André Victória retorna ao mercado hoteleiro e vai gerenciar o Meliá Jardim Europa

RETRÔ 2018 – Publicado dia 30 de outubro

REDAÇÃO DO DIÁRIO (Exclusivo!)

Membro da primeira geração de hoteleiros originalmente brasileiros, formado na década de 80 pela Escola Escola Superior de Hotelaria da Universidade de Caxias do Sul, o primeiro curso de nível superior da hotelaria do Brasil, André Victória da Silva após um período sabático iniciado em 2009 e atuando em outras áreas,  retorna à hotelaria  e vai gerenciar o Meliá Jardim Europa, em São Paulo.

André começou sua carreira em 1987 na Quatro Rodas do Nordeste, mais especificamente em Olinda. Em 1989 a Quatro Rodas foi adquirida pela rede Accor Hotels e sua relação com a rede começou aí, atuando exatos 20 anos. No entanto, como ele mesmo explica, “minha trajetória de carreira foi bem diferente da maior parte dos meus colegas hoteleiros, pois , dentro da própria Accor, sai e voltei para hotelaria, ou pelo menos da operação hoteleira, por mais de uma vez”, conta.

Versátil

Victória atuou por quase 10 anos na Académie Accor, trabalhando com Formação e Desenvolvimento Organizacional.  Com trajetória brilhante no grupo francês inaugurando unidades por todo o Brasil e com um perfil profissional versátil, retornou à hotelaria exatamente no último dia 15 deste mês, assumindo a gerência geral do Meliá Jardim Europa.

“Percebi que poderia ser um ótimo momento para retomar minha carreira interrompida em 2009. Comecei a ver que talvez pudesse viver uma “aventura” diferente na hotelaria, mesmo não sendo essa atividade algo novo para mim.  Afinal, minha forma de ver Serviços já não é mais a mesma da que tinha no passado”, afirma ao DIÁRIO.

“Minha experiência profissional de quase nove anos  vividos em outros segmentos de serviços me transformou, e se por um lado estava motivado a querer ver até onde meu “lado hoteleiro” pudesse me levar, por outro, era bem verdade que minha “forma modificada de ver a hotelaria” talvez possa me render uma experiência nova e surpreendente na própria hotelaria”, analisa o executivo.

Busca de inovações

De fato, André está longe de ser um “hoteleiro tradicional”. Por ter atuado bastante tempo e vivido muitas situações de aprendizado e desenvolvimento fora da hotelaria, experiências essas foram suficientes para o transformarem num “hoteleiro heterodoxo”, como ele mesmo frisa.

“Não posso deixar de destacar que Hotelaria também mudou muito desde minha saída em 2009. Em destaque a tecnologia, que mudou processos administrativos e processos de gestão, mudou radicalmente a forma como os hotéis são distribuídos e comprados, e agora começa a mudar de maneira radical a forma como os hotéis prestam seus serviços”, enumera.

Um dos apartamentos do Meliá Jardim Europa (Crédito: arquivo DT)

Desafios

“Me identifiquei muito com a Cultura de Serviço da (rede) Meliá, onde se destacam a cordialidade, a simpatia, o equilíbrio, a atenção e a eficiência, tudo devidamente estabelecido e contextualizado ao longo da jornada da experiência dos seus, e agora posso dizer, nossos hóspedes”, descreve.

“Meu primeiro desafio agora é ratificar e alinhar essa leitura de cenário, esse entendimento com a minha equipe de líderes e todos nossos demais stakeholders, de forma a poder planejar “nossa caminhada”, sabendo obviamente que nenhum plano tem validade muito longa nos dias de hoje e que, portanto, precisará ser revisado e calibrado com frequência ao longo do tempo”, pontua.

https://booking.melia.com/nReservations

Paulo Atzingen
Paulo Atzingenhttps://www.diariodoturismo.com.br
Paulo Atzingen é paulista e jornalista profissional (DRT-185 PA) desde o ano 2000; cursou Letras e Artes e Comunicação Social na Universidade Federal do Pará (UFPA), É poeta, contista e cronista. Estuda gaita (harmônica).

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

U.S. Travel anuncia IPW 2021 de 18 a 22 de setembro em Las Vegas

WASHINGTON, 30 de setembro de 2020 - A U.S. Travel Association anunciou nesta quarta-feira (30) que a IPW, sua feira internacional anual de viagens...

Voos para Congonhas e Confins retornam em outubro no aeroporto de Florianópolis

A malha aérea prevista para outubro, no Aeroporto Internacional de Florianópolis, contará com o retorno de dois destinos importantes: o aeroporto de Congonhas, em...

Veja o que rolou de mais importante no encontro de líderes do NEB

  Com mediação de Mami Fumioka, da Quickly Travel, o evento híbrido promovido na última terça-feira (29), pelo NEB (Nikkey Empreendedores do Brasil), contou com a...

Lençóis e a Chapada Diamantina reabrem para o turismo

por Reginaldo Marinho -   RM@reginaldomarinho.com.br Foi amor à primeira vista. Vim conhecer Lençóis há três anos e daqui não quis mais sair. Vim por um chamado...

Confirmado: Festival das Cataratas terá feira presencial em dezembro

Festival das Cataratas deste ano foi dividido ao longo do ano, com ações on-line. EDIÇÃO DO DIÁRIO com agências Seguindo rigorosos protocolos sanitários, os organizadores do...

Brasileiros deportados dos EUA desembarcam no Brasil. Leia opinião de especialista

O 20º voo com deportados brasileiros dos Estados Unidos pousou no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, na região metropolitana, na última sexta-feira (25), com 52 pessoas, de acordo...

Relacionadas

2 COMENTÁRIOS

Comments are closed.

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias

Open chat