14 de novembro comemora-se o dia do enoturismo. E no Brasil?

Em todo segundo domingo de novembro, portanto, neste dia 14 comemora-se o dia mundial do enoturismo.

por Werner Schumacher*


No Brasil não há nenhuma iniciativa para se festejar ou marcar esse dia, talvez tenha uma data nacional, que julgam mais importante que a mundial, mas a princípio nenhuma notícia veiculou pela mídia. Em Portugal está sendo bastante promovido.

Ontem, Francisco Mateus, presidente da Comissão Vitivinícola da Região Alentejana declarou: ‘O Enoturismo é uma âncora para o desenvolvimento regional e no Alentejo há excelentes ofertas no setor’.

Foi além: ‘o vinho é um produto que mexe com a sensação das pessoas, há aqui uma relação emocional com o local de produção do vinho, logo não há nada melhor do que vir ao local onde o vinho é produzido e estar entre as vinhas’.

Em outros países não é diferente:

 ‘Te proponemos el mejor plan para disfrutar con tus amigos, pareja o familia, cerca de casa: descubrir la Ruta del Vino de Alicante en el Día Mundial del Enoturismo’.

 

TERRE DEL VINO BERE, MANGIARE, VIVERE MEGLIO – 14 novembre Giornata Mondiale del Turismo del Vino’.

 

Plus de 50 vignerons de Sauternes et Barsac vous donnent rendez-vous du 11 au 14 Novembre 2021. JOURNÉE MONDIALE DE L’OENOTOURISME’

 

Wineries wait for guests on World Wine Tourism Day marked on November 14

Weintourismus Tag

Quando adicionei a um Alerta Google a palavra ENOTURISMO, nem todos os alertas eram diários e com um ou dois textos, somente associados a Portugal, deduz-se que o enoturismo, mesmo em desenvolvimento no Brasil, pouca importância se deu à data


*Werner Schumacher, é o alemão brasileiro que na década de 80 e 90 do século passado trouxe os insumos da Europa para o início da vinicultura no Rio Grande do Sul, e portanto, no Brasil.

Sem meias palavras, Werner durante o último ano escreveu sobre inúmeros assuntos do universo do vinho. Defendeu a viticultura heroica de montanha, ficou do lado dos pequenos produtores de uva e vinho do Rio Grande do Sul, enalteceu a importância do enólogo em uma propriedade que produz vinho. Além de tudo isso, e com muita classe, critica os marqueteiros que tentam desmistificar o mundo do vinho com seus produtos padronizados e sem caráter.

 

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT