Adventure Sport Fair começa em São Paulo com atrações indoor, off-road e sugestões fora da caixa

REDAÇÃO DO DIÁRIO –

Começou nesta sexta-feira (27) e vai até domingo (29) a Adventure Sport Fair, no São Paulo Expo. O evento traz dezenas de atividades interativas como simulador de surf indoor, tanque de mergulho, pista de snowboard e sky, circuito de arvorismo e bag jump entre outros. De acordo com o diretor geral da feira, Marcelo Marino, o Adventure Sports Fair é a oportunidade para o público de toda a América Latina conhecer o que há de mais inovador em produtos, destinos, atrações e conteúdos em turismo e esportes de aventura. O DIÁRIO o entrevistou, acompanhe:

DIÁRIO – Qual a importância do turismo de aventura para um país que possui tantas riquezas naturais?

Marcelo Marino – O mercado de turismo de aventura já é considerado o mercado que mais cresce dentro do turismo, representando R$ 2,5 bi anuais de faturamento, segundo a ABETA e a ATTA. Esta última, que é norte-americana, fez uma pesquisa nos EUA, na qual 54% colocam a América do Sul como intenção de visita. Em termos de representatividade, o Brasil está acima da Europa Ocidental, por exemplo. O nosso país se destaca pela natureza. Temos um campo de vida ao ar livre (outdoor) que é uma vida que poucos têm no mundo. Um grande exemplo disso é o número de destinos presentes na feira, pois é um evento que entrega experiência, conteúdo e a questão de negócios. Digo experiências através de nossas atrações interativas, como o arborismo, a parede de escalada, a queda livre, simulador de onde, tanque de mergulho. Ao mesmo tempo, os destinos presentes, as pessoas obtendo a experiência, vão procurar sobre.

DIÁRIO – Vocês conseguem dizer o que foi gerado de negócios a partir da ultima feira ?

Marcelo Marino – Sim. Em 2016, nós tivemos R$ 12 milhões. Esse ano, a expectativa é que a feira renda R$ 15 milhões.

DIÁRIO – Quais são os principais participantes?

Marcelo Marino – A feira tem vários segmentos, então temos o outdoor, por exemplo, que tem uma área dedicada somente a ele, e assim o público tem a oportunidade de saber a roupa certa para determinados locais, o equipamento certo. Como hoje, o brasileiro está cansado daquela viagem usual para a praia, ele busca o ‘turismo ao ar livre’, como dizemos, com mais contato com a natureza.

Portanto, temos a parte de acessórios, veículos, com algumas marcas que oferecem aparelhos dedicados a essa prática, e o turismo, que vê o destino presente e o seus operadores locais. São Paulo, por exemplo, que está representado por cerca de 30 municípios, o Brasil-Central formado por 5 estados (Tocantins, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Brasília e Goiás), com o consórcio Brasil-Central lançado aqui no Adventure Sport.
Temos Socorro, Brotas (em São Paulo).

A palavra que mais se encaixa no evento é “descoberta”, pois através da experiência as pessoas querem conhecer ainda mais sobre os destinos.

DIÁRIO – A feira demanda quanto em relação à investimentos e patrocínios?

Marcelo Marino – É uma feira que precisa de 4 a 5 milhões de reais, com apoio das associações do segmento, orgãos governamentais e todo o meio envolvido que apoia, como o Richard Rasmussem da TV, que vem ao evento e faz ações que promovem o quanto a natureza pode trazer ao público.

http://www.adventurefair.com.br/pagina/atracoes

Avatar
Redaçãohttps://www.diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Pousada Casa de Maria, em Prado-BA, reabre seguindo protocolos de saúde e segurança

Estabelecimento recebe Selo Turismo Responsável do Ministério do Turismo  No último dia 1º de julho (quarta-feira) a Pousada Casa de Maria (www.pousadacasademaria.com.br), localizada em Prado...

SWISS faz primeiro voo após a retomada da rota São Paulo-Zurique 

Com os três voos por semana da SWISS, somados aos cinco de Lufthansa, o Lufthansa Group passa a conectar o Brasil com a Europa...

Carambeí: memória, fé e trabalho marcam viagem aos Campos Geraiss

15 ANOS DIÁRIOS - 10 de setembro de 2017 São casas, ferramentas, tratores, comidas, vestimentas, modo de se vestir e falar e uma infinidade de...

Denilson Althmann, do Park Inn By Radisson Santos: “hospitalidade continuará, sem ou com máscara”

Precursor das perguntas diretas aos seus interlocutores em busca de respostas objetivas e  francas, o DIÁRIO retoma seu quadro "TRÊS, QUATRO OU CINCO PERGUNTAS...

Los Cabos leva operadores e jornalistas a experiência sensorial inédita 

15 ANOS DIÁRIOS - 26 de setembro de 2017 por Paulo Atzingen* O que aparentava ser uma óbvia apresentação de um destino com  números de desembarques...

Rio Othon Palace otimiza quartos para oferecer serviço de Room-Office

O Rio Othon Palace otimizou parte dos seus quartos para oferecer o serviço de Room-Office a sua clientela corporativa. EDIÇÃO DO DIÁRIO com agências A iniciativa...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias