Prefeituras são impedidas pela justiça de cobrar tarifas de apps de transporte

Os municípios vêm sendo impedidos pela Justiça de exigir uma tarifa das empresas que oferecem transporte por meio de aplicativos — como Uber, 99 e Cabify. Imposta por meio de leis locais criadas para regulamentar o serviço, a cobrança é relativa ao uso intensivo do sistema viário.

VALOR ECONÔMICO

Várias cidades do país exigem essa tarifa, além do ISS. A base de cálculo varia de um município para outro. Alguns fixaram percentual conforme a quantidade de quilômetros rodados e outros levam em conta o total, em valores, das viagens registradas no mês anterior ao pagamento.

Existem decisões vetando esse tipo de cobrança em pelo menos três tribunais. No do Rio de Janeiro (TJ-RJ) há liminares. Já o de São Paulo (TJ-SP) e o do Distrito Federal (TJ-DF) enfrentaram o mérito. Uma das decisões em São Paulo, por exemplo, foi proferida pelo Órgão Especial — a principal instância, composta pelos 25 desembargadores mais antigos

Esses julgamentos, afirmam especialistas, estariam em linha com a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) do dia 8 de maio. Os ministros determinaram que os municípios não podem proibir o uso das plataformas nem restringir, de alguma forma, o seu funcionamento. Não é permitido, por exemplo, que criem regras não previstas na Lei nº 13.640 — conhecida coo a ei do Uber.

A decisão do Órgão Especial do TJ-SP tratou especificamente da lei criada pelo município de Campinas. Os desembargadores vetaram o trecho da legislação local que condiciona o funcionamento do serviço ao pagamento, pelas empresas donas dos aplicativos, de 1% do valor total das viagens. Essa regra foi imposta para aquelas que têm sede na cidade.

Este trecho é parte de conteúdo que pode ser compartilhado utilizando o link https://www.valor.com.br/legislacao/6298655/justica-impede-prefeituras-de-cobrar-tarifa-de-app-de-transporte ou as ferramentas oferecidas na página.

LEIA TUDO NO VALOR ECONÔMICO

Paulo Atzingen
Paulo Atzingenhttps://www.diariodoturismo.com.br
Paulo Atzingen é paulista e jornalista profissional (DRT-185 PA) desde o ano 2000; cursou Letras e Artes e Comunicação Social na Universidade Federal do Pará (UFPA), É poeta, contista e cronista. Estuda gaita (harmônica).

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

LATAM pede recuperação judicial nos EUA

Afiliadas na Argentina, Paraguai e Brasil não foram incluídas Por Marcelo Vianna* A Latam Airlines informou oficialmente nessa terça-feira que ajuizou pedido de recuperação judicial nos Estados...

Governo Alemão socorrerá Lufthansa com empréstimo de 9 bilhões de euros

A Lufthansa informou há pouco que o Fundo de Estabilização Econômica (WSF, na sigla original) do governo alemão aprovou pacote de socorro que prevê...

Azul fará voo extra aos EUA antes que país impeça entrada de brasileiros

Diante da medida adotada pelo governo dos EUA, que suspende temporariamente a entrada de brasileiros no país, a Azul irá operar nesta quinta-feira (28)...

Fórum Online de Hotéis Independentes: inscrições já estão abertas!

Evento gratuito será 100% online e reunirá grandes nomes da hotelaria. DIÁRIO é media partner.  EDIÇÃO DO DIÁRIO A 2ª edição do Fórum Online de Hotéis...

Governador de São Paulo, João Dória, diz que nova quarentena não será homogênea

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse nesta segunda-feira, em entrevista à GloboNews, que a atual quarentena adotada em São Paulo para...

Bancorbrás doa 5 toneladas de alimentos para instituições em Brasília

Em tempos de pandemia o isolamento social afetou diversos setores da sociedade, principalmente instituições que ajudam pessoas que fazem parte do grupo de risco....

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias