Vendas de viagens devem aumentar entre 30% e 40% durante Olimpíadas, diz pesquisa

(Edição do DT com agências)

Este ano, as vendas de passagens aéreas e hospedagens no comércio eletrônico brasileiro terão seu ponto alto do começo do mês de junho até o final de julho, segundo levantamento da Criteo, empresa de tecnologia especializada em publicidade digital.

O pico compreende o período de 6 a 10 semanas antes do início das Olimpíadas, que acontece no Rio de Janeiro, a partir de agosto. A expectativa é de que haja um aumento mínimo entre 30% e 40%, na comparação com os meses anteriores de 2016.

Após o início das disputas, a comercialização deve apresentar queda. Isso, porque os viajantes já terão feito a maior parte das reservas de voos e hospedagens.

“Com a proximidade dos jogos, a tendência é a aceleração das últimas vendas. E cada vez mais os turistas pesquisam e tomam a decisão de compra no ambiente digital, principalmente via mobile”, comenta o diretor geral da Criteo no Brasil, Fernando Tassinari.

Como auxílio para a análise, a Criteo analisou a movimentação de vendas do comércio eletrônico referente ao primeiro semestre de 2014, ano da Copa do Mundo no Brasil, que também atraiu atenção mundial para visitação. Nesse período, as 35 principais empresas online nacionais do segmento de turismo realizaram 11,5 milhões de vendas. O estudo considerou ainda as vendas nos primeiros semestres de 2013 e 2014.

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT

Atendimento Comercial