Sonda chinesa captura sua primeira imagem de Marte

PEQUIM (Reuters) – A missão inaugural de exploração espacial da China a Marte capturou sua primeira imagem do planeta vermelho, disse a agência espacial na última sexta-feira (5), cerca de seis meses depois que a sonda deixou a Terra.

O Tianwen-1 tirou a foto a uma distância de cerca de 2,2 milhões de km (1,4 milhão de milhas) de Marte, de acordo com a Administração Espacial Nacional da China (CNSA), que forneceu uma imagem em preto e branco.

A sonda está agora a apenas metade dessa distância de Marte e cerca de 184 milhões de quilômetros da Terra após 197 dias da missão, disse a CNSA em um comunicado, acrescentando que seus sistemas estão em boas condições.

O Tianwen-1 foi lançado em julho da ilha de Hainan, no sul da China, e deve atingir a órbita de Marte neste mês. Em maio, ele tentará pousar na Utopia Planitia, uma planície no hemisfério norte, e implantar um jipe ​​para explorar por 90 dias.

Se for bem-sucedido, o Tianwen-1 tornará a China o primeiro país a orbitar, pousar e implantar um rover em sua missão inaugural a Marte, aumentando ainda mais as credenciais espaciais da China depois que, no ano passado, se tornou a primeira nação a trazer amostras da lua desde o ano 1970s.

A China já havia feito uma oferta a Marte em 2011 com a Rússia, mas a espaçonave russa que transportava a sonda não conseguiu sair da órbita da Terra e se desintegrou no Oceano Pacífico.

Reportagem de Ryan Woo; escrita por Tom Daly; edição por Nick Macfie

 

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT

Atendimento Comercial