Air France terá voos para cerca de 200 destinos no verão europeu

Companhia terá operação correspondente à média de 90% da capacidade de 2019; Brasil têm reforço no Sudeste e retorno da primeira classe a São Paulo

EDIÇÃO DO DIÁRIO com agências


Em nota, a empresa informa que os times de solo e de bordo da Air France estão prontos para recepcionar os clientes para seus planos de viagem no verão europeu. “Durante o pico da estação, a Air France atenderá a até 196 destinos, com uma programação de voos que representa, em média, 90% da capacidade disponibilizada no mesmo período em 2019”, diz o informativo enviado ao DIÁRIO.

Longa distância: capacidade na América do Norte, África, Caribe e Oceano Índico acima do registrado antes da crise

Na malha aérea de longa distância, a atividade da Air France será conduzida pela importante demanda por voos para a América do Norte, África, Caribe e Oceano Índico, regiões que se mostraram resilientes durante a crise.

“a Air France continua a incrementar sua capacidade de e para os Estados Unidos, o principal destino de longa distância da companhia. Neste verão europeu, operará cerca de 200 voos semanais para 14 cidades, número 20% superior ao registrado no mesmo período em 2019. Suspenso desde o início da crise, o serviço de Paris-Orly para Nova York-JFK foi reaberto em 27 de março, em adição ao serviço a partir de Paris-Charles de Gaulle. Ao todo, a Air Fnrace operará até sete voos diários na estação entre as cidades.

A Air France e a Delta também lançarão um serviço exclusivo de “shuttle” entre Paris-Charles de Gaulle e Nova York-JFK, com oito voos diários (seis da Air France e dois da Delta). A partir de junho, haverá decolagens regulares a cada duas horas durante o dia de Paris-Charles de Gaulle e quase um voo por hora a partir do fim da tarde.

A Air France também retomou o serviço entre Paris-Charles de Gaulle e Dallas (Texas) com até cinco voos semanais. Por fim, em 4 de maio, a companhia lançará uma rota sazonal entre Paris-Charles de Gaulle e Denver (Colorado) pelo segundo ano seguido, oferecendo três conexões semanais.

Canadá, África e Ásia

A aérea também está reforçando sua operação no Canadá, com um incremento de 25% na capacidade durante o verão europeu comparado ao nível pré-crise. Desta forma, será a companhia líder em termos de capacidade entre a Europa e o Canadá, e lançará um voo direto entre Paris-Charles de Gaulle e Quebec em 17 de maio.

Na África, a Air France retornará a seu nível pré-crise de atividade com a inclusão de frequências para diversos destinos. A companhia terá dois voos diários de Paris-Charles de Gaulle para Abidjan (Costa do Marfim), e os serviços sazonais para Zanzibar (Tanzânia) e Banjul (Gâmbia) serão estendidos para toda a temporada.

Finalmente, a Air France manterá quase toda a sua malha aérea na Ásia com uma redução de voos. Frequências adicionais serão disponibilizadas na Índia (Nova Delhi, Mumbai, Bangalore e Chennai), em linha com a reabertura do país para voos internacionais desde 27 de março.

Curta e média distância: oferta de lazer aprimorada e capacidade adicional para destinos-chave do verão europeu

Na malha aérea de curta e média distância, a Air France dá continuidade a sua estratégia de reimplantar capacidade em rotas de lazer. Em julho e agosto, ofertará capacidade semelhante ao nível pré-crise, com o lançamento de 23 rotas sazonais a partir de Paris-Charles de Gaulle, incluindo três novos destinos: Zakynthos (Grécia), com dois voos semanais a partir de 9 de julho, Tirana (Albânia), com dois voos semanais a partir de 9 de julho, e Tenerife (Espanha), como continuidade da temporada de inverno europeu.

A partir de Paris-Orly, novas rotas serão ofertadas ao longo da temporada para Argel (Argélia — três voos diários, sujeito às condições de reabertura do país) e Túnis (Tunísia — um voo diário a partir de 29 de maio), em complemento aos serviços a partir de Paris-Charles de Gaulle. Haverá, ainda, frequências adicionais para Ibiza, Palma de Mallorca (Espanha) e Bari (Itália), destinos já servidos em 2021.

Por fim, 47 serviços sazonais serão ofertados na malha aérea doméstica a partir de regiões francesas, incluindo quatro novas rotas para destinos internacionais (Marselha-Santorini a partir de 8 de julho; Marselha-Túnis a partir de 9 de julho; Nice-Heraklion a partir de 8 de julho; e Nice-Londres/Heathrow a partir de 9 de julho), bem como rotas para a própria França, como Córsega, servida este ano a partir de Bordeaux, Caen, Clermont-Ferrand, Lille, Lyon, Nantes, Paris-Charles de Gaulle, Paris-Orly, Pau, Rennes e Strasbourg.

A Transavia operará rotas domésticas a partir de Paris-Orly para Brest, Biarritz, Montpellier, Perpignan, Pau e Toulon.

LEIA TAMBÉM:

Air France apresenta “EnVols”, uma múltipla plataforma de conteúdo

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT

Atendimento Comercial