Visual Turismo divulga pacote para Chapada das Mesas, no Maranhão

A Chapada das Mesas, no Maranhão, possui cachoeiras imensas, cavernas com pinturas rupestres e piscinas naturais

REDAÇÃO com agências –

Nos últimos anos, a Chapada das Mesas, no sul do Maranhão, começou a entrar no radar dos viajantes que amam o contato com a natureza por ostentar cavernas inexploradas, cachoeiras imensas, cânions e piscinas naturais de águas esplendorosamente azuis e límpidas. Dessa forma, a Visual Turismo lança um roteiro para o local.

Acessada por municípios como Carolina, uma típica cidadezinha do interior nordestino, a Chapada das Mesas possui esse nome por conta do formato de suas formações rochosas, que têm milhões de anos e se assemelham a mesas

Levando em conta a geografia da Chapada, centenas de cachoeiras com quedas-d’agua que atingem 50 metros de altura, encravadas entre paredões rochosos, que dividem a atenção com áreas de floresta, serras, cânions, cavernas com pinturas rupestres e poços naturais de águas cristalinas.

O pacote

A viagem da Visual tem saída em 26 de janeiro do ano que vem e inclui passagem aérea, traslados, cinco noites de hospedagem em Carolina, café da manhã, e passeios guiados.

Entre os lugares visitados estão as piscinas naturais de Poço Azul e Encanto Azul, cachoeiras, o Parque Nacional da Chapada das Mesas, o Complexo Turístico de Pedra Caída, o Portal da Chapada, que guarda um mirante natural, e navegação no Rio Tocantins para contemplação do pôr do sol, além de um trekking de dez quilômetros com direito a piquenique.

O preço é a partir de R$ 3.233 por pessoa em acomodação dupla, valor que pode ser dividido em até dez parcelas.

Mais informações no site.

Avatar
Redaçãohttps://www.diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Bolsa qualificação beneficia turismo de Foz do Iguaçu e preserva 4,5 mil empregos

Foz do Iguaçu vem adotando diversas medidas para preservar empregos e amenizar o impacto social provocado pela pandemia no novo coronavírus (Covid-19). Uma delas...

Portugal recebe o Selo ‘Safe Travels’ do World Travel & Tourism Council

Este selo visa reconhecer destinos que cumprem protocolos de saúde e higiene alinhados com os Protocolos de Viagens Seguras emanados pelo WTTC, ajudando, sobretudo,...

Os  Embaixadores do Rio e a retomada do turismo fluminense

Bayard Do Coutto Boiteux*O Rio  de Janeiro com a pandemia causada pelo Covid-19 passa o pior momento de sua história turística nas últimas décadas....

Prefeito de São Sebastião oficializa Área de Proteção Ambiental Baleia Sahy

Nesta sexta-feira (5), o prefeito do município de São Sebastião, Felipe Augusto, assinou o decreto que regulamenta o Plano de Manejo da Área de...

União Europeia só abrirá totalmente as fronteiras internas no final de junho

A União Europeia só abrirá totalmente as fronteiras internas no final de junho e começará a suspender as restrições a viagens fora do bloco...

Accor amplia programa Plant for the Planet agora para a Colômbia

Para reforçar seu objetivo com a preservação ambiental e preocupação com os insumos que utiliza em seus hotéis, a Accor anuncia no Dia Internacional...

Relacionadas

1 COMENTÁRIO

  1. A razão do nome de Carolina não é essa dita na matéria. É uma homenagem a Imperatriz do Brasil, esposa de D. Pedro O, Carolina Leopoldina.
    Essa história está na página do Facebook do Museu Histórico de Carolina.
    Aproveito a oportunidade para lembrar a operadora de turismo para colocar uma visita ao mesmo. Vale uma visita. Agende pelo e-mail que também está na página ou pelo menseger.

Comments are closed.

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias