Presidente da FBHA sobre MP do governo: “governo ainda está insensível com o turismo”

O presidente Jair Bolsonaro revogou ainda nesta segunda-feira (23) o trecho da medida provisória 927 que previa a suspensão dos contratos de trabalho por quatro meses. 

REDAÇÃO DO DIÁRIO 


A MP foi publicada pelo governo hoje no “Diário Oficial da União”, com ações para combater o efeito da pandemia de coronavírus sobre a economia brasileira. O trecho revogado pelo presidente foi o artigo 18. O DIÁRIO ouviu o presidente da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA), Alexandre Sampaio sobre essa supressão, as consequências que a revogação pode causar e quais são os pleitos do setor, acompanhe:

“Nós temos a expectativa de uma nova medida provisória para esta semana que vai nos dar, ainda não temos o texto definitivo, uma possibilidade de termos 70% do saque do FGTS, que pode ser liberado a partir de uma nominata do seguro desemprego ou as duas coisas concomitantemente, uma grande discussão em Brasília ainda em cima do valor dessa negociação”, disse Alexandre ao DIÁRIO.

Insensível e bancos

Para Sampaio o governo ainda está insensível ao impacto do turismo na economia brasileira e pela primeira vez um representante do turismo brasileiro cita a necessidade de se criar algum ônus para os bancos:  “É fundamental que o presidente Bolsonaro e sua equipe econômico tenha um olhar diferenciado para a nossa categoria. Ao contrário, isso vai acarretar desemprego em massa, não é possível que não se possa criar algum tipo de ônus sobre os bancos, que tiveram lucros estúpidos esse ano e que a partir desse processo eles possam contribuir de alguma maneira a todas essas demandas que apresentamos”, acentuou.

Medida tímida e sem capital de giro

Ao final da entrevista, via whatsapp, Alexandre sintetizou os pleitos do setor hoteleiro e de alimentação:  “o que queremos é, mediante a garantia de emprego, a liberação do seguro desemprego para até 3 meses no valor de ate 1.800 reais por faixa, e concordamos com a concessão do saque de até 70% do FGTS. Mas é importante (dizer) que essa medida que saiu, ainda está muito tímida, não há capital de giro para as empresas abraçarem a causa como foi proposta”, arrematou.

OUÇA:

Outros pontos da MP

Além da suspensão do contrato de trabalho e do salário (possibilidade revogada por Bolsonaro), a MP estabelece, como formas de combater os efeitos do novo coronavírus sobre o mercado de trabalho e a economia, a possibilidade de se estabelecer:

  • teletrabalho (trabalho a distância, como home office)
  • regime especial de compensação de horas no futuro em caso de eventual interrupção da jornada de trabalho durante calamidade pública
  • suspensão de férias para trabalhadores da área de saúde e de serviços considerados essenciais
  • antecipação de férias individuais, com aviso ao trabalhador pelo menos 48 horas antes
  • concessão de férias coletivas
  • aproveitamento e antecipação de feriados
  • suspensão de exigências administrativas em segurança e saúde no trabalho
  • adiamento do recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Paulo Atzingen
Paulo Atzingenhttps://www.diariodoturismo.com.br
Paulo Atzingen é paulista e jornalista profissional (DRT-185 PA) desde o ano 2000; cursou Letras e Artes e Comunicação Social na Universidade Federal do Pará (UFPA), É poeta, contista e cronista. Estuda gaita (harmônica).

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


    Mais lidas

    Site do Editor

    Mais recentes

    Novos Embaixadores do Turismo do Rio de Janeiro são anunciados

    Foram anunciados na tarde desta sexta-feira (22) o nome dos 26 novos Embaixadores do Turismo do Rio de Janeiro. O evento vem ano a...

    Operadoras não vendem 50% do que venderam no mesmo mês de dezembro, em 2019

    Um balanço apresentado na tarde desta sexta-feira (22) pela Associação Brasileira das Operadoras de Turismo - Braztoa - aponta que o faturamento referente às...

    Turismo Sustentável começam a ser gerados na Grande Reserva Mata Atlântica

    Negócios de turismo sustentável e produção de natureza localizados nos estados do Paraná, Santa Catarina e São Paulo serão impactados pelo primeiro Centro de...

    Pierfrancesco Vago nomeado Presidente Executivo Global da Cruise Lines International Association (CLIA)

    Uma nota da MSC Cruzeiros acaba de informar que seu presidente honorário Pierfrancesco Vago foi nomeado Presidente Executivo Global da Cruise Lines International Association...

    GOL e LATAM fazem juntas voos da colaboração e da solidariedade

    A GOL e a LATAM demonstram espírito de cooperação e solidariedade no momento da distribuição das vacinas contra a Covid-19. A GOL levou 500...

    Japão nega que as Olimpíadas sejam canceladas

    TÓQUIO (Reuters) - O Japão se manteve firme na sexta-feira em seu compromisso de sediar as Olimpíadas de Tóquio este ano e negou um...

    Relacionadas

    Open chat