Relatório de Sustentabilidade 2020 da MSC Cruzeiros destaca as medidas adotadas durante a pandemia

Meta da Companhia é zerar emissão de Carbono até 2050

Edição do DIÁRIO com agências

A MSC Cruzeiros publicou o seu Relatório de Sustentabilidade 2020. Em função da pandemia de Covid-19, o levantamento concentra-se nas medidas adotadas pela companhia para garantir a sustentabilidade dos seus negócios, a adaptação de suas operações e a preparação para um retorno seguro dos hóspedes e da tripulação, juntamente com os principais objetivos de longo prazo da Companhia, incluindo a descarbonização.

“Durante o ano de 2020, tivemos grandes conquistas, e a MSC Cruzeiros conseguiu superar os desafios impostos pela pandemia. Desde o início, nós levamos todos os nossos hóspedes e tripulantes para casa em segurança, e fomos os primeiros a lançar nosso protocolo operacional de saúde e segurança, líder da indústria, que redefiniu o setor de cruzeiros e fez com que se tornasse uma das opções mais seguras para viagens de férias realizadas agora e até mesmo no futuro. E, durante todo esse processo, não perdemos de vista o nosso compromisso de ser uma empresa ética e também sustentável ”, afirma o Presidente Executivo da MSC Cruzeiros, Pierfrancesco Vago.

A tecnologia tem sido uma aliada para tornar a experiência a bordo mais sustentáveis, diz ele. “Progredimos significativamente na proteção do nosso planeta, reduzindo nossas emissões por meio de investimentos em novas tecnologias, como o Gás Natural Liquefeito (GNL), que estão nos aproximando de alcançar operações neutras em carbono até 2050, bem como de outras conquistas importantes como cuidar da nossa equipe, dos lugares que visitamos, melhorar nosso processo de suprimentos e fornecer suporte de emergência por meio da MSC Foundation. O relatório deste ano é outro marco importante em nossa jornada rumo a operações totalmente sustentáveis e de zero impacto climático. ”

- Advertisement -

Após interromper as navegações em março de 2020 em função da pandemia de Covid-19, a MSC viu o número de dias de operações comerciais do ano caírem 75% e o número de hóspedes transportados reduzirem 78%. O fechamento das fronteiras impediu que alguns tripulantes voltassem para casa. Eles permaneceram a bordo durante meses em cabines individuais de hóspedes com todos os cuidados. Em terra, a equipe da MSC ofereceu aos membros da tripulação apoio psicológico em grupo e individual.

Com o início da pandemia, a MSC Cruzeiros também organizou a infraestrutura necessária para permitir aos funcionários em terra uma transição para o trabalho remoto. Uma plataforma de comunicação foi introduzida para manter o negócio conectado. A equipe de Recursos Humanos trabalhou com a equipe de TI para garantir uma transição para os funcionários, com o fornecimento de treinamentos online sobre seu uso e aplicação. Mais de 700 funcionários em terra participaram dessas sessões.

Em paralelo às ações relacionadas aos desafios pela pandemia, a MSC Cruzeiros também trabalhou em um Protocolo de Saúde e Segurança em parceria com o Grupo Blue-Ribbon de Especialistas em COVID-19, formado por especialistas em saúde pública de renome internacional. A MSC Cruzeiros redesenhou toda a experiência de cruzeiro para fornecer aos hóspedes uma bolha social segura, desde o momento do embarque até o seu retorno para casa.

No dia 16 de agosto, o MSC Grandiosa partiu de Gênova, na Itália, para uma viagem de sete noites, tendo testado todos os hóspedes e tripulantes antes do embarque, monitorando periodicamente todos a bordo e com um plano robusto de contingência para gerenciar casos suspeitos em conjunto com as autoridades de saúde locais. A MSC Cruzeiros também desenvolveu um conceito de “excursão em bolha”, que garante a segurança dos hóspedes e das comunidades locais durante as escalas.

Linden Coppell, Diretora de Sustentabilidade da MSC Cruzeiros, diz que o relatório reconhece os desafios impostos pela Covid-19 e afirma: “Apesar disso, permanecemos com o nosso foco contínuo em nossas obrigações e ações ambientais e sociais, principalmente para a crescente demanda pela descarbonização. Atualmente, nossa indústria depende quase totalmente de combustíveis fósseis. Para atingir nossa meta de zero emissão, precisaremos migrar para novos combustíveis. Seguimos empenhados em melhorar a eficiência energética dos navios da nossa frota e estamos considerando a melhor forma de nos prepararmos para o futuro. Isso inclui a investigação do uso de combustíveis de baixo carbono que, se disponíveis em escala, podem substituir os combustíveis existentes. ”

Conheça alguns pontos do Relatório de Sustentabilidade 2020 da MSC

  • Descarbonização: Permaneceu no caminho para cumprir, ou provavelmente ultrapassar, a meta de 40% de melhoria na intensidade das emissões até 2030, em comparação com 2008, como parte da jornada para alcançar operações neutras em carbono até 2050. Embora comparações em 2020 em relação aos anos anteriores não sejam possíveis por conta da paralisação, foi vista uma melhora de 2,5%, antes da interrupção das operações em 2020.
  • Otimização de energia: Em 2020, a tripulação do MSC Grandiosa apoiou a implementação do Ecorizon, um processo de otimização de energia em navios, que coleta dados usando sistemas de automação e sensores a bordo, permitindo um relatório de status muito preciso sobre o perfil de uso de energia do navio.
  • Preparação para o Gás Natural Liquefeito (GNL): Em 2020, avançou o trabalho no MSC World Europa, o primeiro navio movido a GNL da MSC Cruzeiros. O navio está previsto para iniciar as suas operações em 2022, permitindo uma menor emissão de carbono e reduções significativas das emissões de SOx e NOx, em comparação com a propulsão convencional. Dois navios adicionais, também movidos a GNL, estão previstos para entrar em serviço em 2023 e 2025.
  • Reduzir uso de plástico: As equipes continuaram a trabalhar de forma colaborativa para reduzir ainda mais o uso de plástico e a geração de resíduos, bem como a diminuição do impacto da Empresa na vida marinha e na biodiversidade.
Compartilhe com um amigo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Redaçãohttps://diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias para a sua viagem!


    Mais lidas

    Site do Editor

    O jornal dos melhores leitores

    Mais recentes

    Flávia Alessandra e Otaviano Costa vão representar Hotéis Hard Rock no Brasil

    A rede de hotéis Hard Rock, desenvolvida no Brasil pela incorporadora VCI SA, terá Flávia Alessandra e Otaviano Costa como embaixadores e membros consultivos...

    Petrópolis (RJ) realiza 21º Festival Petrópolis Gourmet

    Em formato presencial, de 3 a 19 de dezembro acontecerá a 21ª edição do festival gastronômico Petrópolis Gourmet Edição DIÁRIO com agências A previsão é a...

    Turismo da Cidade do Cabo despenca com a nova variante do coronavírus Omicron

    CIDADE DO CABO, 30 DE NOVEMBRO (Reuters) - A chegada do transatlântico Europa na Cidade do Cabo nesta terça-feira (30) deveria ser uma celebração...

    Governo paulista cria Distrito Turístico Serra Azul para ser a ‘Orlando brasileira’

    "O distrito turístico tem uma capacidade impulsionadora para investimentos privados, empregos e oportunidades em toda a região”, afirmou Doria Edição DIÁRIO com agências O Governador de...

    “O setor não suporta mais a recessão que vem enfrentando”, afirma Manoel Linhares

    Em artigo, presidente da ABIH Nacional fala sobre novas restrições e diz que dificultar as viagens internacionais parece não ser a solução Por Manoel Linhares O...

    Siderley Santos, CEO do grupo Arbaitman: “Nunca vendemos tanto o destino Brasil”

    A chegada do fim do ano combinada com os avanços da vacinação e a abertura das fronteiras de destinos internacionais têm dado novo ânimo...

    Relacionadas

    Compartilhe com um amigo:
    Pautas e Marketing