Presidente da FBHA sobre MP do governo: “governo ainda está insensível com o turismo”

O presidente Jair Bolsonaro revogou ainda nesta segunda-feira (23) o trecho da medida provisória 927 que previa a suspensão dos contratos de trabalho por quatro meses. 

REDAÇÃO DO DIÁRIO 


A MP foi publicada pelo governo hoje no “Diário Oficial da União”, com ações para combater o efeito da pandemia de coronavírus sobre a economia brasileira. O trecho revogado pelo presidente foi o artigo 18. O DIÁRIO ouviu o presidente da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA), Alexandre Sampaio sobre essa supressão, as consequências que a revogação pode causar e quais são os pleitos do setor, acompanhe:

“Nós temos a expectativa de uma nova medida provisória para esta semana que vai nos dar, ainda não temos o texto definitivo, uma possibilidade de termos 70% do saque do FGTS, que pode ser liberado a partir de uma nominata do seguro desemprego ou as duas coisas concomitantemente, uma grande discussão em Brasília ainda em cima do valor dessa negociação”, disse Alexandre ao DIÁRIO.

Insensível e bancos

Para Sampaio o governo ainda está insensível ao impacto do turismo na economia brasileira e pela primeira vez um representante do turismo brasileiro cita a necessidade de se criar algum ônus para os bancos:  “É fundamental que o presidente Bolsonaro e sua equipe econômico tenha um olhar diferenciado para a nossa categoria. Ao contrário, isso vai acarretar desemprego em massa, não é possível que não se possa criar algum tipo de ônus sobre os bancos, que tiveram lucros estúpidos esse ano e que a partir desse processo eles possam contribuir de alguma maneira a todas essas demandas que apresentamos”, acentuou.

Medida tímida e sem capital de giro

Ao final da entrevista, via whatsapp, Alexandre sintetizou os pleitos do setor hoteleiro e de alimentação:  “o que queremos é, mediante a garantia de emprego, a liberação do seguro desemprego para até 3 meses no valor de ate 1.800 reais por faixa, e concordamos com a concessão do saque de até 70% do FGTS. Mas é importante (dizer) que essa medida que saiu, ainda está muito tímida, não há capital de giro para as empresas abraçarem a causa como foi proposta”, arrematou.

OUÇA:

Outros pontos da MP

Além da suspensão do contrato de trabalho e do salário (possibilidade revogada por Bolsonaro), a MP estabelece, como formas de combater os efeitos do novo coronavírus sobre o mercado de trabalho e a economia, a possibilidade de se estabelecer:

  • teletrabalho (trabalho a distância, como home office)
  • regime especial de compensação de horas no futuro em caso de eventual interrupção da jornada de trabalho durante calamidade pública
  • suspensão de férias para trabalhadores da área de saúde e de serviços considerados essenciais
  • antecipação de férias individuais, com aviso ao trabalhador pelo menos 48 horas antes
  • concessão de férias coletivas
  • aproveitamento e antecipação de feriados
  • suspensão de exigências administrativas em segurança e saúde no trabalho
  • adiamento do recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS)
Paulo Atzingen
Paulo Atzingenhttps://www.diariodoturismo.com.br
Paulo Atzingen é paulista e jornalista profissional (DRT-185 PA) desde o ano 2000; cursou Letras e Artes e Comunicação Social na Universidade Federal do Pará (UFPA), É poeta, contista e cronista. Estuda gaita (harmônica).

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Agência online é condenada a reembolsar viagem cancelada por Covid-19

"A impossibilidade de realização da viagem pelo consumidor, na data escolhida, não pode obrigá-lo a concretizá-la em outra data, se esta não é a...

Alemanha experimenta recessão no primeiro trimestre

A queda nos investimentos de capital, no consumo privado e nas exportações levou a economia da Alemanha à recessão no primeiro trimestre, de acordo...

EUA proíbem entrada de viajantes vindos do Brasil

A Casa Branca anunciou neste domingo (24) que está proibindo estrangeiros de viajar para os Estados Unidos se eles estiveram no Brasil nas últimas...

Fórum Online de Hotéis Independentes: inscrições já estão abertas!

Evento gratuito será 100% online e reunirá grandes nomes da hotelaria. DIÁRIO é media partner.  EDIÇÃO DO DIÁRIO A 2ª edição do Fórum Online de Hotéis...

Casas de apostas preparadas para prevenir vício em jogos

Uma das maiores preocupações de familiares e psicanalistas é com a questão das adicções*, conhecidas comumente como vícios. Quando se ouve a palavra "viciado"...

Administração de Noronha libera o uso das praias, para moradores, com restrições

Em nota enviada ao DIÁRIO neste domingo (24) a administração de Fernando de Noronha informa que vai conseguindo, aos poucos, superar as adversidades geradas...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias