com sonoros “Viva la Vida”.

Os índios tiquilas utilizavam a bebida em rituais e para fins curativos
Os índios tiquilas utilizavam a bebida em rituais e para fins curativos

Os mexicanos gostam de degustá-lo derecho, puro, para os que têm gargantas fortes, ou banderita, com sal e limão. Já as mulheres preferem as margaritas, com gelo moído, sumo de limão e cointreau. Para uma boa margarita, o que vale além da qualidade é a proporção, ensina Juan Rodrigo, barman que preparava essa bebida para a atriz Elizabeth Taylor, quando viveu em Vallarta, ali pertinho de Nayarit, então um simples povoado de pescadores.

Mais de duas mil espécies de cactos são encontrados em sua maioria no México e na América do Sul
Mais de duas mil espécies de cactos são encontrados em sua maioria no México e na América do Sul

Uma Paixão Mexicana

Há melhor maneira de se compreender a realidade de um lugar do que passear por suas ruas? São elas que revelam as alegrias e os segredos de uma cidade. E o que falar, então, quando suas pracinhas são musicais e coloridas? A música dos mariachis dá o tom e os cactos nos revelam uma beleza inusitada.

Mais de duas mil espécies de cactos que variam de poucos milímetros a até 16 metros de altura, são encontrados em sua maioria no México e na América do Sul. Adaptados às condições adversas da natureza, dentre suas características marcantes estão os inúmeros espinhos, a ausência de folhas, e uma rara e exótica floração. Diz a lenda que índios guerreiros foram transformados em cactos para protegerem seus descendentes e as montanhas do país.

Nas feiras é comum encontrar centenas de cactos e cactáceas em exposição. Vindos de diferentes regiões, eles refletem o espírito e são uma das paixões dos mexicanos.

Nayarit é repleta de vida, tudo ali traz uma marca de alegria, de mistério, de algo que provoca nossa curiosidade. Única, quanto mais tempo o viajante permanecer, mais tesouros pode descobrir.

Nayarit é repleta de vida, tudo ali traz uma marca de alegria
Nayarit é repleta de vida, tudo ali traz uma marca de alegria

Onde ficar:

Imanta Hotel- L, Higuera Blanca, Bahia de Banderas, www.imantaresorts.com

Four Seasons Resort – www.fourseasons.com, Punta Mita – Bahia de Banderas. Uma dica primorosa: Escolha as suítes Sol. Lá você saberá o porquê.

Hotel Garza Canela, em San Blas, www.garzacanela.com

Grand Velas Riviera Nayarit – www.grandvelas.com

Onde comer:

Restaurante El Delfin, em San Blas, www.garzacanela.com Um banquete de sensações reserva esse restaurante da chefe Betty Vasquez. O resultado de sua culinária se resume em uma só palavra: supimpa

Artesanato em Sayulita: Revolucion del Sueño – www.revoluciondelsueno.com

Mais informação: www.rivieranayarit.com

* Confira estas e outras viagens e matérias no site ViramundoeMundoVirado

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT

Atendimento Comercial