Aldo Leone, CEO da Agaxtur: ‘Buscaremos mais franqueados no Brasil inteiro’

O CEO da Agaxtur, Aldo Leone, recebeu o DIÁRIO em sua sede em São Paulo na terça-feira (14) para falar da expansão de sua operadora por meio do sistema de franquias. Logo de cara ponderou sobre os números apresentados pelo IBGE naquele dia, que apontavam uma queda de 1.2% em setembro na atividade econômica na área de serviços, após uma sequência de meses (maio, junho e julho) em franco crescimento. “Esses indicadores (referentes aos setores de serviços e comércio), não são suficientes para refletir a realidade da dimensão econômica do turismo”, disse o executivo.

REDAÇÃO DO DIÁRIO (por Paulo Atzingen)


“Nossos gráficos estão só subindo. Qualquer estatística ou indicador que fale sobre serviço, comércio não fala sobre turismo. Nossos números não tem nada a ver com o IBGE. Nossos números têm a ver com as aberturas dos países como destino”, disse ao DIÁRIO.

Aldo mostra um gráfico à reportagem do número de pessoas (brasileiros, argentinos e colombianos) entrando na França em setembro deste ano. “Na hora que as fronteiras da França abriram os números pularam de 3.500 visitantes para 10.300 pessoas no mesmo dia. Depois pulou para 14 mil no mês de outubro e caiu para 11 mil no mês de novembro. Nosso números acompanham esse crescimento. Só sobem, só sobem”, disse à reportagem comparando com os meses a partir de junho deste ano.

Aldo revela que suas vendas estão 10 vezes superiores ao que ele vendia em março deste ano e a 20% (do total) que a Agaxtur vendeu no ano inteiro de 2019. “Estamos nos aproximando em índices mensais, o que não deve ser considerado uma média anual, pois tivemos meses ruins como os três primeiros meses deste ano”, revela o executivo.

Como operador de viagem e conhecedor do funcionamento do turismo e das políticas de fronteira, Leone lembra que mesmo com essa nova onda do vírus Omicron, o turismo está à toda. “Está aceleradíssimo, está indo muito forte. Eu  nunca vi tanta gente sendo vacinada. Eu mesmo estou com três vacinas. A gente pode muito bem viajar para o mundo inteiro sem nenhum problema”, arriscou.

Produtos Agaxtur

Atualmente os pacotes nacionais lideram as vendas da Agaxtur, em torno de 60%. “O nacional cresceu muito, os hotéis nacionais estão com serviços e preços super bons, mas as pessoas já buscam viagens internacionais”, disse Aldo, acrescentando que os destinos que encabeçam suas vendas interancionais são Cancun, Caribe, EUA, a Europa (Portugal e Espanha), seguidos por França e Suiça. “As vendas de cruzeiros marítimos representam uma boa fatia da nossa pizza”, adiantou sem revelar os números totais.

Aldo acrescenta que ainda que as vendas estejam boas, com muitas reservas e bloqueios para janeiro e fevereiro de 2022, mesmo assim tem muito para ser comercializado, principalmente em estações de esqui, na América do Norte e na Europa. “As companhias aéreas internacionais estão voltando com toda a força em 2022. A Lufthansa, a American Airlines e a Air France anunciaram novos voos.

Quatro módulos de franquia

A ideia da expansão de franquias, lembra Aldo, foi de Débora Izzo, diretora da franqueadora que se uniu ao Marcelo Cherto, que trouxe a Franchise Store. “Esta empresa vai buscar novos franqueados. A ideia é em dois a três anos trazer para baixo do guarda-chuva da Agaxtur 200 franqueados. A busca dos novos franqueados começa agora em janeiro com um mapeamento de cidades no Brasil inteiro”, antecipou.

Valorizar e reconhecer o papel dos agentes de viagens também ficou muito claro na conversa com o executivo da Agaxtur quando ele adiantou à reportagem sua meta de plantar 200 franquias em três anos. “A formatação está sendo feita por meio de bigdata, por exemplo: qual é o perfil de uma pessoa que queira trabalhar e queira ter uma franquia de turismo?”, disse Aldo ao DIÁRIO. Atualmente a Agaxtur possui 60 franqueados e mais de 1.800 agentes de viagens comercializam seus produtos.

Lindo de morrer

Segundo Aldo, o investimento para a franquia da Agaxtur varia de 50 a 200 mil reais, com um payback (rertorno de investimento) de 36 meses. “São quatro módulos de franquias. A franquia de shopping, a franquia de rua, a franquia office (escritório) ou franquia home (residência). É um projeto absolutamente lindo de morrer que vem junto à modificação do sistema de trabalho que estamos implantando na empresa. Uma grande inovação do ponto de vista de distribuição física”, completa Leone.

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT

Atendimento Comercial