Para reduzir desperdício de alimento em 30% até 2020, grupo Accor investe em cultura sustentável

Por Zaqueu Rodrigues (especial para o DIÁRIO)

O grupo Accor, responsável por 390 hotéis somente na América do Sul, apresentou em abril deste ano a nova versão do seu programa global Planet 21, um conjunto com as 76 diretrizes que irão nortear as suas ações para se tornar mais sustentável e reduzir seus impactos no meio ambiente.

“A sustentabilidade é uma pauta primordial do turismo mundial e essa mudança cultural requer planejamento e participação de todos, desde o fornecedor até o hóspede”, afirma a gerente de Sustentabilidade da Accor na América do Sul Larissa Lopes.

Ela lembra que, até 2020, o compromisso da Accor é reduzir em 30% o desperdício de alimentos em suas unidades ao redor do mundo. “A preocupação com a alimentação é essencial para oferecermos, sobretudo, opções de pratos mais saudáveis que vão enriquecer a experiência de nossos hóspedes”, pontua Larissa.

Restaurantes sem desperdício

Nas cozinhas dos restaurantes do grupo Accor, o trabalho para reduzir o desperdício de alimentos tem sido permanente. Para apresentar essa renovação do menu de seus hotéis, a Accor promoveu, na última terça-feira (25), um almoço sustentável no restaurante 365 do hotel Novotel Jaraguá, no Centro de São Paulo.

Na ocasião, o chef Paulo Sérgio de Castro apresentou um menu especial concebido com alimentos pouco aproveitados na cozinha, como folhas e cascas. “Eliminar essa cultura histórica de desperdício dentro da cozinha é um dos nossos principais desafios hoje”, reitera o chef.

Entre as suas criações sustentáveis, Paulo apresentou, entre outras, a saborosa Salada de Casca de Manga e as disputadas sobremesas Petit Gateau de Casca de Banana e Compota de Casca de Melancia. “São ingredientes que costumam ir para o lixo”, lembra o chef, que também reutilizou as folhas de Salsão para preparar molhos e sobremesas.

O chef conta que a maior parte dos temperos utilizados no restaurante do Novotel Jaraguá são colhidos na própria horta do hotel, que é mantida com o auxílio de três composteiras. “Além de nos proporcionar um alimento fresquinho e orgânico, a horta representa uma economia significativa, pois as ervas são caras”.

Horta do Novotel

Hoje, na América do Sul, são 183 hotéis da Accor que dispõem de horta. “Isso vem ampliando a cada ano. A horta do Novotel Jaraguá foi inaugurada há dois anos e será ampliada. Em nossos hotéis que possuem hortas, convidamos os hóspedes para participarem da colheita e conhecerem essas iniciativas sustentáveis”, conta Larissa.

Na cozinha, o trabalho de conscientização da equipe também é constante, diz o subchef do restaurante do Novotel Jaraguá, Marcos Vinicius. “Além do trabalho de explicar a importância de cada alimento, também ensinamos a equipe a criar novos pratos com as sobras ou partes que são consideradas menos nobre”, conta ele.

“Nós, cozinheiros, precisamos ser os primeiros a reeducar as práticas na cozinha”, diz chef Paulo Sergio de Castro (à direita, ao lado do subchef Marcos Vinicius)

“Nós, cozinheiros, precisamos ser os primeiros a reeducar as práticas na cozinha. O aproveitamento integral do alimento é uma cultura que veio para ficar. Não podemos mais tolerar esse desperdício monumento que há no mundo”, ensina o chef Paulo, que passou a criar porções menores para evitar o desperdício na mesa.

Guerra contra o plástico

Subgerente de Alimentos e Bebidas da Accor, Rafael Antoniolli ressalta que a gestão de alimentos é hoje um dos principais vetores estratégicos do grupo. E justifica: “O setor de alimentos do Novotel Jaraguá, por exemplo, representa 1/3 de todo o faturamento do hotel. É uma fatia grandiosa”.

Larissa lembra que a Accor vem adotando uma série de medidas para ressignificar a experiência do hóspede e conscientizá-lo. “No ano passado, eliminamos o canudo de plástico. O próximo passo será a eliminação de utensílios como mexedores de plástico e cotonetes. Estamos numa guerra contra o plástico”, afirma ela.

Essa guerra, no entanto, requer um esforço mais amplo de todo a cadeia hoteleira, avalia ela. “Na hotelaria, eliminar o plástico é um desafio grandioso, pois engloba o hábito do consumidor e a indústria ao redor”, justifica.

A conscientização é o caminho mais eficiente para reduzir o desperdício e os impactos negativos, acredita ela. Como exemplo disso, ela cita o exemplo da toalha de banho, um dos itens mais consumidos dentro dos hotéis.

A gerente de sustentabilidade da Accor América do Sul, Larissa Lopes, e o subgerente de alimentos e bebidas do Novotel Jaraguá, Rafael Antoniolli. Até 2020, a meta é reduzir o desperdício de alimento em 30%

“Em 2011, a Accor implementou uma campanha junto aos seus hóspedes para reduzir o consumo de toalhas nos quartos. A adesão foi extremamente positiva e 50% da economia em lavanderia foi destinada para o plantio de árvores nativas em uma área de reflorestamento na Serra da Canastra (MG)”.

Larissa conta que, desde a implantação do programa, já foram plantados 30 campos de futebol de árvores nativas, um trabalho que é operacionalizado pela ONG Nordesta. “Esse programa, além de preservar a mata nativa, estimula o pequeno agricultor do entorno”.

No quesito sustentabilidade, a Accor quer se tornar uma referência, afirma ela. “Além de tomar a iniciativa para ser um agente transformador, a Accor quer chamar todos para a responsabilidade, principalmente seus hóspedes. Entender o hóspede é fundamental para uma mudança positiva e sustentável”, conclui Larissa.

www.accorhotels.com 

Avatar
Redaçãohttps://www.diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

O que os hoteleiros falam sobre as OTA’s que não querem negociar

Em um momento como esse que o país atravessa, um  número cada vez maior de pequenos e médios hotéis, pousadas e até grandes hotéis...

CNC projeta queda de 6,1% no PIB em 2020

Diante da incerteza em relação à superação da crise provocada pelo novo coronavírus e do grau de contaminação da economia, a Confederação Nacional do...

Empresas conseguem suspender pagamento de energia na primeira instância

Uma empresa que está em recuperação judicial conseguiu na Justiça o direito de pagar apenas a energia consumida. A empresa havia comprado energia no...

Universal Orlando Resort anuncia reabertura de alguns hotéis a partir do dia 2 de junho

A partir de 2 de junho de 2020, alguns hotéis do Universal Orlando Resort irão reabrir para os hóspedes. A reabertura desses hotéis será...

Bolivianos voltarão para casa depois de meses retidos na Alemanha

Os membros de uma orquestra boliviana que inclui flautas tradicionais esperam voltar para casa na próxima semana depois de ficarem retidos em um castelo...

Senado aprova projeto que oferece crédito para profissionais liberais

Em sessão remota nesta quinta-feira (28), o Plenário do Senado aprovou o projeto que abre linha de crédito especial para profissionais liberais durante a...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias