A ilha emergirá reino

A faixa de areia neste lado da ilha terá uns quinhentos e vinte e seis metros de comprimento. A largura será impossível precisar porque o mar irá e voltará indefinidamente obedecendo a pulsação do planeta.

por Paulo Atzingen (Texto originalmente publicado na página Atzingen.com.br)


À esta faixa de areia se erguerá várias fileiras de coqueiros e suas cabeleiras verdes e seus corpos esbeltos dançarão ao sabor de um vento aloprado que virá do alto, da frente e de todos os lados.

No primeiro dia a ilha parecerá nascida das futuras histórias fantásticas de ficção que ouviremos dos nossos pais quando esses ainda possuírem memória. Tempo em que as pessoas não andarão corcundas olhando para o próprio mundo digital.

Quando os navegadores chegarem no segundo dia e antes mesmo de colocarem suas botas aqui, darão um mergulho nessa água transparente para só depois, irem descobrir o resto do Novo Mundo.

As lanchas que chegarão à ilha no terceiro dia virão apinhadas de índios modernos equipados com telefones que tiram fotos. Eles absorverão tudo o que lhes remeta ao passado: ar puro em movimento, cores brancas da areia, cores verdes dos coqueiros e o extravagante azul turquesa do mar, e com um detalhe: “de graça”.

Arrancarão da água a sensação tátil do banho e do sal a preservação da carne sob o sol do trópico.

Quando as lanchas dos índios modernos tocarem a areia reconectarão o fluxo da história que terá início quando os reis de Espanha e Portugal sentirem inveja um do outro, ou ciúme, ou ódio, não sei ao certo.

O que sei é que no quarto dia ao caminharem pela praia esses índios modernos catarão estrelas do mar e corais.  As estrelas terão o formato das bolas de hélio que estão sendo espalhadas no céu de noite. Essas estrelas da areia projetarão o design universal em uma transmissão via satélite imperceptível, inexplicável, quântica.

São menores porque são criaturas espelhadas no design original, mas refletem a grandeza com suas cinco mil pontas.

Já os corais têm forma espiralada que catapulta os índios modernos à inevitável rotação do planeta, que, por sua vez, regulará o fluxo e o tempo das marés. Ao colocarem o ouvido nesses corais escutarão o mar longínquo lá longe, no início dos milênios.

Quando os índios mais civilizados descerem à ilha, no quinto dia, trarão consigo uma carga de civilização neutra, nem boa, nem ruim, nem rica, nem pobre – uma civilização que se existisse, – como existirá – ou deixasse de existir – como não deixará – pouco impactaria na emersão da ilha. As toneladas de lixo inorgânico que os índios mais civilizados deixarão por onde passarem serão transformados em pó com a fotossíntese do tempo. Tanto faz se eles sujarem, tanto faz se eles pecarem, tanto faz se eles subornarem, roubarem ou matarem, a ilha emergirá. 

Mesmo que os índios mais que civilizados construam casas, pontes, aeroportos, fábricas, linhas de trem, rodovias, prédios, shoppings, hidrelétricas, usinas atômicas e naves espaciais, mesmo que dentre os índios mais civilizados, no sexto dia, venham os índios ultra-civilizados da civilização da grande ilha do norte, a ilha emergirá.

A ilha emergirá no sétimo dia e junto com ela uma barreira de corais, uma fileira de coqueiros e um mundo novo todo para ser refeito e pessoas novas todas prontas para serem refeitas emergirão. 

A ilha emergirá.

Paulo Atzingen
Paulo Atzingenhttps://www.diariodoturismo.com.br
Paulo Atzingen é paulista e jornalista profissional (DRT-185 PA) desde o ano 2000; cursou Letras e Artes e Comunicação Social na Universidade Federal do Pará (UFPA), É poeta, contista e cronista. Estuda gaita (harmônica).

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Bolsa qualificação beneficia turismo de Foz do Iguaçu e preserva 4,5 mil empregos

Foz do Iguaçu vem adotando diversas medidas para preservar empregos e amenizar o impacto social provocado pela pandemia no novo coronavírus (Covid-19). Uma delas...

Portugal recebe o Selo ‘Safe Travels’ do World Travel & Tourism Council

Este selo visa reconhecer destinos que cumprem protocolos de saúde e higiene alinhados com os Protocolos de Viagens Seguras emanados pelo WTTC, ajudando, sobretudo,...

Os  Embaixadores do Rio e a retomada do turismo fluminense

Bayard Do Coutto Boiteux*O Rio  de Janeiro com a pandemia causada pelo Covid-19 passa o pior momento de sua história turística nas últimas décadas....

Prefeito de São Sebastião oficializa Área de Proteção Ambiental Baleia Sahy

Nesta sexta-feira (5), o prefeito do município de São Sebastião, Felipe Augusto, assinou o decreto que regulamenta o Plano de Manejo da Área de...

União Europeia só abrirá totalmente as fronteiras internas no final de junho

A União Europeia só abrirá totalmente as fronteiras internas no final de junho e começará a suspender as restrições a viagens fora do bloco...

Accor amplia programa Plant for the Planet agora para a Colômbia

Para reforçar seu objetivo com a preservação ambiental e preocupação com os insumos que utiliza em seus hotéis, a Accor anuncia no Dia Internacional...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias