Barbados, a mais nova República do mundo

Barbados, na América Central, deixa de ser colônia britânica

A nova República de Barbados, localizada nas Antilhas, na América Central é banhada pelas águas azuis do Oceano Atlântico e o Mar do Caribe. A Ilha é um destino turístico com gastronomia própria e cultura nativa.

REDAÇÃO DO DT

Esse paraíso, colonizado pelos ingleses, em 1966 tornou-se um estado independente e Reino da Comunidade de Nações, tendo ainda a rainha Isabel II como chefe de Estado.

Em 2020, a governadora geral Sandra Mason anunciou que o país iniciaria um período de transição que duraria pouco mais de um ano para virar uma República. Ontem,  29 de novembro, Barbados deixou de reconhecer a monarca britânica Isabel II como sua chefe de estado, cortando os laços imperiais finais com o Reino Unido e a Rainha Isabel II.

O herdeiro da coroa britânica, o príncipe Charles, esteve presente na posse da nova presidente, apoiando o novo modelo constitucional.

Além de Barbados e do Reino Unido, outros 14 países têm a Rainha Elizabeth 2ª como chefe de Estado: Antígua e Barbuda, Austrália, Bahamas, Barbados, Belize, Canadá, Granada, Jamaica, Nova Zelândia, Papua Nova Guiné, São Cristóvão e Névis, Santa Lúcia, São Vicente e Granadinas, Ilhas Salomão e Tuvalu.

Esta é a 1ª vez em quase 30 anos que a rainha é removida do posto. O último país a fazê-lo foi as Ilhas Maurício, em 1992.

PC

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT