Sim ou Não?: um basta à procrastinação!

CONSELHO EDITORIAL DO DT

O dia a dia de cada um de nós, não importa o ramo em que se atua, pede decisões. O modus enrolandi, prática antiga e uma espécie de traço cultural do brasileiro, transformou-se em expediente que trava, paralisa e compromete o andamento dos processos, da finalização de algo.

Esse comportamento foi e tem sido crucial nas relações entre as empresas e agora, potencializado pela impessoalidade dos recursos digitais.

A indecisão (sistemática e deliberada) de que falamos tem nada a ver com zelo, cautela ou necessidade de reflexão justificável. Trata-se, sim, de submeter o outro a esperas intermináveis e exaustivas, onde o tempo, nosso ativo fugaz e precioso, vaza pelo vão dos dedos. No fundo, procrastinar implica em cozinhar o interlocutor em banho-maria, em flagrante desapreço a negociações em curso.

Do ponto de vista do papel dos gestores de empresas, que analisam propostas e conduzem negociações, empurrar com barriga revela indiferença e nenhum compromisso com a transparência. Talvez revele, também, despreparo para a função, porque lhe falta coragem para dizer não e segurança de dizer sim.

- Advertisement -

Ou seja: gestor tíbio, frouxo e avesso à própria prerrogativa de decidir. A somatória de indecisões sucessivas, mesmo que relativas a pequenos eventos, pode configurar um desastre. Contamina o papel dos subordinados, que muitas vezes são industriados para reproduzir a ditadura do talvez.

No trabalho cotidiano de fazer a roda girar DIÁRIO DO TURISMO girar, os efeitos desse comportamento amplificam, em muito, a taxa de stress. Um jornal como o nosso, diário, se faz com prontidão e ritmo. Mesmo as chamadas notícias frias têm timing. São tonificadas e ganham vida quando editadas e publicadas no contexto oportuno. Se a fonte procrastina, um abraço!

Essa reflexão alcança o espaço inovador e desconcertante das startups, tão contemporâneas, tão atuais, fincadas no espírito da criatividade, prosperam à base de tomadas de decisão. Startups bem sucedidas são avessas à pressa, mas cultivam a rapidez. Sabem, muito bem, que chegar na frente não se confunde com correr atrás.

Nas startaps as decisões são rápidas: alguém tem uma ideia, que vira um anteprojeto, que vira um projeto e precisa de aporte financeiro para se colocar o ovo em pé. Startups buscam sinal verde, mas estão preparadas para o vermelho. Porém, o amarelo é impraticável.

No âmbito das empresas indecisões fecham as portas, desestimulam. Em um momento de retomada como este é preciso mais assertividade, vontade. Ou Sim, ou Não! Afinal, a melhor decisão, não importa o caso, é aquele que se toma. E a vida segue.

Compartilhe com um amigo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Paulo Atzingenhttps://www.diariodoturismo.com.br
PAULO ATZINGEN é jornalista profissional (DRT-185 PA) desde o ano 2000; cursou Letras e Artes e Comunicação Social na Universidade Federal do Pará. Produziu reportagens na Amazônia sobre sustentabilidade, conflitos agrários e étnicos. Lançou em 1998 sua primeira revista, a PAYSAGE – dirigindo-a e publicando-a por três anos. Em Belém, foi repórter do jornal O Liberal, O Paraense e articulista do jornal A Província do Pará e Diário do Pará. É premiado contista, com três livros de ficção em prosa publicados via editais. Trabalhou como redator no jornal de turismo Brasilturis e fundou em 2005 o DIÁRIO DO TURISMO, o primeiro jornal On-line Diário de Turismo do Brasil. Atualmente desenvolve projetos de conteúdo editoriais e digitais para empresas privadas de hotelaria, aviação, companhias marítimas, destinos turísticos e biografias.

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias para a sua viagem!


    Mais lidas

    Site do Editor

    O jornal dos melhores leitores

    Mais recentes

    16º Festival das Cataratas chega ao fim e celebra visitação

    “Foi uma edição especial para todos nós”, afirmou a diretora do Festival das Cataratas Mayara Angeli Edição DIÁRIO com agências O 16º Festival das Cataratas chegou...

    Taiwan será primeiro país do Leste Asiático a receber a World Pride

    O evento acontece a cada dois anos em uma cidade diferente e reúne, além da Parada do Orgulho LGBTQIA+, uma série de outros eventos...

    Conheça o destino brasileiro referência em turismo acessível

    A grande maioria das atividades de turismo aventura estão adaptadas para pessoas com qualquer tipo de deficiências Edição DIÁRIO com agências A cidade de Socorro (SP),...

    Brasil terá escritório regional da Organização Mundial do Turismo (OMT)

    Com a confirmação da sua construção, será a primeira representação da entidade nas Américas, fortalecendo o setor em todos os países do continente Edição DIÁRIO...

    Aviação defende adesão de países da América Latina ao Certificado Digital COVID da União Europeia

    O sistema de Certificado Digital COVID da UE compreende três tipos de certificados gratuitos relacionados à Covid-19: um certificado de vacinação, um certificado de...

    França atualiza regras para a entrada de turistas estrangeiros

    Novas medidas são apresentadas no momento em que as contaminações avançam na Europa e o aparecimento da nova variante ômicron causa temor global Por Redação A...

    Relacionadas

    Compartilhe com um amigo:
    Pautas e Marketing