Boeing se posiciona sobre a aprovação da FAA para retomada das operações do 737 MA

Seattle, Washington, EUA – 18 de novembro. A autoridade de aviação civil norte-americana (Federal Aviation Administration ou FAA, na sigla em inglês) revogou hoje o despacho que suspendia as operações comerciais dos Boeing 737-8s e 737-9s. A decisão permitirá que as companhias aéreas que estão sob a jurisdição da FAA, incluindo aquelas que operam nos EUA, tomem as medidas necessárias para retomada da operação da aeronave e que a Boeing comece a fazer as entregas.

“Jamais nos esqueceremos das vidas perdidas nos dois trágicos acidentes que levaram à decisão de suspender as operações”, disse David Calhoun, CEO da Boeing. “Esses acontecimentos e as lições que aprendemos com eles redefiniram nossa empresa e concentraram ainda mais nossa atenção em nossos valores fundamentais de segurança, qualidade e integridade”.

Ao longo dos últimos 20 meses, a Boeing trabalhou em estreita colaboração com as companhias aéreas, fornecendo-lhes orientações detalhadas sobre armazenamento de longo prazo e garantindo que suas recomendações fossem integradas ao processo de retomada da operação dos aviões com segurança.

Uma Diretriz de Aeronavegabilidade emitida pela FAA especifica os requisitos que devem ser atendidos antes que os operadores norte-americanos possam retomar as operações, incluindo: implementação de melhorias de software, conclusão de modificações de separação de cabos, realização de treinamento de pilotos e execução de uma minuciosa despreservação de aeronaves que garantirá que estejam prontas para a retomada das operações.

“A diretiva da FAA é um marco importante”, disse Stan Deal, presidente e diretor executivo da Boeing Commercial Airplanes. “Continuaremos a trabalhar com as agências reguladoras em todo o mundo e nossos clientes para a retomada da operação das aeronaves globalmente”.

Além das mudanças feitas no avião e no treinamento de pilotos, a Boeing tomou três medidas importantes para reforçar seu foco em segurança e qualidade.

1. Alinhamento organizacional: Mais de 50.000 engenheiros foram reunidos em uma única organização que inclui uma nova unidade de Segurança de Produtos e Serviços, integrando as responsabilidades de segurança em toda a empresa.

2. Foco cultural: Os engenheiros receberam mais autonomia para melhorar a segurança e a qualidade. A empresa está identificando, diagnosticando e solucionando problemas com mais transparência e rapidez.

3. Aprimoramentos de processos: ao adotar processos de design de última geração, a empresa está permitindo níveis maiores de qualidade inicial.

 

Compartilhe com um amigo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


    Mais lidas

    Site do Editor

    O jornal dos melhores leitores

    Mais recentes

    Decantar ou não decantar, eis a questão!

    Depois de esvaziar o vinho no decantador da para beber na hora...? Ou ainda tem que mexer e deixar oxigenar..., se for isto, quanto...

    Projeto de Lei sobre alíquota do querosene de aviação é tema de audiência pública

    Foi realizada na manhã desta terça-feira (20) uma audiência pública da Comissão de Tributação, Controle da Arrecadação Estadual e de Fiscalização dos Tributos Estaduais...

    Nomadismo Digital e Trabalho Remoto: setor hoteleiro se prepara para o futuro

    Com as restrições internacionais em vigor por conta da pandemia, as tendências do turismo apontam para um aumento nas viagens locais ou regionais para destinos...

    CNC: volume de receitas do turismo brasileiro encolheu 36,6% em 2020

    Entretanto, segundo a CNC,, a expectativa da vacinação traz a projeção de um avanço de 18,8% Com as medidas restritivas impostas nos estados brasileiros, em...

    Porto de Galinhas lança campanha de incentivo para agentes de viagens

    Nesta quinta-feira (22), Porto de Galinhas lançará uma campanha de incentivo voltada para os agentes de viagens com intuito de ajudar os profissionais do...

    Viação Executiva é alternativa para viagens privadas

    Em momentos de pandemia, poder contar com aeronaves privadas é um privilégio, especialmente se essa possibilidade vem acompanhada de uma oferta de serviço que...

    Relacionadas

    Compartilhe com um amigo:
    Pautas e Marketing
    Olá.
    Esse é um canal exclusivo para Pautas e Marketing.