Pesquisa da ABIH-SP mede desempenho da hotelaria no trimestre Jul-Set de 2020

Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Estado de São Paulo – ABIH-SP divulga dados da pesquisa “Desempenho da Hotelaria no Estado de São Paulo”, contendo a comparação dos resultados referentes aos meses de julho, agosto e setembro de 2020.

EDIÇÃO DO DIÁRIO com agências


Os dados mensalmente processados e consolidados pela ABIH-SP contribuem com o planejamento estratégico e tático dos diferenciados meios de hospedagem e nas várias regiões do estado. “São dados que sinalizam tendências de mercado e servem de base para o alinhamento de políticas públicas favoráveis ao setor como um todo”, resume Ricardo A. Roman Jr., presidente da ABIH-SP

Principais resultados

Embora a taxa média de ocupação (-69,51%%); valor da tarifa média (-29,94%) e RevPar (-78,63%) em setembro 2020 permaneçam menores em relação a igual período do ano passado, apresentam crescimento quando comparadas aos resultados do último mês de agosto. Ou seja: foram registrados acréscimos de 26,86% no valor da diária média e 68,38% de RevPar. Outro dado expressivo foi o aumento das UHs (Unidades Habitacionais) abertas para comercialização, saltando de 51,01% em agosto para 82,13% em setembro de 2020. Ou seja, variação positiva de 61%.

“Estes números demonstram maior flexibilização nas regiões por parte das autoridades governamentais bem como a tendência a um cenário mais otimista por parte dos empresários do setor hoteleiro”, avalia Roberto Gracioso, coordenador do estudo.

Empregos X UHs

Com aumento de UHs ofertadas, a taxa média de funcionários empregados apresentou em setembro variação negativa (-14,86%) em relação ao mês de agosto de 2020. “Esta queda não significa aumento de demissões. Retrata sim a manutenção da mesma quantidade de funcionários”, complementa Gracioso.

MRTs – Macrorregiões Turísticas

Os dados apurados em setembro de 2020 revelam incremento da taxa média de ocupação em 12 das 15 MRTs, exceto na região Centro-oeste, que apresentou queda (-35,48%).

Apesar de ainda muito insipiente e com, em média, acima de 65% de defasagem em relação ao mesmo período de 2019, regiões onde o perfil da demanda é predominantemente gerada pelo mercado de viagens corporativas demonstram sinais de retomada. Exemplos de variação positiva nos índices de ocupação em setembro, comparada aos de agosto de 2020: Campinas e Região +67,08%, Capital Expandida +68,74% e Capital Paulista +75,73%. Regiões onde a demanda por turismo de lazer predomina, como Litoral Paulista e Vale do Paraíba- Litoral Norte apresentaram aumento na taxa média de ocupação: +29,38% e +46,82%, respectivamente. As demais regiões do estado apresentaram também tendência de recuperação do setor, reiterando ainda todos estarem aquém dos números ideais.

Apesar de o estado ter apresentado uma recuperação de 26,86% em setembro, em relação ao mês de agosto de 2020, a taxa média de ocupação permanece com 70% de defasagem em comparação ao mesmo período de 2019 (agosto e setembro de 2019). “De um modo geral, verificamos recuperação real de 5% em relação ao mesmo período de 2019”, conclui Gracioso.

Em relação à diária média, a região do Vale do Paraíba – Serras apresentou o maior índice de aumento (53,42%) e a região da Alta Mogiana (Ribeirão Preto), predominantemente corporativa, apresentou o segundo maior indicador de recuperação (29,85%). Apesar de os indicadores terem apresentado tendência de recuperação, ainda registram 29,94% de queda em relação ao mesmo período de 2019.

As regiões corporativas foram as mais retraídas, com a Capital e Campinas e Região apresentando redução (-20,94% e -15,48%, respectivamente) no valor da diária média, em relação ao mesmo período de 2019. De um modo geral, o valor da diária média no estado de São Paulo registrou aumento de 7,55%. Em julho, foi de R$ 191,87; agosto, R$ 214,39; e, setembro, R$ 230,56.

RevPar acumulado do Estado contou com um acréscimo de 68,38% em setembro com relação a agosto de 2020. Excetuando-se as MRTs Centro-oeste e Circuito das Águas, que apresentaram retração de 31% e 11,02% respectivamente, as demais regiões apresentaram significativa recuperação.

“Apesar dos índices de recuperação terem sido expressivos, indicando tendência de recuperação, o RevPar apresenta forte retração ainda em relação ao mesmo período de 2019, com -78,63%”, enfatiza Gracioso.

As regiões de maior destaque em setembro, comparando com agosto de 2020 foram Vale do Paraíba – Serra (116,29%); Capital Paulista (87,76%); Região de Campinas (70,80%) e Alta Mogiana – Ribeirão Preto (61,08%) apresentaram um acréscimo de RevPar bem expressivo. Porém, este índice ainda apresenta -70% em relação ao mesmo período de 2019.

No link é possível fazer o download do relatório completo da pesquisa e identificar o desempenho de todos os indicadores analisados em cada uma das MTRs estudadas pela entidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Redação
Redaçãohttps://www.diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


    Mais lidas

    Site do Editor

    Mais recentes

    Novos Embaixadores do Turismo do Rio de Janeiro são anunciados

    Foram anunciados na tarde desta sexta-feira (22) o nome dos 26 novos Embaixadores do Turismo do Rio de Janeiro. O evento vem ano a...

    Operadoras não vendem 50% do que venderam no mesmo mês de dezembro, em 2019

    Um balanço apresentado na tarde desta sexta-feira (22) pela Associação Brasileira das Operadoras de Turismo - Braztoa - aponta que o faturamento referente às...

    Turismo Sustentável começam a ser gerados na Grande Reserva Mata Atlântica

    Negócios de turismo sustentável e produção de natureza localizados nos estados do Paraná, Santa Catarina e São Paulo serão impactados pelo primeiro Centro de...

    Pierfrancesco Vago nomeado Presidente Executivo Global da Cruise Lines International Association (CLIA)

    Uma nota da MSC Cruzeiros acaba de informar que seu presidente honorário Pierfrancesco Vago foi nomeado Presidente Executivo Global da Cruise Lines International Association...

    GOL e LATAM fazem juntas voos da colaboração e da solidariedade

    A GOL e a LATAM demonstram espírito de cooperação e solidariedade no momento da distribuição das vacinas contra a Covid-19. A GOL levou 500...

    Japão nega que as Olimpíadas sejam canceladas

    TÓQUIO (Reuters) - O Japão se manteve firme na sexta-feira em seu compromisso de sediar as Olimpíadas de Tóquio este ano e negou um...

    Relacionadas

    Open chat